19/08/2010

Conhecendo a Irlanda: Garden Of Remembrance

Um pouco mais para cima da famosa O’Connell Street (para mais informações sobre a O’Connell Street, clique aqui) há um pequeno jardim dedicado aos homens e mulheres que lutaram pela liberdade da Irlanda:

O Garden Of Remembrance.

O Garden Of Remembrance está exatamente onde os Voluntários Irlandeses de 1913 foram criados e onde, três anos mais tarde, os líderes do levante de 1916 foram mantidos por uma noite antes de serem levados para a Kilmainham Gaol (para mais informações sobre essa prisão fantástica, clique aqui e também falei um pouco sobre o levante aqui)

Com toda essa história não é a toa que ele é dedicado àqueles que lutaram pelos direitos e liberdade dos Irlandeses.

Criado por Daithí Hanly foi aberto ao público pelo terceiro presidente da Irlanda, Eamon De Valera, em 1966, marcando o aniversário de 50 anos do levante de 1916.

No centro do Garden Of Remembrance há um espelho d’água na forma de um crucifixo. A parte interna dessa pequena “piscina” é composta por mosaicos com desenhos de espadas, lanças e escudos quebrados, simbolizando o abandono das armas e a implementação da paz.

O Garden Of Remembrance é sempre bem cuidado. A manutenção aqui é impecável. Todos os arbustos e gramados são aparados com freqüência, e como vocês podem ver, as flores são todas organizadinhas.

É um lugar muito quieto e calmo. Ideal para ler um livro na hora do almoço, ou para se pensar na vida. De vez em quando você verá turistas entrando para conhecer o lugar, mas eles ficam bem quietinhos.

Agora, a parte que talvez mais chame a atenção é a grande escultura de bronze que fica no final do Jardim e que só foi acrescentada em 1971, para simbolizar o renascimento e a ressureição depois de 900 anos de luta pela liberdade.

Essa escultura é baseada em uma antiga lenda irlandesa chamada as “Crianças de Lir” (Children of Lir).

Essa lenda conta que Bobd Dearg foi eleito o rei da raça humana e Lir, o rei do mar, ficou muito aborrecido. Para fazer as pazes, Bobd deu uma de suas filhas para se casar com Lir, e juntos eles tiveram quatro filhos: Fionnuala, Aodh, Fiachra e Conn.

Eles eram muito felizes, mas a mãe infelizmente morreu e para manter Lir feliz, Bobd deu outra filha para se casar com ele, Aoife. Aoife logo se tornou uma pessoa amarga e teve muito ciúmes do amor entre pai e filhos e organizou um passeio durante o qual as crianças deveriam ser assasinadas por um servo, mas ele se recusou a matá-las. Aoife também não tinha coragem para fazê-lo. Então ela usou seus poderes mágicos e os amaldiçoou, os transformando em cisnes, que tinham de passar 300 anos em Lough Derravaragh, que fica próximo ao castelo de Lir, 300 anos no Sea of Moyle e 300 anos em Irrus Domnann. Para quebrar o feitiço eles teriam de ser abençoados por um monge. Quando Lir descobriu tal traição, transformou Aoife em um demônio do ar por toda eternidade.

O final da história para as crianças tem várias versões, boas e não tão boas assim, e a que eu escutei foi essa aqui:

Depois de 900 anos sofridos vividos nesses três lagos eles escutaram um chamado e voltaram para casa. Lá havia um monge que os abençoou e os transformou em humanos novamente, mas eles agora tinham 900 anos, portanto como humanos não poderiam viver. Ao falecer puderam finalmente descansar em paz ao lado dos pais.

Toda a atmosfera do Garden Of Rememberance é de contemplação. Como eu disse é um lugar muito tranquilo, que propicia momentos para altas relfexões.

Na parede, atrás da escultura,  há o poema “We Saw A Vision” de Liam Mac Uistin, escrito em Gaélico, Inglês e Francês. Aqui segue o poema e abaixo a minha tradução:

“We Saw A Vision

In the darkness of despair we saw a vision, We lit the light of hope, And it was not extinguished, In the desert of discouragement we saw a vision, We planted the tree of valour, And it blossomed

In the winter of bondage we saw a vision, We melted the snow of lethargy, And the river of resurrection flowed from it.

We sent our vision aswim like a swan on the river, The vision became a reality, Winter became summer, Bondage became freedom, And this we left to you as your inheritance.

O generation of freedom remember us, The generation of the vision”.

* * * * *

“Tivemos Uma Visão

Na escuridão do desespero tivemos uma visão, Acendemos a luz da esperança, E ela não foi apagada, No deserto do desencorajamento tivemos uma visão, plantamos a árvore do valor, E ela floresceu.

No inverno da escravidão tivemos uma visão, Derretemos a neve da litargia, E o rio da ressurreição surgiu dela.

Deixamos nossa visão nadar como um cisne neste rio, A visão se tornou realidade, O inverno se tornou verão, Escravidão se tornou liberdade E isso é o que deixamos como sua herança.

Oh geração da liberdade, lembrem-se de nós, A geração da visão”.

Que o espírito da liberdade e respeito sejam inspirações para o dia de hoje!

Tenham uma ótima quinta-feira!

Postado por: | Comments (20)

20 Comments »

  1. Olá Tarsila,
    Que lindo esse jardim…Adorei as fotos!!
    Vc conhece ou tem alguma foto da cidade Navan Leinster??

    Bjs

    Comentário by Catiana — 19/08/2010 @ 1:02 pm

  2. Oi Catiana!

    Tudo bem? Então a Nayalla já me pediu fotos e talvez um post sobre Navan, mas eu ainda não conheço a cidade.

    Prometo que quando eu puder eu escrevo sobre Navan, tá bom?
    E se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 19/08/2010 @ 1:26 pm

  3. Que lugar lindo, Tarsila!
    Ele fica exatamente aonde???
    Parabéns!!
    Bjos.

    Comentário by Raisa — 19/08/2010 @ 3:53 pm

  4. Oi Raisa

    Eu disse no comecinho do post que ele fica um pouco mais para cima da O’Connell Street. Então vou dar as direções de lá: Se você estiver na O’Connell Street, siga ela até o final sentido norte. Você chegará em frente ao Ambassador. Continue em frente, passando ao lado do The Gate Theater, essa rua se chama Parnell Street East. Ele fica nesse mesmo quarteirão, do lado mesmo lado que o teatro, ou seja, do lado esquerdo da rua.
    Se ainda assim você não conseguiu achá-lo, basta procurar por Garden Of Remembrance no Google Maps. 🙂

    Espero ter ajudado e se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 19/08/2010 @ 5:50 pm

  5. Querida, Adorei te conhecer… posso dizer que foi um dos meus grandes momentos desde que cheguei aqui, sei que parece que estou exagerando, porem eh muito legal voce conhecer alguem que quando estava no Brasil, estava me ajudando um monte e que foi me apresentando a Irlanda e tirando muito das minhas duvidas e me preparando para quando eu chegasse na cidade nao ficar tao perdida…. nem sonhava que um dia pudesse te conhecer… rsrsrs
    Por isso venho aqui demostrar de forma publica e ate meio que exagerada meu enorme muito OBRIGADA pelo seu blog e pelo carinho que teve comigo, ainda mais, como te disse, antes de sair de casa tinha entrado aqui, para saber como proceder, e posso garantir para todo mundo… Ir na imigracao eh exatamente como voce descreve no topico sobre o GNB.
    E prometo que continuarei te visitando aqui no blog, porque posso te confessar outra coisa… rsrsr amei esse post… estive nesse parque na semana passada por acaso e eh realmente lindo, so que nao entendi muito bem oque era rsrsrsrs e agora entro aqui e tem um post dele PERFEITO rsrsrs…
    Vou continuar vindo aqui sempre e caso queira companhia para ir passear pode me chamar…. rsrsrs
    Beijinhos e se cuida.
    Nadja

    Comentário by Nadja — 19/08/2010 @ 6:49 pm

  6. Olá Nadja!

    Tudo bem??? Primeiramente muito muito obrigada pelos elogios, você é uma florzinha!
    Eu A-DO-REI conhecê-la hoje (na imigração, afinal de contas, eu também tenho de fazer minha visita anual ao escritório da GNIB). Eu fico muito feliz que eu pude te ajudar antes e durante a sua experiência aqui na Irlanda.
    Eu fiquei tão alegre quando você disse: “Você escreve o Vida Na Irlanda? Nossa, eu sempre acompanho seu blog!” tive aquele momento de “UAU! Que legal! Estou realmente ajudando as pessoas”. Claro que sempre recebo comentários super fofos e gentis agradecendo pelos posts, mas encontrar alguém, por acaso, que já conhecia o blog foi muuuuuuito legal! 🙂
    Bom, agora que nos conhecemos temos de sair para bater um papo né?
    Pelo jeito estamos conectadas hein? Você visita o Garden Of Remembrance bem quando eu faço um post sobre ele? rsrsrs E pode deixar que vou te chamar para as minhas andanças sim e quando quiser ou precisar é só me ligar tá?

    Beijinhos!!!

    Comentário by Tarsila — 20/08/2010 @ 9:01 am

  7. Que lindo, quero com certeza conhecer.

    bjos ótima quinta

    Comentário by Sônia — 19/08/2010 @ 7:49 pm

  8. Olá Sônia!

    É lindo mesmo e cheio de história! 🙂 Vale a visita sim!
    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 20/08/2010 @ 9:07 am

  9. Olá Tarsila,
    chego em Dublin no dia 28/09 vou estudar na ISI !!! Gostaria de dar os parabéns pelo site e dizer que me ajudou muito !!! Todo dia entro ansiosa p/ ver seus novos posts. Parabéns !!!
    Visitar seu blog aumenta ainda mais a vontade de ir logoooooooo !!! rs

    Bjusss,
    Juliana

    Comentário by Juliana — 20/08/2010 @ 12:10 am

  10. Olá Juliana!

    Muito obrigada pelos elogios! Adoro receber recadinhos fofos como o seu.
    Espero que o Vida Na Irlanda ainda a ajude muito, mesmo aqui na Irlanda, pois há bastante dicas bacanas para quem está aqui também. 🙂
    Nos vemos em breve então!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 20/08/2010 @ 9:15 am

  11. Sem dúvdas um dos melhores posts que já li por aqui. Adoro a história, o lugar e os detalhes que vc contou e eu não conhecia. Congrats. Salve!!

    Comentário by Ernani — 20/08/2010 @ 12:19 am

  12. Salve Ernani!

    Muito obrigada pelo comentário. Infelizmente nem tudo por aqui tem muitas explicações, não é mesmo? Por isso eu adoro compartilhar o que aprendo e contribuir para o conhecimento geral da nação. rsrsrs.

    E temos de marcar outro encontro de blogueiros hein?

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 20/08/2010 @ 9:19 am

  13. Que lugar show de bola! E com um solzinho melhor ainda, ótimo para passar um tempo pensando na vida ou sem pensar em nada e curtir a beleza e a tranquilidade do lugar. Anotado, local para visitar quando estiver por aí.

    Comentário by Marcondes — 20/08/2010 @ 2:55 pm

  14. Chegou meu guia Find Your Way! Yayy! \o/

    Obrigado, Tarsila! 😀

    Comentário by Adryan — 25/08/2010 @ 3:45 am

  15. Oi Adryan!

    Chegou?! Que legal! Gostou? Espero que sim!
    Você pode me mandar uma foto com ele?

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 25/08/2010 @ 9:49 am

  16. Olá Marcondes!

    É um lugar bem bacana mesmo! E o solzinho, nossa, sem comentários (pois ele não é lá muito freqüente pelas bandas de cá). 🙂

    Vale a pena a visita sim!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 25/08/2010 @ 9:56 am

  17. Olá Tarsila,

    Obrigada pela atenção!!!

    Bjosss!!

    Comentário by Catiana — 25/08/2010 @ 2:48 pm

  18. Oi Catiana!

    Disponha! E se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 25/08/2010 @ 5:25 pm

  19. Tarsila! Please! Help me!
    Preciso ir amanha numa entrevista em Navan (Commons Road, Navan, Co Meath).
    Estou em Dublin2 (Charlemont Street), mas estarei na UCD (Dublin 4) amanha.
    Sera que voce poderia me dar uma dica de como chegar la, seja do centro de Dublin ou mesmo da UCD?
    Please, se puder me mandar um text, eu agradeceria imensamente.
    (087)-1604111
    Thanks a lot
    Fabio Loyola

    Comentário by Fabio Loyola — 23/11/2010 @ 11:30 pm

  20. Olá Fábio!

    Já te mandei uma mensagem, espero que tudo dê certo!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 24/11/2010 @ 11:50 am

Leave a comment

Comentários que não contribuem para o tópico acima serão deletados.