15/07/2010

Imigrando: Bichos de estimação na Irlanda

Algumas informações neste artigo foram atualizadas.
Para conhecer as atualizações em detalhe, favor clicar aqui.

source

Eu tenho uma cachorrinha no Brasil (pois é, estou há muito tempo longe dela) e eu não quero trazê-la pra cá porque acho que a experiência de viajar de avião é muito estressante pro bichinho, além de outros fatores. Claro, isso é uma opinião pessoal minha e cada um tem direito a sua, por isso escrevi esse post (atendendo ao seu pedido, Adryan!).

Se você está considerando trazer o seu bichinho para a Terra dos Leprechauns, leia as informações abaixo com atenção.

Liguei para alguns veterinários, consultei o Departamento de Agricultura, Pesca e Alimentos e o serviço de informação irlandês que se chama Citizens Information e abaixo estão as informações que eu encontrei:

Qual a documentação necessária para se trazer um animal (gato, cachorro ou ferret) de estimação para a Irlanda?

(procedimento modificado, favor clicar aqui para ver as atualizações)

Todo animal de estimação que é de outro país deve passar por uma série de exames antes de sair do país de origem. Ele teve ter um microchip, deve ter todas as vacinas (e comprovação das mesmas) e deve fazer um teste de sangue feitos por um veterinário qualificado. Os exames devem ser feitos NESTA ORDEM. Somente assim, você poderá pedir o Passaporte para o seu animal (pois é, animais de estimação têm passaporte com foto e tudo mais!) O Passaporte deve ser emitido pelo menos 6 (seis) meses após o exame de sangue. Lembre-se de pedir mais informações ao seu veterinário ou autoridade competente no Brasil a respeito disso.

No caso do Brasil, também é necessário ter uma licença de importação do Departamento da Agricultura, Pesca e Alimentos (Department of Agriculture, Fisheries and Food). Para isso você deve preencher o Formulário para pedir a Licença de Importação que inclui dois documentos: O “Formulário para Aplicação da Licença” (Form A) e o  “Formulário de Declaração e Saúde” (Form B) .

Depois de preenchê-los, você deve enviá-los para a Divisão de Saúde e Bem Estar do Animal (Animal Health and Welfare Division) do Departamento da Agricultura, Pesca e Alimentos no endereço abaixo:

Department of Agriculture, Fisheries and Food
Special Projects Unit
Floor 4 Centre
Agriculture House
Kildare Street
Dublin 2
IRELAND

O que é esse Passaporte de Animal de Estimação?

O Passaporte de Animal de Estimação (The Pet Passport ) é um documento da União Européia que comprova que o animal preenche alguns requisitos:

– O animal deve vir de um país que é qualificado.
– O animal deve ter um microchip implantado.
– O animal deve ter recebido a vacina anti-rábica.
– O animal deve ter feito exame de sangue e não ter apresentado problemas, com pelo menos 3 meses de antecedência à entrada no país.
– O animal deve ter passado por tratamento anti-carrapatos e não deve ter tênia (solitária).

Não tem problema que meu bicho de estimação é do Brasil?

(procedimento modificado, favor clicar aqui para ver as atualizações)

O animal de estimação que é de um país não qualificado (que é o caso do Brasil), devem obter além do passaporte uma licença de importação do Departamento da Agricultura, Pesca e Alimentos.

Seu bichinho deve entrar no país por via aérea, podendo vir pelos aeroportos de Dublin, Cork or Shannon. Se ele vier por Cork ou Shannon, ele deve ser transportado novamente por via aérea até Dublin.

Para verificar que o animal de estimação não trará nenhum tipo de doença para a Irlanda, ele terá de, obrigatoriamente, passar 6 (seis) meses em uma quarentena pública aqui na Irlanda.

Há somente um lugar na Irlanda que faz isso e é o Lissenhall Quarantine Kennels and Catteries que fica em Lissenhall, Swords, Co Dublin e infelizmente você não pode levar o bichinho até lá. Quem deve fazer esse serviço é uma empresa autorizada, chamada Kelly Couriers que fica na 30 Selskar Avenue, Skerries, Co. Dublin.

E se meu bicho de estimação é de outro país?

Exitem regras diferentes para países diferentes. Para a maioria dos países da União Européia basta ter os exames e o Passaporte do animal e isso também é válido para alguns países que não fazem parte da União Européia, infelizmente esse não é o caso do Brasil.

Para animais que vem de outros países que não fazem parte da União Européia, podem entrar na Irlanda DESDE que esses países sejam qualificados, infelizmente esse não é o caso do Brasil.

Animais desses países devem obter o “Certificado Veterinário para Cães, Gatos e Ferrets domésticos que estão entrando no país sem propósito comercial” (Veterinary Certificate for the Domestic Dogs, Cats and Ferrets entering the European Community for non-commercial movements) além da documentaçao adequada.

Para animais de estimação de países que não fazem parte da União Européia e não são qualificados (que é o caso do Brasil), é necessário que se peça uma licença de importação e que o animal fique por 6 (seis) meses em quarentena pública na Irlanda.

O único caso onde eles não pedem nem o passaporte e nem a quarentena é quando o animal de estimação é do Reino Unido ou da Isle of Man.

Como funciona o pagamento de tudo isso?

Todos os custos (exames, veterinário, transporte, quarentena, etc. ) devem ser pagos pelo dono do animal.
A estadia na quarentena e o transporte devem ser pagos antes da licença de importação ser emitida e lembre-se que o animal de estimação não pode viajar sem essa licença.

Espero que essas informações ajudem vocês a entender melhor como funcionam as engrenagens para trazer nossos bichinhos para a Irlanda.

Beijinhos

Postado por: | Comments (60)

60 Comments »

  1. Nossa, que burocracia! É isso tudo pra um animal ir pra Irlanda?!
    Putz, e agora, como que eu vou?! :~~
    asiduhasdiuhasdiuhasd

    Eles pelo menos tratam a gente direitinho nesse Lissenhall Quarantine Kennels and Catteries? 🙁
    haha

    Thx again, Tarsila!
    Aliás, meu trabalho de conclusão de curso é sobre Bem-estar animal à luz do Direito, acho que esse tema daria um bom capítulo 🙂
    Vou dar uma pesquisada na legislação brasileira sobre o assunto! hehe

    Beijos! :*

    Comentário by Mael Tomaz — 15/07/2010 @ 8:08 pm

  2. Oi Mael!

    Nossa, eu não me aguentei de rir do seu comentário!
    Olha Mael, eu espero que eles tratem os bichinhos bem, mas sabe como…eu desconheço o lugar e como é público, tenho minhas dúvidas. Não traria minha cachorrinha pra cá de jeito algum.
    Nossa, me parece que é um trabalho super legal!!! Eu a-do-rei, especialmente porque amo bichinhos! O que você está estudando?

    Vamos nos falando, hein?

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 15/07/2010 @ 9:52 pm

  3. Muito obrigado pelo post, Tarsila! Lembro que havia pedido pra escreves algo a respeito disso, mas pensei que acabarias esquecendo ou não escrevendo por falta de fontes.

    Obrigado mesmo! 😀

    Ah… eu tenho uma dúvida. Eu, tendo passaporte europeu, necessito comprar um seguro saúde antes de ir pra Irlanda ou tenho direito a utilizar do serviço de saúde público. Aliás, este é bom?

    Comentário by Adryan — 16/07/2010 @ 12:23 am

  4. Pois é, Tarsila, pro cachorro viajar de aviao é uma tortura, ate pq eles vao q nem bagagem né :~
    Ja me mudei umas 3 vezes, e a minha cachorrinha (inha é simpatia, ja que ela tem 15 kg) sempre precisou tomar remedios pra dormir, só que o efeito não é muito longo, ou seja, viagens de 2 a 3 horas de avião só, depois ela desperta.
    Imagina deixar ela 15 horas nesse estado? Não tenho coragem =/

    Beijos!

    Comentário by Manu — 16/07/2010 @ 12:33 am

  5. Oi Tarsila,
    Tudo bem?
    Adorooooo tudo no seu blog!!!! mto bom!! to sempre lendo…
    Gostaria de sugerir dois temas novos, custo de vida na Irlanda, se
    dá para viver trabalhando 20hrs semanais..
    E sobre academias de ginástica!!

    obrigada!!!
    Débora

    Comentário by Débora Pádua — 16/07/2010 @ 4:10 am

  6. Oi Débora!

    Tudo bem?
    Muito obrigada pelas sugestões e pelos elogios! 🙂 É sempre muito bom ter a opinião dos meus leitores!
    Já adianto que dá para viver com as 20 horas semanais, muita gente faz isso e vive tranquilo. As pessoas dividem casa/apartamento e tem dinheiro suficiente. Claro, não dá pra esbanjar, mas viver, com certeza!
    A respeito do custo de vida, estou elaborando coisas a respeito disso – fique antenada.
    Em relação às academias, a Tatiane e você já me pediram informações e logo logo eu posto, ok?

    Espero que ajude e se precisar, é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 16/07/2010 @ 6:01 am

  7. Oi Manu!

    Concordo com você! Acho uma tortura com o bichinho e não teria coragem de submetê-lo a tanto stress…É melhor deixá-los no Brasil. A saudade aperta e é muito difícil, mas é melhor do que viajar de avião, ficar em quarentena pública e só vê-lo 6 meses depois, né?

    Beijnhos

    Comentário by Tarsila — 16/07/2010 @ 6:10 am

  8. Oi Adryan!

    Magina! Eu sempre escuto meus leitores…posso demorar, afinal sou só uma, mas escrevo! Eu respondo o que sei, o que não sei, pesquiso e acho muito importante compartilhar o que encontro. 🙂

    A respeito do passaporte, eu acredito que seu passaporte europeu dê o direito para que você use o serviço de saúde público daqui. Para ser muito honesta com você eu nunca o utilizei, mas já escutei muitas coisas. Vou buscar me aprofundar e logo logo faço um post, ok?

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 16/07/2010 @ 6:13 am

  9. Oi Tarsila, como todos dizem seu blog é totalmente demais. Parabéns! sempre leio e recomendo pra todos aqui.
    Moro em Bilbao, no norte da Espanha, há quase 2 anos, me mudei pra Espanha por que meu pai recebeu uma proposta de emprego e viemos todos.
    Hoje particularmente eu não pretendo voltar ao Brasi – para morar -.
    Tenho 16 anos, estou na escola, tenho amigos.. enfim, uma vida normal.
    Viajar a Europa toda é um hobby meu, hahahaha. Sempre faço viagens por aqui.
    Meus pais decidiram trazer a nossa dog pra cá, antes de virmos (8 meses antes) corremos atras de tudo, quis acompanhar cada passo dela, até chegar no aeroporto de Madrid, depois Barcelona e por fim Bilbao.
    Olha o tratamento é ótimo, há pessoas totalmente qualificadas pra isso, pelo menos com nós não houve nenhum problema, há veterinários nos aeroportos especializados em relação a isso, e alguns até faziam carinho nela. E realmente a burocracia é grande, e ela se adaptou facilmente a tudo aqui, menos ao inverno de as vezes -11°C. hahahaha 🙂
    Penso em fazer um blog, o que achas? Tenho ótimas idéias pro blog, se eu realmente fizer lhe mando.
    Vou a Dublin com alguns amigos em Setembro, poderiamos marcar algo, o que achas?
    Beijos. (acho que escrevi até demais, hahahahaha)

    Comentário by Miller. — 16/07/2010 @ 7:20 am

  10. Oi Miller!

    Tudo bem? Muito obrigada pelos elogios! Fico muito feliz em saber que você gosta e recomenda o Vida Na Irlanda! 🙂

    Espanha?! Nossa, que legal…Madrid, Barcelona e Bilbao…(ai, saudades de Barcelona…).
    Viajar pela europa é demais mesmo, eu adoro! Não é sempre que dá, mas quando dá é uma delícia!
    Que legal saber sobre a sua experiência com a sua cachorrinha, que as pessoas são especializadas e carinhosas…a gente nunca sabe o que esperar né? 🙂

    Se você pensa em fazer um blog, eu recomendo você tentar! Em todo caso eu recomendo arriscar e se não der certo, tudo bem também! Tem gente que prefere fazer videologs, fotologs..tem de experimentar e ver o que é a sua cara. Você já sabe sobre o que você quer escrever?

    Será muito legal conhecê-los aqui em Dublin! Já sabem o que querem vistar na cidade?
    Vamos mantendo contato e se precisar, é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 16/07/2010 @ 10:01 am

  11. Eita que o blog tá ÇUÇEÇO! xD
    Coisa boooa! \o/
    asdasdaiusdhaisudhasd

    Ah, e sobre TCC .. Vou cursar agora o último período de Direito, e como também gosto muito de animais e tal, inclusive vegetariano há mais de 5 anos, achei bacana fazer minha monografia sobre algo relacionado ao bem-estar animal. Meu trabalho tá focado mais no estudo das proteções jurídicas à fauna e regulamentação das atividades da indústria da carne, principalmente. ^^

    Inclusive também penso numa pós-graduação por aí, caso a saudade não maltrate muito e a grana dê.. hehe ;]

    (Aah, se algumas pessoas também manifestarem esse interesse, seria talvez até um bom assunto pra um futuro tópico, né? ^^ .. E né pedido nãão, só idéia mesmo! Acho mó exploração ainda te pedir coisa específica! aiusdhaiusdh xD .. Já basta a super boa vontade dos seus posts e respostas a comentários no blog! ;D )

    Aliás, comunico de antemão que, como agradecimento, certeza que na minha mala, vai alguma lembrança do Ceará pra Dona Tarsila e Seu Eric! Nem que seja uma rapadura! asdiuahsdiuahsduha xD

    Beijo! :*

    Comentário by Mael Tomaz — 16/07/2010 @ 11:00 am

  12. Tarsila 🙂
    Sim sim, viajar pela Europa é realmente bom.
    Eu sempre viajo nas férias.
    Pois é, quero e pretendo fazer um, só que quero fazer somente quando as férias acabar.
    Cheguei de Paris ontem e vou pra França novamente na semana que vem, para as praias do Sul.. fazer toda a Cotê D’azur (monaco, marselha, canne).
    Quero fazer com bastante tempo, pra não me preocupar pra deixar pela metade.
    Quero comentar muito sobre vida na Europa, Espanha, cidades, tudo sobre Bilbao, viagens pela Espanha, músicas, shows, filmes, vlogs, restaurantes na cidade e tudo mais.
    Quero abordar assuntos em geral.
    Sobre viajar pra Irlanda, nós queremos visitar os pontos principais, tanto é que vou dar uma olhada nos seus posts antigos, pra ver se acho algo bem bacana.
    E se você puder, é claro, poderia fazer um post de visitas por Dublin.
    Pretendemos ir numa quinta e volta no domingo, ou seja 4 dias.
    Beijos! e mais uma vez, seu blog é ótimo 🙂

    Comentário by Miller. — 16/07/2010 @ 5:28 pm

  13. Que burocracia absurda! Ainda bem que não me apego a animais de estimação, caso contrário não teria paciência suficiente para passar por esse processo todo.

    Abraços!

    Comentário by F.Pamplona — 16/07/2010 @ 6:38 pm

  14. Tarsila, hoje tava imaginando se existe algum aquário em Dublin… Sou fascinado pela vida marinha. Talvez pudesses fazer um post sobre isso, se houver um aquário aí, claro. Outra idéia pro blog seria falar sobre a segurança em Dublin. Eu já morei em Santiago, Chile, e posso dizer que a cidade é super segura. Quando minha mãe, que é holandesa, foi me visitar, disse que mesmo em várias cidades da Europa não havia se sentido tão tranquila. Esse é um assunto que me preocupa muito. Afinal, no Brasil meio que somos vacinados contra esse tipo de coisa e às vezes ficamos na defensiva até demais. Bom, é isso! 😀

    Comentário by Adryan — 16/07/2010 @ 9:57 pm

  15. Oi Mael!

    Está sucesso mesmo – rsrsrs!
    Nossa, que legal, ainda não tinha conhecido alguém que está cursando direito e quer se focar na área de proteção da fauna! DEMAIS! Super apoio!

    Para fazer pós-graduação aqui, já aconselho procurar os cursos, caso, dê para aplicar para um bolsa, você não perder as datas (aqui, datas para aplicar para a universidade são muito importantes!) Bom, registrei a idéia! (Entendi que não é pedido, mas está registrada sim, viu?)

    E MUITO MUITO MUITO OBRIGADA! Vamos ganhar presente importado de Sobral?! UAU! Rapadura é sempre bem-vinda, viu? 😉 Seu Eric também agradeçe!

    Beijão!!!

    Comentário by Tarsila — 16/07/2010 @ 10:08 pm

  16. Oi Miller!

    Mais uma vez, obrigada pelos elogios! 🙂

    Acho que é muito legal escrever o blog sim! Se você quer fazer algo mais pessoal, expressar a sua visão da Europa, das viagens…tenho certeza que vai ser bacana! E quando você começá-lo passe o link, viu?

    Passear na França! Ah…eu adoro o verão! É realmente muito legal conhecer os outros países! Afinal de contas o mundo é tão grande, há tantas coisas legais para se descobrir!

    Bom, para ver os lugares bacanas de Dublin, dê uma olhada na categoria: “Conhecendo a Irlanda”
    http://www.vidanairlanda.com/category/conhecendo-a-irlanda

    Espero que vocês gostem daqui!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 16/07/2010 @ 10:12 pm

  17. Oi Fillipi!

    Obrigada pelo comentário! Adoro recebê-los! 🙂

    Não é realmente uma burocracia?! É muito difícil se apegar aos bichinhos e aí ter de deixá-los pra trás, mas eu prefiro deixá-los do que passar por tudo isso, que eu acho muito muito estressante e não deve sair barato também.

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 16/07/2010 @ 10:16 pm

  18. Oi Adryan!

    Até onde eu sei, existe um aquário em Bray (que fica no condado de Dublin e é acessível através do DART, que é uma espécie de trem que cobre a baía de Dublin) http://www.sealifeeurope.com/local/index.php?loc=bray e também tem o Atlantaquaria em Galway. Eu já conheci o de Bray e achei ele um pouco pequeno, mas visitei um em Barcelona que foi SUPER LEGAL, de repente vale a pena dar uma conferida por lá, além de passear por Barcelona, é claro!

    Está anotada a sugestão da segurança! Acho que realmente é um tópico importante! Obrigada pela dica!

    E já sabe, se precisar, é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 16/07/2010 @ 10:25 pm

  19. Salve Tarsila. Uma amiga minha vive a situacao inversa. Comprou o cao aqui e vai levar embora para o Brasil. A burocracia naquele sentido nao eh tao grande. Tomara que o bicho se adapte a lingua… bjos

    Comentário by Ernani — 16/07/2010 @ 11:03 pm

  20. Obrigado pelos links, Tarsila! Quanto ao Sea Life, já fui no da Holanda, que creio ser da mesma franquia por ter o mesmo nome. O de lá é um pouco pequeno também, ao meu ver.

    Comentário by Adryan — 16/07/2010 @ 11:34 pm

  21. Ai, céus, to enchendo o saco já, eu sei, mas é que sou tão curioso! Eu amo animais, então lá vais mais uma sugestão: poderias falar um pouco sobre a fauna irlandesa! 😀

    Comentário by Adryan — 16/07/2010 @ 11:39 pm

  22. Salve Ernani!

    Espero que se adapte à comida também… ah, nem sei como não se adaptaria… rsrs

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 17/07/2010 @ 12:06 am

  23. Oi Adryan!

    No da Holanda eu não fui, pode ser franquia mesmo. Mas fica anotada a sugestão…fauna irlandesa! 🙂

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 17/07/2010 @ 12:08 am

  24. Oi Tarsila!

    Parabéns mais uma vez! Adooooro ler seu blog.

    SALVE SOBRAL CE! Tb sou de lá! E aê conterraneo Mael, tudo bom??

    Comentário by Elieuza — 17/07/2010 @ 2:35 pm

  25. Oi Elieuza!

    Que bom que você adooooora ler o Vida Na Irlanda! Sinta-se sempre bem vinda para deixar comentários, viu? E SALVE SOBRAL!! ÊÊÊ!

    Beijos com trevos de Dublin!

    Comentário by Tarsila — 18/07/2010 @ 6:57 pm

  26. Olá, adorei seu post, e estou escrevendo para parabenizar pelo blog e quem sabe, talvez vc possa me ajudar!
    Eu moro na Holanda atualmente e estou voltando para o Brasil, meu marido tem dois ferrets os quais pretendemos levar conosco. A questão é: já mandamos dezenas de emails para o Ibama e fizemos mil ligações para o consulado, mas eles não esclarecem quais os papéis, vacinas, que são necessáros, nem orientam, no caso do consulado, aonde podemos buscá-las.
    Você saberia informar que orgão eu posso estar buscando, aqui na Holanda ou no Brasil?
    Grata, Nathy van Vliet.

    Comentário by Nathy van Vliet — 12/08/2010 @ 8:14 am

  27. Olá Nathy!

    Seja bem-vinda ao Vida Na Irlanda!
    Bom, eu não sei como funciona o relacionamento Holanda/Brasil. A melhor coisa que você deve fazer é consultar um médico veterinário no Brasil, pois eles geralmente eles têm essas informações, vale também a pena procurar informações com a Polícia Federal e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (e-mail: ctqa@agricultura.gov.br ), pois é o órgão que controla o trânsito e quarentena de animais.

    Desculpe não ter mais informações, mas espero que essas ajudem e se precisar, é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 12/08/2010 @ 9:03 am

  28. Oii, parabéns pelo post

    eu estava procurando sobre isso á alguns dias.
    Nossa,q frescura da Irlanda.
    Meu pacote estava quase fechado quando a moça da agencia me disse sobre isso.

    Mas ela não tinha explicado tão detalhadamente.
    Pelo jeito vou ter q escolher outro país pq sem meus bebes eu não fico.rsrs

    td de bom pra vc!

    Comentário by Bianca — 10/09/2010 @ 8:02 pm

  29. Olá Bianca!

    Muito obrigada pelo comentário!
    Fico muito feliz que as informações a tenham ajudado. 🙂
    Espero que você consiga encontrar um país onde esta questão não seja tão burocrática e que dê tudo certo!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 10/09/2010 @ 10:48 pm

  30. Olá, pretendo ir para irlanda em dezembro, queria muito levar minha cachorrinha mais acho que não vai dar, percebi que a burocracia é grande. Agradeço pelos esclarecimentos, mais se tiver uma laternativa para eu poder levar minha bixinha por favor não deixa de avisar.

    Comentário by jheniffer — 26/09/2010 @ 4:58 am

  31. Olá Jheniffer!

    Seja bem-vinda ao Vida Na Irlanda!

    Pois é, o processo além de burocrático, é lento, portanto não daria para você trazê-la agora em dezembro mesmo. Infelizmente não é fácil ter nossos bichinhos por perto e, na minha opinião pessoal, é bastante estressante fazê-los passar por tudo isso.
    Se, por acaso, houver alguma mudança neste processo eu irei postar com certeza.

    Espero ter ajudado e se precisar é só escrever,

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 27/09/2010 @ 10:00 am

  32. Ola, devo dizer que adoro ler sei blog e acho as materias o máximo. Pretendo estudar na Irlando ano que vem, e queria levar minha Shih Tzu. Tenho quase todos os documentos, falta apenas providenciar o exame de sangue e o microchip. O fato de ela ter pedigree não diferencia? E mesmo com todos os exames e documentos, ela tera que ficar ainda seis meses em quarentena? Não entendi…um abraço!!!!

    Comentário by Vanessa Leme — 06/12/2010 @ 2:09 pm

  33. Olá Vanessa!

    Estas informações eu obtive no Citizens Information:
    http://www.citizensinformation.ie/en/moving_country/moving_to_ireland/coming_to_live_in_ireland/bringing_pets_to_ireland.html

    De acordo com as informações contidas lá a quarentena de 6 meses é obrigatória para bichinhos que vem do Brasil e acredito que o pedigree não diferencia, pois é um animal que vem de um país que não pertence à União Européia.

    Espero ter ajudado e se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 06/12/2010 @ 9:16 pm

  34. Nossa que chato…queria levar minha cachorra pois vou ficar um ano fora, so que nem ai rolar, se a bichinha tera que ficar seis meses em abrigo…obrigada pelas informações, estou super animada e ansiosa para ir pra Irlanda, vou com a cara e a coragem, agora estou juntando a grana para garantir uma folga até arrumar trabalho, bjkas

    Comentário by Vanessa Leme — 07/12/2010 @ 12:06 pm

  35. Olá Vanessa!

    Pois é chato mesmo, porque eu sou completamente apaixonada pela minha cachorrinha mas ela está no Brasil com a minha mãe (saudades mil dela…).
    Desejo tudo de sorte na sua viagem e se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 14/12/2010 @ 8:27 pm

  36. Tarsila

    Abusando um pouquinho de você! Se puder nos passar a informação do caminho contrário ficaria muito feliz! Eu vou pra Irlanda no ano que vem e quero voltar para o Brasil com um irish puppy!! Tem alguma informação sobre o procedimento para traze-lo ao Brasil?

    Parabéns pelo blog!
    Adorooooo!

    Obrigada!

    Comentário by Camila — 04/01/2011 @ 3:59 pm

  37. Olá Camila!

    Obrigada pelo comentário!
    Infelizmente eu não sei quais são os procedimentos para se levar um bichinho daqui para o Brasil. Mas aconselho que você procure mais informações com a Polícia Federal e com veterinários brasileiros, pois eles devem conhecer normas e regulamentações em relação à isto.

    Espero ter ajudado e se precisar é só escrever.

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 15/01/2011 @ 7:58 pm

  38. olá, eu e meu marido vamos mudar para a irlanda e a grande preocupação é meu amado ferret, pois já disse que sem ele não vou, ele teria que ficar em quarentena? Li seu post mas fiquei meio confusa sobre isso, também acho cansativo para os animais viajaram assim, não existe a possibilidade de leva-lo como bagagem de mão? Obrigada

    Comentário by Michelle — 26/09/2011 @ 8:11 pm

  39. Olá Michelle!

    De acordo com os órgãos dos quais obtive as informações sim, seu ferret terá de ficar em quarentena sim e para trazê-lo você deve seguir todos os procedimentos descritos no post acima. O transporte do animal (seja dentro da cabine ou no porão do avião) é determinado pela companhia aérea, portanto você terá de conversar com a companhia que deseja utilizar e obter as informações sobre como proceder (tipo de container para levar o animal, se há algum tipo de taxa, limite de peso, etc.).

    Espero ter ajudado!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 29/09/2011 @ 9:40 am

  40. Tarsila,

    Você sabe como é o comércio exterior na Irlanda?
    Como são as relações econômicas entre Brasil e Irlanda?
    Em que área fica o porto, em que Dublin é forte nas importações e exportações?

    Beijos,
    Natália.

    Comentário by Natália Nascimento — 14/03/2012 @ 5:52 pm

  41. Olá Natália,

    Infelizmente não sei como é o comércio exterior na Irlanda, pois não é minha área. Recomendo que você conheça a Enterprise Ireland: http://www.enterprise-ireland.com/en/

    Espero ter ajudado,

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 15/03/2012 @ 2:58 pm

  42. Nossa!!! Eu que estava pensando na possibilidade de me mudar para a Irlanda, e minha única preocupação era se ia encontrar alguém por aí pra passear com a minha cachorrinha baratinho (aqui em SP tem um rapaz nota 10 que anda com ela todo dia.. é ótimo pois eu não tenho tempo!!)
    Agora estou entendendo porque vc deixou no Brasil, Tarsila, se bem que… que saudade!!!

    E, como pediu uma pessoa mais acima, também gostaria muito de saberr mais sobre o sistema público de saúde e dentário… é bom? (eu vou obter cidadania italiana daqui a um tempinho, por isso a ideia de mudar pra Europa)

    Abs!

    Comentário by Ana — 14/06/2012 @ 3:31 pm

  43. Outra maneira que pode facilitar é ir com o animal primeiro para um país como a Italia, onde as exigências são menores, não? E de lá, já dentro da União Europeia, ir pra Irlanda.

    Comentário by Ana — 17/06/2012 @ 12:11 am

  44. Olá Ana,

    Há também restrições entre animais dentro da União Européia. É sempre recomendado checar com as autoridades locais. 🙂

    Espero ter ajudado,

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 16/07/2012 @ 3:21 pm

  45. Oi Tarsila,

    Liguei agora para o Lissenhall Quarantine Kennels and Catteries ( +353 1 8900375) e a moça que me atendeu informou que a partir do final deste ano (2012) será possível levar meu gato de estimação para Irlanda sem ter de deixa-lo na quarentena (Não perguntei se esta regra se aplicará a cachorro e outros animais).

    Segundo ela, para levar o animal de estimação basta ele ter as vacinas todas em dia, chip e ter um exame de sangue completo (dos últimos três meses) não apontando nenhuma doença.

    Você saberia me dizer se isso realmente é verdade ou onde posso confirmar isso ?

    Obrigado e parabéns pelo excelente conteúdo de seu site.

    Comentário by Murilo Goulart — 13/07/2012 @ 5:41 pm

  46. Olá Murilo,

    Obrigada pela atualização, vou retomar o assunto. 🙂

    Este link passa todas as informações necessárias, e veja aqui: http://www.citizensinformation.ie/en/moving_country/moving_to_ireland/coming_to_live_in_ireland/bringing_pets_to_ireland.html

    O Brasil é considerado um país de alto risco de acordo com a lista estabelecida pela Irlanda, portanto seu animal de estimação deve:

    Ser microchipados (isso deve ser feito antes de qualquer outra coisa)
    Ser vacinados contra a raiva posteriormente
    Tenha um exame de sangue após a vacinação anti-rábica, pelo menos, 3 meses antes da entrada.
    Tenha um Certificado Veterinário emitido ou visado pela autoridade competente do país de origem.

    Os cães devem ser tratados por tênia entre 24 e 120 horas antes da viagem (a hora e a data do tratamento devem ser inseridos no passaporte). O tratamento para os carrapatos não é obrigatório, mas é aconselhável obtê-lo ao mesmo tempo que o tratamento contra a tênia.

    O animal deve ser transportado por via aérea para a Irlanda, por uma companhia aérea aprovada ou você pode solicitar uma aprovacão prévia do departamento adequado. Entrada na Irlanda é feita pelo aeroporto de Dublin, de onde o animal será transferido para a instalação de quarentena para a inspeção no mesmo dia, para verificar se o animal está em conformidade com os requisitos de entrada. Todos os custos são de responsabilidade do proprietário do animal de estimação.

    Obrigada e espero ter ajudado,

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 17/07/2012 @ 7:19 pm

  47. Oi novamente,

    To tão empolgado agora que vejo uma luz para poder levar minha gatolina para Irlanda, que nem consigo acreditar e minhas interpretações.

    No site http://www.agriculture.gov.ie/pets/, pelo que entendi diz que posso levar meu animal de estimação.
    Basta o animal ter Passaporte, Vacinação anti-rábica pelo menos 21 dias antes da entrada, Tratamento contra a ténia específica de todos os cães de estimação e um exame de sangue tirado até três meses antes da entrada do animal no pais.

    Espero que eu tenha entendido tudo certo mesmo 🙂

    Comentário by Murilo Goulart — 13/07/2012 @ 6:05 pm

  48. Olá Murilo,

    Em relação ao link que você enviou, as especificações são referentes aos animais que vem de outro país da União Européia (Pets entering Ireland from the EU will require:), contudo veja a resposta que deixei acima.

    No link também há:

    “Animais de estimação que viajam países não qualificados (alto risco – como o Brasil) podem viajar para a Irlanda sem quarentena, desde que o animal de estimação tem um passaporte / certificado comprovativo de identificação de vacinações subsequentes de raiva. Após pelo menos 30 dias da vacinação contra a raiva o animal deve obter teste de sangue para confirmar uma titulação de anticorpos neutralizantes, pelo menos, igual a 0,5 IU / ml. Este animal de estimação pode entrar na Irlanda somente depois de pelo menos três meses que o teste de sangue deu este resultado.”

    Espero ter ajudado,

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 17/07/2012 @ 7:21 pm

  49. Olá Tarsila, td bem? Poxa seu site é maravilhoso, vc realmente é um anjo na vida da gente hehehehe. Bem eu li este post e fiquei na dúvida, e como funciona o transporte no caso da Irlanda pro Brasil? Vc saberia informar? Obrigada pela atenção. Abraços. 🙂

    Comentário by Rafaela — 23/09/2012 @ 5:30 am

  50. Olá Rafaela,

    Que é isso, eu tento ajudar e se consigo, fico muto feliz.
    As informações referentes a levar bichos da Irlanda para o Brasil são responsabilidade das autoridades brasileiras. Veja mais aqui: http://www.agricultura.gov.br/animal/animais-de-companhia/transporte-internacional

    Espero ter ajudado!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 04/01/2013 @ 11:52 am

  51. Ola Tarsila,
    Amei seu post!

    Tarsila, por favor, minha mama estara trazendo nossa gatinha do Brasil para a Espanha ano que vem.

    Alguma recomendacao de empresas para auxiliar-nos nisto?

    Muito Obrigado

    Comentário by Antonio — 02/12/2012 @ 1:19 pm

  52. Olá Antonio,

    Obrigada pelo carinho. Infelizmente não tenho como passar informações sobre o transporte para a Espanha, já que cada país tem regras específicas. Ainda assim recomendo o contato com o veterinário no Brasil e se possível com algum na própria Espanha.

    Espero ter ajudado!

    Comentário by Tarsila — 18/02/2013 @ 12:43 pm

  53. Bom dia Tarsila,
    estou recebendo uma doação de 03 filhotes de gatos da raça Mane Coon,de BILBAO na Espanha onde o doador esta com documentação,vacinas, passaporte pet , tudo em ordem …existe algum
    tempo de confinamento e espera de resultados de exames laboratoriais(quarentena)?…
    Eu terei que provideciar alguma documentação para retirar os filhotes aqui no Brasil?
    Voce tem ideía de quanto gastarei com o transporte deles de BILBAO para o Brasil Curitiba??
    Att,
    José carlos

    Comentário by josé carlos — 20/01/2013 @ 5:05 am

  54. Olá José Carlos!

    Infelizmente não sei como funciona o trânsito entre Bilbao e Curitiba. Eu recomendo que você faça uma pesquisa junto ao Ministério da Agricultura para obter mais informações: http://www.agricultura.gov.br/animal/animais-de-companhia/transporte-internacional

    Espero ter ajudado!

    Comentário by Tarsila — 11/04/2013 @ 11:03 pm

  55. Olá. Tenho lido em vários lugares que só se pode transporter cães e gatos em aviões para a Irlanda na modalidade carga. Será que isso é uma exigência do país ou de determinadas companhias aéreas? Ex. Iberia.

    Comentário by Luis — 15/02/2013 @ 10:10 pm

  56. Olá Luis,

    Fiz um artigo atualizado sobre este assunto aqui http://www.vidanairlanda.com/2013/03/imigrando-animais-de-estimacao-na-irlanda.html
    Acredito que todo o transporte é feito como carga, a menos que seu animal seja muito pequeno (pois já estive em vôos internacionais com cachorrinhos dentro – na gaiolinha).

    Espero ter ajudado

    Comentário by Tarsila — 16/04/2013 @ 3:09 pm

  57. Oi Tarsila.
    Acabo de deixar a mesma pergunta em um outro post, mas percebo que talvez tenha mais sentido deixar por aqui. Enfim, responda onde quiser, acompanharei os dois.
    Mais uma vez, seu site é demais! De listas de supermercado à documentação de pets! Melhor não fica!
    E eu o meu marido estamos pensando em passar um ano, no mínimo, por aí, no esquema das escolas de inglês e visto de trabalho. O inglês dos dois é bom, mas entendemos que esse é o jeito mais fácil de conseguir um visto pra trabalhar.
    Temos um impedimento apenas: temos gatos, e eu não estou muito disposta a deixar os bigodes pra trás. Já li tudo o que tem no site do governo, do ministério da agricultura e etc, e estamos dispostos a bancar os custos. Mas me pergunto se teremos problemas pra conseguir um lugar pra morar que aceite pets. Como é essa questão por aí? Há dificuldades? Você já teve, ou conhece alguém com, experiencia no assunto?
    Obrigada!

    Comentário by Manuela — 25/02/2013 @ 7:00 am

  58. Olá Manuela!

    Muito obrigada pelo comentário e carinho. Fico muito feliz que o Vida Na Irlanda a está ajudando!
    Vamos lá: Depende. Há sim poucos lugares para alugar que aceitam animais de estimação, mas existem. A questão principal fica por conta de conversar com o proprietário para negociar o assunto. Nos lugares onde eu morei não aceitavam animais de estimação e no meu contrato atual inclusive há uma clausula que diz que eu só posso ter um animal de estimação se tiver uma carta de consentimento do meu proprietário, que para a minha sorte, aceitou o Pixel aqui em casa sem problemas. Recomendo que você busque no DAFT as opções com “pets allowed”, mas já aviso que elas são bem mais difíceis de encontrar do que as que não aceitam.

    Espero ter ajudado!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 13/05/2013 @ 6:42 am

  59. Olá Tarsila…… tbm estava vendo de levar minha casa. Mas na embaixada irlandesa me informaram 3 meses a partir da Sorologia que a Zoonose (somente a de São Paulo que tem autorização internacional de fazer esse exame) faz a partir da amostra do sangue até o momento da viagem.
    Semana que vem coloco o microchip Iso 11784/85 e até o fim do mes eu vacino contra a raiva. Depois disso vou pedir pra minha mae ir no vet para tirar a amostra de sangue e levar na zoonose, que por sorte é perto de casa. Depois tenho que esperar 3 meses e qdo comprar a passagem. Marcar com o ministerio da agricultura para a documentação e passaporte. Após encaminhar por fax para a irlanda. Diz tudo no site que a propria embaixada http://www.agriculture.gov.ie/pets/requirementsforentryorre-entryofdogscatsandferretsintoirelandfromacountryoutsideoftheeuorcertainnon-eueuropeancountries/

    Comentário by erika — 08/03/2013 @ 10:37 am

  60. Olá Erika,

    Obrigada pelas informações e referências.
    Espero que tudo tenha dado certo.

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 16/05/2013 @ 11:56 am

Leave a comment

Comentários que não contribuem para o tópico acima serão deletados.