15/02/2011

Conhecendo a Irlanda: Docklands

Há uma área em Dublin que segue o Rio Liffey começando próxima a  The Custom House e termina quase desembocando no Irish Sea, próximo ao The O2 Dublin do lado norte e do Grand Canal Theatre do lado sul. Essa área é conhecida como Docklands.

Há 14 anos esta era uma das áreas mais caídas da cidade, se extendendo pela Sir John Rogerson’s Quay (lado sul) e pela North Wall Quay (lado norte), apresentando sérios problemas sociais e econômicos.

Então o governo irlandês decidiu que iria transformar a região,  revitalizando e a tornando em um bairro auto-sustentável que representasse a regeneração do centro da cidade.

A área se desenvolveu bastante e atualmente conta com escolas, farmácias, escritórios, médicos, lojas, creches, restaurantes, etc. Há também um pequeno shopping center conhecido CHQ Building, veja mais sobre ele aqui.

source

Muitas casas de Docklands foram transformadas em prédios e alguns edifícios foram reformados para acolher grande parte dos moradores locais, mas também criando oportunidades para novos ocupantes.

Hoje, além de representar o centro financeiro da cidade (IFSC), Docklands conta com um grande centro de convenções e é conhecida como uma área que promove diversos eventos durante o ano, como o The Maritime Festival (Festival Marítimo), The Erdinger Oktoberfest, The Fun Run, Dublin Christmas Market, dentre outros. Para saber o que está rolando em Docklands, confira aqui.

Aos finais de semana, a área próxima ao ponto de Luas The Point, promove uma feirinha bacana com música, barraquinhas e um mercado de frutas e vegetais conhecido como The Point Village Market.

Outra coisa interessante é que nesta área está a famosa embarcação Jeanie Johnston, construída em 1847, que levou 2.500 imigrantes irlandeses durante a grande fome para a América do Norte. Hoje ela funciona como um museu da grande fome, contando a história desta travessia pelo oceano Atlântico.

Outros pontos que podem estar na sua lista de “lugares a conhecer” em Docklands incluem a novíssima ponte Samuel Beckett…

source

A humilde Dublin Wheel ao lado da famosa casa de eventos The O2 Dublin…

O The Famine Memorial e The World Poverty Stone …

O National Seaman’s Memorial…

E o famoso Grand Canal Theatre

com direito a conhecer (já que está bem pertinho) a Estátua do Almirante irlandês Brown, fundador da marinha Argentina (!)

Docklands é uma boa pedida para se conhecer durante os dias ensolarados da primavera ou do verão, já que é uma área relativamente aberta que corre ao lado do Rio Liffey dos dois lados e próxima ao mar…e vamos torcer para que estes dias cheios de sol cheguem logo!

Postado por: | Comments (26)

  1. Nossa, muito interessante o lugar, muita vontade de conhecer! Aqui em minha cidade também revitalizaram as docas e as transforam em ponto turístico, mas nada que se compare a isso!

    Não sei se já foste a Buenos Aires, mas as Docklands me lembraram um pouco Puerto Madero, que também conta com uma ponta similar à ponte Samuel Beckett, obra do mesmo arquiteto, como tu mesma me instruiste um dia! Quem sabe não tenha algo a ver, afinal, até estátua de argentino tem aí! 😛

    Beijos!

    Comentário by Adryan — 15/02/2011 @ 10:45 pm

  2. Olá Adryan!

    Acho que a revitalização das Docklands foi uma ótima iniciativa do governo e acredito que muitas cidades buscam fazer isto quando a área se torna perigosa ou caída. AINDA não fui à Buenos Aires (mas como tenho vontade! O mundo tem TANTOS lugares legais!), mas talvez Puerto Madero e Docklands sejam primos, mesmo que distantes…

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 16/02/2011 @ 5:02 pm

  3. Estou com vontade de ir logo no primeiro dia.
    Chego aí na próxima quinta (24/02), e vai ter show do Maroon 5 la no Gran Canal Theater.
    Vi que os ingressos estão esgotados. Será que consigo ingresso lá na hora?

    Comentário by C.A. — 15/02/2011 @ 11:19 pm

  4. Olá C.A.

    Então geralmente ingressos esgotados significam…esgotados. Não acho que você conseguirá ingressos na bilheteria, mas nunca se sabe se vai ter algum desesperado querendo vender os ingressos na porta…

    E se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 16/02/2011 @ 5:04 pm

  5. súúúúúper recomendo!

    =D

    Comentário by RODRIGATS — 16/02/2011 @ 12:21 am

  6. Olá Rodrigats!

    🙂 Obrigada por deixar sua opinião!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 16/02/2011 @ 5:10 pm

  7. muito show os lugares…

    vouuuuuuuuuuuuuuu tbbbbbbbbbb o/

    bjos tarsila!!

    Comentário by ediovani — 16/02/2011 @ 12:45 am

  8. Olá Ediovani!

    🙂 Que bacana que você curtiu, espero que goste mais ao vivo!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 16/02/2011 @ 5:10 pm

  9. Yupiii!!! Mais uma opcao de passeio para esse sabado!!! Pensei em ir na Guinness Store tambem!!! Ebaaa!

    CHEERS 😉

    Comentário by Zelia Peres — 16/02/2011 @ 3:42 pm

  10. Olá Zelia!

    Você já viu o post sobre a Guinness Storehouse? Confira aqui:
    http://www.vidanairlanda.com/2010/03/conhecendo-a-irlanda-guinness-storehouse.html
    E se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 16/02/2011 @ 5:15 pm

  11. Nossa! Há um tempinho vem pensando em um intercâmbio e provavelmente na Irlanda. Que bom que encontrei este espaço.
    Um abraço!

    Comentário by Marcélia Macidália — 16/02/2011 @ 9:50 pm

  12. Olá Marcélia!

    Obrigada pelo comentário e por ter encontrado o Vida Na Irlanda! Espero vê-la mais por aqui e se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 28/02/2011 @ 7:28 am

  13. Oi linda,
    Não vejo hora de ter um tempinho pra poder seguir o Liffey todo parando em vários lugares desses pra tirar fotos. Adorei! Fiquei sabendo que aquela ponte é móvel, verdade? Vou super esperar pra ver, rs.

    Beijo!!!

    Comentário by Rodolfo Collin — 16/02/2011 @ 10:49 pm

  14. Oi Rodolfo!

    A ponte Samuel Beckett se mexe sim, mas não é com muita freqüência…espero que você consiga vê-la se mexendo. 🙂

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 28/02/2011 @ 7:33 am

  15. Olá Tarsila,
    Muito legal o post! É uma região realmente interessante. Na foto da ponte Samuel Beckett deu até pra ver o prédio em que moro 😉

    Abraço.

    Comentário by Ivo Filho — 16/02/2011 @ 11:41 pm

  16. Olá Ivo!

    Obrigada pelo comentário! Que bacana que você já conhece Docklands e aprova o passeio. 🙂
    E ainda dá pra ver onde você mora? Que legal! Espero que esteja curtindo sua experiência por aqui e se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 28/02/2011 @ 7:35 am

  17. Que lugar lindo… Gostei muito do seu Blog, ainda estou lendo o segundo post rsrsrs mas já gostei… Só uma perguntinha: Por suas análises, você acha que os homens irlandeses são menos machistas que os homens brasileiros? Espero que não se incomode em me responder… Beijos e parabéns pelo Blog!

    Comentário by Vitória — 06/03/2011 @ 12:58 am

  18. Olá Vitória!

    Obrigada pelo comentário e por curtir o Vida Na Irlanda. 🙂
    Vamos à sua pergunta: Bom, acho que existem homens machistas e outros não, independente da nacionalidade. Aqui eu não vejo tantos homens mexendo com mulheres como no Brasil, a cultura é mais “de boa”, as pessoas são mais “sossegadas” neste aspecto. Aqui, homens e mulheres são mais independentes, então talvez, desta perspectiva o irlandês seja menos machista, mas tudo depende de quem encontramos nos nossos caminhos…
    Espero ter ajudado e se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 07/03/2011 @ 9:54 pm

  19. oi Tarsila, queria tirar uma duvida sobre um assunto q tem a ver com a vida na irlanda…não sei se ja publicou algo a respeito mas o que vc sabe sobre os “nackers” ( acho q é assim q se escreve hehe) onde eles vivem,quais os bairros mais perigosos,o que eles fazem,pois ninguem fala deles, a gente só descobre qdo vem morar aqui,eu cheguei na ultima sexta e me deixaram bem assustada sobre isso,voce poderia me ajudar a entender melhor isso tudo?muito obrigada!!!

    Comentário by alice — 16/03/2011 @ 9:37 am

  20. Olá Alice!

    Vamos lá:
    Os “Knackers”, aliás eu não gosto de chamar ninguém assim, porque esta palavra é um termo pejorativo que se refere aos Irish Travellers. Muitas pessoas associam a palavra à pessoas de baixa renda e má índole, portanto se referem à qualquer pessoa de comportamento suspeito ou baderneiro como “knacker”.
    Assim como em qualquer lugar do mundo, não é recomendado ficar “dando sopa” em áreas com pouco movimento, mas de modo geral se você não mexe com as pessoas (e nem fica olhando) elas também não mexem com você.
    Se você perceber alguma atividade suspeita, tente entrar em uma loja, atravesse a rua, ou simplesmente volte de onde você veio. Eu sou da prática que é melhor prevenir do que remediar e até hoje nada aconteceu comigo por aqui. 🙂

    Espero ter ajudado!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 13/06/2011 @ 5:06 pm

  21. vou pra dublin, irlanda em 2011 provavelmente em agosto, estou ansioso porque muita gente contra. conheço todo o brasil, mas o problema, sou eu e mais ninguem.

    Comentário by marcello leite — 16/04/2011 @ 3:29 am

  22. Olá Marcelo!

    Qual é o problema em vir sozinho? Pense consigo mesmo quais são seus objetivos e levando em conta seus valores você chegará à uma decisão. Não se apresse. Talvez agora não seja a hora, talvez seja, mas a melhor coisa que você pode fazer é refletir sobre o que você quer tirar desta experiência. Assim você saberá se vale a pena ou não investir nela. 🙂

    Espero ter ajudado!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 13/06/2011 @ 5:08 pm

  23. Olá, já tentei informações da Irlanda para um trabalho que estou fazendo e ninguém dá retorno. Espero conseguir com vc! Gostaria de saber se em Dublin tem algum haras e também queria mais informações desses “Knackers” que li lá em cima. Se possível pode me ajudar. Desde já muito obrigada!!

    Comentário by Vivian Mello — 03/11/2011 @ 1:41 am

  24. Olá Vivian!

    Vamos lá:
    Eu fiz uma breve pesquisa (até porque aqui na Irlanda há bastante criadores de cavalos) e encontrei alguns sites de haras:
    http://irishnationalstud.ie/home (Em Kildare)
    http://www.airliestud.com/ (Em Kildare)
    http://www.kylemorestud.com (Em Galway)
    http://www.belmonthousestud.com (Em Offaly)

    Também encontrei alguns contatos de Haras no condado de Dublin, mas estes não tem sites.
    Ballinascorney Stud – Ballinascorney Lower, Dublin 24, Co Dublin, Ireland – Tel: +353 (0)1 264560
    Canadian Stud – Oakville House, Newcastle, Co Dublin, Ireland – Tel: +353 (0)1 458 9904
    Ekser House Stud – Esker House, Esker, Lucan, Co Dublin, Ireland – Tel: +353 (0)1 628 0283
    Hilltown Stud – Clonsilla, Dublin 15, Co Dublin, Ireland – Tel: +353 (0)1 821 3209
    Springton Stud – Springfield, Glenamuck Road, Carrickmines, Dublin 18, Co Dublin, Ireland – Tel: +353 (0)1 280 5496

    Espero ter ajudado,

    Beijinhos

    PS. Os “Knackers”, aliás não gosto de chamar ninguém assim porque esta palavra é um termo pejorativo que se refere aos Irish Travellers. Muitas pessoas associam a palavra à pessoas de baixa renda e má índole, portanto se referem à qualquer pessoa de comportamento suspeito ou baderneiro como “knacker”, mas isto não é necessariamente verdade.
    Assim como em qualquer lugar do mundo, não é recomendado ficar “dando sopa” em áreas com pouco movimento, mas de modo geral se você não mexe com as pessoas (e nem fica olhando) elas também não mexem com você.
    Se você perceber alguma atividade suspeita, tente entrar em uma loja, atravesse a rua, ou simplesmente volte de onde você veio. Eu sou da prática que é melhor prevenir do que remediar e até hoje nada aconteceu comigo por aqui.

    Comentário by Tarsila — 07/11/2011 @ 9:59 am

  25. Valeu mesmo! Foi de grande ajuda!! Mas sobre este grupo que vc citou por último, vc disse q não gosta de chamá-los assim, mas então como chamá-los, como se referir à eles? Valeu!!! Vivi

    Comentário by Vivian Mello — 28/11/2011 @ 1:38 pm

  26. Olá Vivian!

    Disponha, fico muito feliz em poder ajudar.
    Algumas pessoas podem parecer suspeitas por ter comportamento arruaceiro, bagunceiro, etc. Prefiro deixar esta história de “dar nome” de lado, só queria dizer que muitas vezes algumas pessoas chamam outras de “knackers” (que significa algo como “vagabundo”) e nem sempre isto é verdade…

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 09/12/2011 @ 5:12 pm

Sorry, the comment form is closed at this time.