30/06/2011

Imigrando: Impostos

Muitos brasileiros que vem para a Irlanda com o intuito de estudar também vem a procura de trabalho para se manter. Por isto se matriculam em cursos que dão direito ao acesso ao trabalho e devem ter em mente de que este trabalho é LEGAL e para tanto o empregado deve ser devidamente registrado.

Assim como no Brasil o trabalhador registrado tem de pagar impostos e já aviso que não sou especialista em contabilidade, nem em impostos e portanto vou cobrir este assunto de forma breve, mas abordando aspectos de interesse para a maioria.

O imposto que você com certeza irá pagar se for um trabalhador devidamente registrado é o income tax (imposto sobre o rendimento) na forma de PAYE (Pay As You Earn), ou seja, você pagará impostos conforme for recebendo seu dinheiro, diretamente na folha de pagamento. Em outras palavras, o valor do income tax será deduzido do seu salário antes mesmo de chegar na sua conta bancária irlandesa.

O valor do income tax pode ser de 20% (padrão) ou 41% (Emergency Tax ou Imposto de Emergência).

A cobrança da Emergency Tax ocorre em casos diferenciados e infelizmente pega muita gente desprevenida no primeiro salário. Isto normalmente ocorre quando o seu registro (feito pelo empregador junto ao Revenue Comissioners) ainda não foi processado, ou seja, eles ainda não tem todas as informações que precisam para realizar seu cadastro com sucesso.

Para evitar a Emergency Tax você deve, assim que tiver uma proposta de emprego e seu número de PPS em mãos, se dirigir ao Revenue Office (Em Dublin fica na 9/15 O’Connell Street, Dublin 1 – ao lado do Burger King que fica perto do Spire) e preencher o Formulário 12A ou “Form 12A“, disponível no local e seguir os seguintes passos:

* Para quem não fala muito bem inglês, o Revenue Office criou uma cópia do formulário 12A em português somente para referência, baixe ele aqui. Atenção, este formulário não é válido e serve somente como referência, ou seja,  você ainda terá de preencher o formulário em inglês.

* Algumas informações a serem preenchidas no formulário 12A se referem ao seu empregador, portanto, não esqueça de consultá-lo. Ao terminar o preenchimento, entregue o formulário 12A ao Revenue Office.

* Se tudo der certo, tanto você quanto seu empregador receberão um “Tax Credit Certificate”, que explica como funcionam as deduções de impostos no seu caso.

Muitas pessoas ficam horrorizadas ao ver que bem no primeiro mês de trabalho foram descontadas quase metade do valor do salário por causa da Emergency Tax. Muita calma. Caso isto aconteça, você deve ligar para o Revenue Comissioners ou conversar com o seu empregador para ajustar a situação, na maioria dos casos o Revenue Office só precisa de algum detalhe, como o número de registro do seu empregador ou seu número de PPS.

Com tudo resolvido você será cobrado a taxa padrão de 20% no salário seguinte e também receberá o montante que foi retido/descontado no primeiro salário. Portanto não se preocupe, você irá reaver o dinheiro que foi indevidamente cobrado.

Outro tipo de imposto que você poderá pagar chama-se PRSI – Pay-Related Social Insuranceuma contribuição que permite o acesso a alguns benefícios públicos, como por exemplo o acesso aos hospitais. O valor a ser cobrado depende do montante que você ganha e do tipo de imposto que você paga; consequentemente o acesso aos benefícios é limitado ao montante da contribuição. Portanto você só saberá o valor cobrado de PRSI uma vez que você souber em qual classe de imposto você está registrado.

Finalmente há um outro imposto que é pago por todos aqui e se chama VAT (Value Added Tax). Ele é o imposto cobrado sobre a compra de produtos ou serviços e serve para contibuir em projetos como educação e transporte. Ele está incluso em quase tudo e portanto não é deduzido diretamente do seu salário, mas sim acrescido quando você compra praticamente qualquer coisa. Observe suas notas fiscais e você verá uma cobrança chamada VAT lá. É exatamente isso.

Hoje o valor padrão atual do VAT é de 21% , mas há uma proposta de redução para 9% entre os períodos de 1 de Julho de 2011 até 31 de dezembro de 2013. Vamos cruzar os dedos!

Espero que este post esclareça algumas dúvidas em relação aos impostos, já que aqui não temos de fazer imposto de renda como no Brasil, mas temos de pagar impostos sim. Para mais esclarecimentos visitem www.revenue.ie

Postado por: | Comments (82)

  1. Olá Tarsila,
    Estou pensando em ficar o próximo ano em Dublin estudando e trabalhando, encontrei o site pelo Google e estou lendo bastante sobre tudo, ótima matéria e continue o ótimo trabalho.
    Abraços,
    Tiago.

    Comentário by Tiago — 30/06/2011 @ 2:51 pm

  2. Olá Tiago!

    Obrigada pelo comentário e elogios! Espero que você encontre no Vida Na Irlanda todas as informações que está procurando. 🙂

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 04/07/2011 @ 7:40 pm

  3. Ei Tarsila, tudo bem?

    To precisando tira uma dúvida enorme com vc!
    Tem como eu te mandar um e-mail particular?´
    Qual é o seu e-mail?

    Bjus

    Comentário by Camila — 30/06/2011 @ 3:05 pm

  4. Olá Camila!

    Comigo tudo ótimo e com você?
    Infelizmente eu não estou mais passando meu email, simplesmente pelo fato de receber centenas por dia e não consigo responder à todos. Fico feliz em responder seu comentário, inclusive porque muitas pessoas podem ter a mesma dúvida que você. No mais, recomendo que você use a barra de busca do lado direito e também consulte a página de dúvidas freqüentes: http://www.vidanairlanda.com/duvidas às vezes sua dúvida já está lá. 🙂

    Espero ter ajudado!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 04/07/2011 @ 7:43 pm

  5. Interessante e bastante útil o post!

    Agora uma dúvida: como é feita a restituição dos impostos?

    Comentário by Adryan — 30/06/2011 @ 4:24 pm

  6. Olá Adryan!

    Como os impostos são normalmente coletados diretamente da sua folha de pagamento (ou sobre produtos), você poderá pedir para o Revenue Office observar seus pagamentos e ver se você pagou mais do que deveria. Normalmente não há este tipo de diferença, mas se você está na dúvida é só passar por lá e pedir para reverem.

    Em relação ao VAT (imposto sobre produtos ou serviços) você pode pedir a restituição quando for sair da União Européia. Só é possível obtê-lo sobre as compras feitas alguns meses (normalmente 3) antes da sua saída e no último ponto da União Européia (por exemplo, ao retornar ao Brasil).

    Por exemplo, se você foi voltar para o Brasil em abril, pode pedir o VAT desde Janeiro, contudo deve ter prova da compra (nota fiscal), mas ao comprar você deve informar o estabelecimento que você não mora na Irlanda e está saíndo da união européia. Eles irão anexar um formulário à nota, que deve ser preenchido,assinado e carimbado para pedir este reembolso.

    Com todas as notas e respectivos formulários preenchidos, assinados e carimbados em mãos, você deve se dirigir ao balcão de TAX-FREE no aeroporto e pedir seu dinheiro de volta.

    Eles irão analisar os documentos enviados e depois de alguns meses extornarão o dinheiro em seu cartão de crédito.

    Espero ter ajudado!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 18/07/2011 @ 2:18 pm

  7. Também encontrei o site no google, tá me ajudando muito!
    Já li quase todos os Posts e até fiz amizade com alguns Brazucas entrevistados!
    Obrigada por todas as dicas 😉

    Comentário by Simone — 30/06/2011 @ 6:35 pm

  8. Olá Simone!

    Que bacana! Fico feliz em poder ajudar e em ter feito amizades! 🙂

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 04/07/2011 @ 7:59 pm

  9. Tarsila,

    Uma pergunta:

    Eu tenho o PPS mas ainda nao trabalho, tenho como reaver o VAT que pago nos produtos ou nao?

    Thanks!

    Comentário by Lisandro Cabral de Jesus — 30/06/2011 @ 10:20 pm

  10. Olá Lisandro!

    Enquanto você estiver na Irlanda você não tem como reaver o VAT.
    Só é possível obtê-lo sobre as compras feitas alguns meses (normalmente 3) antes da sua saída e no último ponto da União Européia (por exemplo, ao retornar ao Brasil).

    Por exemplo, se você foi voltar para o Brasil em abril, pode pedir o VAT desde Janeiro, contudo deve ter prova da compra (nota fiscal), mas ao comprar você deve informar o estabelecimento que você não mora na Irlanda e está saíndo da união européia. Eles irão anexar um formulário à nota, que deve ser preenchido,assinado e carimbado para pedir este reembolso.

    Com todas as notas e respectivos formulários preenchidos, assinados e carimbados em mãos, você deve se dirigir ao balcão de TAX-FREE no aeroporto e pedir seu dinheiro de volta.

    Eles irão analisar os documentos enviados e depois de alguns meses extornarão o dinheiro em seu cartão de crédito.

    Espero ter ajudado!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 04/07/2011 @ 9:10 pm

  11. Tarsila,

    Post muito interessante! Suas dicas são sempre bacanas!!

    Estou ansiosa para chegar ai!!

    Beijo

    Comentário by Carol — 01/07/2011 @ 12:07 am

  12. Olá Carol!

    Muito obrigada pelo comentário! Fico feliz em poder ajudar e não se preocupe, logo logo você estará aqui! 🙂

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 04/07/2011 @ 8:06 pm

  13. olá Tarsila, tudo bom !

    tenho uma duvida, posso comprar um chip vodafone e colocar no meu tel ?

    parabens pelo blog !!!

    beijos

    Comentário by esteban — 01/07/2011 @ 12:36 am

  14. Olá Esteban!

    Normalmente comprar um chip de qualquer operadora pode funcionar no seu celular, desde que o aparelho seja desbloqueado, ou seja, que seja possível utilizar outras operadoras além da que você tem no Brasil. Alguns aparelhos já vem desbloqueados de fábrica, caso você não saiba recomendo você procurar o estabelecimento no qual você comprou seu aparelho e se informar.

    Espero ter ajudado!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 04/07/2011 @ 8:08 pm

  15. Ola Esteban!

    Comigo tudo ótimo e com você?
    Acredito que sim, se seu aparelho não estiver bloqueado ele deve funcionar sem problemas. 🙂

    Espero ter ajudado!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 14/07/2011 @ 10:57 am

  16. Ola Tarsila, tudo bem?

    Eu consigo divulgar uma vaga para morar aqui no seu blog? Pois tenho uma vaga disponivel de imediato.

    No aguardo

    Bjo

    Marcos Kulesza
    m_kulesza@hotmail.com

    Comentário by Marcos Kulesza — 01/07/2011 @ 7:05 pm

  17. Olá Marcos!

    Infelizmente eu não tenho um espaço aberto para este tipo de anúncio. Recomendo que você procure comunidades e fóruns no facebook ou orkut, onde há bastante procuras por vagas.

    Espero ter ajudado!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 04/07/2011 @ 8:13 pm

  18. Muito bom esse post Tarsila, eu já tinha visto esse tal de form 12a, mais realmente não sabi o que era. Mias uma informação para o planejamento durante o intercâmbio.
    Um Abraço

    Comentário by Jonathan Maia — 02/07/2011 @ 2:21 am

  19. Olá Jonathan!

    É um prazer poder ajudar! 🙂

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 04/07/2011 @ 8:19 pm

  20. Oi Tarsila,
    Adicionei o Vida na Irlanda nos favoritos do meu blog! Espero que não se importe..
    beijos

    Comentário by Barbara Fertonani — 02/07/2011 @ 7:35 pm

  21. Olá Barbara!

    Magina! É uma honra!
    Como retribuição adicionei o “City of Blinding Lights” ao blogroll do Vida Na Irlanda!

    Obrigada e Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 04/07/2011 @ 8:21 pm

  22. Parabéns Tarsila.

    Também estou me preparando para uma viagem a Dublin no ano que vem e tenho acompanhado os posts. As informações postadas aqui são muito úteis.

    Um abraço…

    Comentário by Leandro — 03/07/2011 @ 2:32 am

  23. Olá Leandro!

    Muito obrigada pelo comentário e elogios!
    Espero vê-lo mais por aqui!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 04/07/2011 @ 8:22 pm

  24. Tarsila, tudo bem?
    Veja se consegue me esclarecer essa dúvida..
    Sai do meu primeiro trabalho e agora estou trabalhando em outro lugar… ja tinha retirado o meu tax certificate do primeiro job e quando sai peguei o P45… entreguei o P45 para o meu emprego atual… pois bem, acabei de receber o meu primeiro pagamento e no payslip veio descontado o PAYE… oq eu devo fazer? Tenho q preencher novamente o 12A para pegar outro tax certificate? e ai depois que preencher este formulario vou receber meu salario 100% sem nenhum desconto?
    Thanks again…
    Camila!

    Comentário by Camila — 03/07/2011 @ 7:16 pm

  25. Olá Camila!

    Comigo tudo ótimo e com você?
    Vamos lá:
    Você já tem seu tax certificate e não precisa de outro, então sem desespero. Você já deu seu P45 para seu empregado (que já deve ter o enviado para o Revenue para que você seja registrada no novo emprego). ATENÇÃO – Se você é trabalhadora registrada você terá SEMPRE de pagar o PAYE. Não tem como receber seu salário 100% (nem no Brasil isto é possível).

    Você deve falar com seu empregador caso você esteja sendo descontada a EMERGENCY TAX (41%), de outro modo, é assim como o pagamento de impostos funciona.

    Espero ter ajudado!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 04/07/2011 @ 8:29 pm

  26. Tarsila, boa tarde. Estou programando minha viagem para Dublin, sempre leio seu blog e ADORO seus posts. Parabéns!!! Você poderia tirar uma dúvida, por gentileza? O VAT de 21% que você menciona já está incuso no valor de prateleira dos produtos ou não? Por exemplo, em uma loja de roupas a etiqueta está com preço de 100 euros. No caixa eu pagarei os 100 euros (com o VAT já incluso no valor) ou terei que pagar 121 euros (100 + os 21%)?

    Muito obrigada!!! Beijos e parabéns novamente pelo blog!

    Comentário by Gláucia — 04/07/2011 @ 6:25 pm

  27. Olá Gláucia!

    Muito obrigada pelo carinho. 🙂
    Sim, na grande maioria dos casos o VAT já está incluso, se não estiver a empresa é obrigada a dizer algo como “PRICE EXCLUDING VAT”.

    Espero ter ajudado!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 04/07/2011 @ 8:34 pm

  28. Tarsila,

    Eu tenho que voltar para o Brasil ou basta eu sair da Europa?
    Por exemplo, se eu viajo para o Marrocos ou o Leste Europeu tenho como recuperar o meu VAT, pergunto porque comprei um computador aqui e gostaria de ter a grana dele de volta… Rs

    Thanks!

    Comentário by Lisandro Cabral de Jesus — 04/07/2011 @ 11:55 pm

  29. Olá Lisandro!

    Teoricamente você teria de sair da união européia sem intenção de retorno, por exemplo, de férias não vale. Você pode tentar, mas não sei se é possível neste caso, acredito que não.

    Espero ter ajudado!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 05/07/2011 @ 9:02 pm

  30. Mais uma vez, parabéns. Ótimo post, e as dúvidas das outras pessoas responderam algumas das minhas. Obrigado Tarsila

    Comentário by Fernando Bassoli — 05/07/2011 @ 2:31 pm

  31. Olá Fernando!

    Muito obrigada e espero vê-lo mais por aqui!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 05/07/2011 @ 9:12 pm

  32. estou diariamente lendo visitando tudo sobre dublin pra onde pretendo ir no final do ano , fico grato pela as informações aqui encontradas, gostaria tbém de conhecer alguém que esteja atualmente na cidade, obrigado.

    Comentário by Raimundo Nonato Barbosa Silva — 05/07/2011 @ 2:54 pm

  33. Olá Raimundo!

    Obrigada pela visita e comentário. Eu estou atualmente em Dublin, aliás, moro aqui há mais de 4 anos. 🙂
    Espero vê-lo mais por aqui.

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 05/07/2011 @ 9:13 pm

  34. quanto devo levar em dinheiro pra me manter alguns dias até eu começar a trabalhar.

    Comentário by Raimundo Nonato Barbosa Silva — 05/07/2011 @ 2:57 pm

  35. Olá Raimundo!

    Eu não posso dizer o quanto é suficiente para você se manter, pois isto depende do seu estilo de vida e de como são seus gastos pessoais. O mínimo exigido pela imigração é de €3.000 para gastos iniciais, mas eu sempre recomendo que você traga o máximo que puder além dos €3.000, afinal de contas é melhor previnir do que remediar.

    Espero ter ajudado!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 05/07/2011 @ 9:17 pm

  36. Olá Tarsila,

    Na Irlanda há algum tipo de preconceito ou distinção para pessoas de pele morena? Parabéns! Ótimo post!!

    Comentário by Gomez — 08/07/2011 @ 6:10 pm

  37. Olá Gomez!

    De modo geral os irlandeses são hospitaleiros e receptivos e Dublin em especial é repleta de pessoas de todas as partes do mundo. Ao andar pela O’Connell Street você vai escutar mais idiomas do que já ouviu em toda sua vida. Eu não conheço ninguém pessoalmente que tenha sofrido discriminação em relação à raça ou por ser brasileiro.

    Aqui há diversas campanhas contra diversos tipos de discriminação, como ‘Say No do Ageism Week’ e ‘One City One People – Dublin Does not accept Racism or Discrimination’, uma iniciativa que busca ampliar as oportunidades para as pessoas das mais variadas culturas para se unir e compartilhar experiências, convivendo de forma integrada.

    No interior do país você verá o “típico” irlandês: Pessoas que são conhecidas pela alegria, hospitalidade, aconchego e bom-humor. Felizmente eu nunca tive uma experiência negativa que me fez sentir que o povo daqui fosse preconceituoso. Na verdade, só tenho coisas boas a dizer.

    Claro, existem pessoas que não são bacanas, como em qualquer lugar do mundo, mas não acho que os irlandeses de modo geral são racistas ou preconceituosos.

    Espero ter ajudado!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 09/07/2011 @ 12:21 am

  38. Olá Tarsila,

    Tudo bom? Gostaria de saber se você conhece a escola IBAT, se conhece é uma boa escola? você indicaria ela? hum… O que eu observei e algumas escolas oferecem mais coisas que as outras por exemplo um estágio, a IBAT esta oferecendo fechar tudo com ela passagens e tal.
    ADOREI TEU BLOG e o VLOG ele é simples objetivos direto e sempre esclarece tudo que queremos tipico de uma criação de professora rsrsrsrs, Continue mantendo o Vlog e o Blog.

    Grato
    Klaus Greiner

    Comentário by Klaus Greiner Fiorini — 08/07/2011 @ 6:46 pm

  39. Olá Klaus!

    Comigo tudo ótimo e com você?
    Obrigada pelo carinho! Fico feliz em poder ajudar.
    Realmente os preços das escolas variam pois o que cada uma oferece é diferente. Algumas oferecem atividades extras, outras não, é sempre bom perguntar tin-tin por tin-tin o que há em cada pacote.
    Eu pessoalmente não conheço a IBAT college, contudo já estou programando entrevistas com alunos da instituição e espero poder passar mais informações em breve e…realmente acho que meu lado professora também contribui para o Vida Na Irlanda. 🙂

    Espero ter ajudado!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 09/07/2011 @ 12:29 am

  40. Olá Tarsila, sou mais uma fã de sua genialidade e solidariedade ao compartilhar todo este conteúdo de forma tão clara e detalhista.
    Eu e meu noivo estamos nos preparando para uma estadia de 1 ano aí, na Irlanda, para aprimorarmos nosso inglês e claro vivenciar a experiência de morar em outro país. Nossos planos incluem além do estudo, trabalhar durante o período. A minha pergunta é: Para conseguir o visto de estudante você tem q ter o seguro de saúde, que pelo que eu entendi é para que caso seja necessário você procure empresas particulares, conveniadas com seu seguro para atendimentos médicos porque em instituições públicas o estudante não encontraria atendimento (me corrija se estiver errada, por favor rs), aí é que vem minha dúvida… por que além deste seguro, o imigrante com o visto de estudante e que está trabalhando legalmente, ou seja, é registrado, sofre o desconto do imposto PRSI já que pelo que eu entendi é relacionado ao uso de hospitais, os quais o estudante não teria o direito de utilizar?
    Espero que tenha dado para entender rs
    Fico aguardando sua ajuda, Tarsila, e desde já agradeço. Bjs!

    Comentário by Josi Almeida — 24/07/2011 @ 11:50 pm

  41. Olá Josi!

    Muito obrigada pelos elogios. 🙂
    Vamos lá: Para se registrar junto à imigração (GNIB) é OBRIGATÓRIO comprar o seguro-saúde governamental e ele tem cobertura em toda a Irlanda para casos emergenciais.
    Normalmente ao ser acionado o seguro implica no pagamento de uma taxa, mas pode ser usado nos hospitais públicos sim.

    A diferença é que o estudante que NÃO É cidadão da união européia, mesmo sendo trabalhador registrado e pagando impostos NÃO tem direito a usar o serviço público gratuitamente, ou seja, terá de pagar por isto (seja através do seguro-saúde obrigatório ou de qualquer outro serviço adicional que você tenha, caso queira). Infelizmente o processo funciona assim.

    Espero que tenha ficado claro e que ajude.

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 25/07/2011 @ 10:51 am

  42. Ahh tahhh… entendi! Só a título de curiosidade vc tem noção de quanto mais ou menos é esta taxa adicional cobrada a um estudante para um atendimento de emergencia, por exemplo, em algum hospital público?
    Bjus!
    P.S.: Eu apoio a sugestão deixada por uma de suas leitoras, de que toda esta informação, inclusive as dúvidas e perguntas mais frequentes deveriam se tornar um livro, para mim, uma bíblia, uma cartilha explicativa e discontraída indispensável de como ir morar na Irlanda… rs Quem sabe no futuro, neh? rs

    Comentário by Josi Almeida — 25/07/2011 @ 3:06 pm

  43. Olá Josi,

    Depende, não tenho certeza, mas já ouvi dizer que o acesso ao atendimento de emergência com o seguro-saúde é €100 e sem seguro nenhum €300, contudo acredito que você deva perguntar à sua agência como é o funcionamento do seguro que você quer contratar.
    P.S. Muito obrigada por todo o carinho, fico muito feliz em ajudar! 🙂 E estou pensando na questão do livro sim, obrigada pela sugestão!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 26/07/2011 @ 8:42 pm

  44. Olá. Meu nome é Aline e eu gostaria que você pudesse me auxiliar com a seguinte questão.
    Em maio eu trabalhei em um festival durante 5 dias e este foi o meu primeiro emprego. Como eu não havia me cadastrado, eu paguei a taxa emergencial, e ao invés de eu receber 600 euros, eu recebi apenas 320. Logo após, eu comecei a trabalhar em um pub, mas não pedi minha P45 nesse primeiro emprego (ou seja, tecnicamente eu continuei trabalhando pra essa empresa de recrutamento). Mas sempre recebi meus salários do pub descontados a taxa normal do governo. Em dezembro, quando eu parei de trabalhar neste pub, e pedi as minhas duas P45’s (do primeiro emprego e do segundo) e levei ao tax revenue. Agora eu recebi o dinheiro, mas recebi apenas 54 euros do primeiro emprego e não recebi nada do segundo emprego. Fui ao tax revenue e eles me informaram que segundo a carta que eles receberam do meu 1º empregador, eles só devem me pagar os 54 euros. E o revenue não deve me pagar nada pelo segundo emprego.
    Minha dúvida é a seguinte: quem deve me pagar a taxa emergencial, o governo, o meu 1º empregador ou o 2º empregador? Não sei o que eu faço, porque eu estou voltando pro Brasil em fevereiro.
    Já procurei em milhares de lugares a respeito de informações, mas não consigo encontrar nada.

    Muito obrigada!
    Beijos

    Comentário by Aline — 14/01/2012 @ 1:53 am

  45. Olá Aline,

    Obrigada pelo comentário.
    Vamos lá: O governo recolhe a taxa do seu empregador (normalmente 1 vez por ano) e a restituição do dinheiro do seu primeiro emprego deve ser feita pelo seu primeiro empregador. Este, contudo deve prestar contas para o Governo, assim como você e eles podem já ter pago parte da taxa emergencial para o governo, neste caso são eles que devem dar o seu dinheiro.
    Você deve, contudo se atentar a questão do registro e pedido do P45, pois mesmo não recebendo nada se você está registrada você deve pagar impostos e talvez por isto você tenha recebido somente €54. Pegunte no Tax Office (Revenue) o que aconteceu, pois eles saberão responder isto com mais precisão.
    Você também pode consultar o Citizens Information, localizado na O’Connell Street, para obter mais informações sobre como proceder neste caso e se tem algum direito.

    Espero ter ajudado,

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 08/02/2012 @ 11:01 pm

  46. Olá Tarsila, tudo bem ?
    Estou programando minha viagem para maio/junho, pretendo ficar um ano para estudar e trabalhar.
    A respeito da abertura de conta no banco irlandês, qual o procedimentos ? Sei que é solicitado o depósito de EUR 3000, levo a quantia em dinheiro na bagagem ?

    Um abraço.

    Comentário by Paulo Henrique — 18/01/2012 @ 10:08 pm

  47. Olá Paulo!

    Comigo tudo ótimo e com você?
    A primeiríssima coisa que você deve fazer é ir à ESCOLA.
    Você não irá conseguir fazer nada (abrir conta no banco, obter pps, se registrar na GNIB) sem ter algumas cartas fornecidas pela sua escola. Além disso a escola também lhe passará as orientações sobre como fazer o que e quando, então, não fique preocupado.

    Você irá primeiramente na sua escola, para conseguir a carta que permite que você abra sua conta no banco. Uma vez que a conta estiver aberta, você vai esperar receber seu cartão em casa para acessar sua conta e registrar sua senha. Quando você receber seu cartão, você poderá fazer um depósito na sua conta, no caso, de no mínimo, €3.000, e você então irá pedir um extrato para ser enviado para a residência onde você está. Quando seu extrato chegar, você poderá ir à imigração (GNIB) para se registrar. Somente o extrato da conta bancária na Irlanda é válido para comprovação na imigração, além de outros documentos que devem ser apresentados (releia o post acima). O PPS pode ser obtido neste interím, desde que você apresente seu passaporte e comprovante de residência (às vezes pode ser uma carta da escola).

    Recomendo que você traga esta quantia em um cartão como o VTM (Visa Travel Money, obtido no Brasil) como cartão para uso aqui (compras e saque). Este cartão é pré-pago e permite que se coloque créditos nele para uso no exterior, veja mais aqui http://www.visa.com.br/conteudo.asp?pg=1340 o VTM é uma ferramenta segura e amplamente utilizada por quem viaja para a Irlanda. O valor do saque normalmente é de €2.50 e você pode trazer todo o seu dinheiro nele.

    Espero ter ajudado,

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 09/02/2012 @ 1:55 pm

  48. Gostaria de saber se o portador de cidadania italiana (brasileiro) pode trabalhar legalmente em Dublin, se precisa de visto, ou basta o passaporte, se para entrar \e necessário matricular-se em curso de Inglês, mesmo tendo Inglês avançado…..ou onde encontro estas informações
    grata

    Comentário by Dalva — 13/02/2012 @ 9:22 pm

  49. Olá Dalva!

    Cidadão europeu da União Européia pode trabalhar legalmente em Dublin (e em qualquer outro país da União Européia) sem ter de obter visto. É necessário somente entrar no país, obter seu número de PPS (algo como o nosso CPF) e viver aqui.
    (Não importa se você é brasileira, se você tem a cidadania italiana, você é italiana).

    Estes são os direitos dos cidadãos europeus que querem viver na Irlanda:http://www.citizensinformation.ie/en/moving_country/moving_to_ireland/rights_of_residence_in_ireland/residence_rights_eu_national.html

    E informações de quem é da União Européia e quer trabalhar na Irlanda: http://www.citizensinformation.ie/en/employment/migrant_workers/coming_from_eu_to_work.html

    Espero ter ajudado,

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 17/02/2012 @ 12:34 pm

  50. Olá Tarsila! Muito obrigada pela sua resposta! Vou no Tax Office para esclarecer isso direitinho.
    Muito obrigada pela ajuda!

    E meus parabéns pelo site, ele é fantástico!
    Beijos

    Comentário by Aline — 14/02/2012 @ 9:06 pm

  51. Olá Aline,

    Disponha, é um prazer poder ajudar e muito obrigada pelo carinho.

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 17/02/2012 @ 12:56 pm

  52. Primeiro quero te agradecer por sua pronta resposta, mas aqui tô, de novo, fazendo outras: Eu não tenho cidadania Italiana, só meu filho…portanto, vou ter que passar por todo processo de visto. Vc sabe qual o tempo máximo que dão…pois quero ficar uma temporada com meu filho na Irlanda, se for o caso. Estarei aposentada como funcionária federal.
    bjs

    Comentário by Dalva Ramaldes — 17/02/2012 @ 1:14 pm

  53. Olá,Tarsila !!
    Sou jogador profissional de poker e trader de apostas esportivas. Já morei em Londres e agora estou de volta ao Brasil. Gostaria de morar por alguns anos na Irlanda. Esses “alguns anos” podem ser entendidos como “pelo resto da vida” caso eu me adapte.
    No meu caso, como eu devo proceder em relação a declaração de impostos? Tipo…se eu quiser comprar uma casa,carro, etc… Logicamente eu vou ter que declarar de onde veio este dinheiro,né?
    antecipadamente agradeço.

    Comentário by Marco — 29/02/2012 @ 1:56 pm

  54. Olá Marco,

    Você tem de se registrar junto ao Revenue (Tax office).
    Veja mais informações aqui: http://www.revenue.ie/en/personal/buy-sell/house-purchase-tax-information.html

    Espero ter ajudado,

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 11/03/2012 @ 5:46 pm

  55. Esqueci de citar que jogo e realizo as compras e vendas de apostas online.

    Comentário by Marco — 29/02/2012 @ 2:01 pm

  56. Olá Tarsila,

    Muito obrigado pela atenção e qualidade na informação.

    Um abraço.

    Comentário by Paulo Henrique — 12/03/2012 @ 12:40 am

  57. Olá Paulo Henrique,

    Disponha, é um prazer poder ajudar.

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 15/03/2012 @ 1:47 pm

  58. Tarsila! Parabéns pelo seu blog.

    Estou procurando informações sobre a declaração de imposto de renda aqui no Brasil para pessoas que estão no exterior, ou seja, no meu caso e do meu namorado, na Irlanda.
    Vamos para Dublin em julho e ficaremos no minímo 1 ano, então no ano de 2013 deveremos fazer a declaração do imposto de renda daqui.

    Você poderia me ajudar?

    Obrigada!

    Comentário by Marcela — 28/03/2012 @ 11:23 pm

  59. Olá Marcela!

    Obrigada pelo comentário.
    Este tipo de informação é obtido no site da Receita. Veja este link para detalhes sobre como proceder no caso de 2012: http://idg.receita.fazenda.gov.br/orientacao/tributaria/declaracoes-e-demonstrativos/dirpf/comunicacao-de-saida-definitiva-do-pais

    Espero ter ajudado,

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 26/04/2012 @ 6:07 pm

  60. Olá Tarsila. Escrevi para você há um tempinho e já estou na ilha há 2 meses!
    Estou procurando noticias sobre internships.. voce consegue me ajudar com informações? Tem visto muitas oportunidades legais, mas tenho duvidas se so europeus podem fazer ou se temos que ter outra permissão alem do visa. Tomara que você saiba alguma coisa.. fico esperando por vocÊ. Beijos. Bom fim de semana.

    Comentário by Larissa — 21/04/2012 @ 2:57 am

  61. Olá Larissa,

    Depende da Internship e da empresa que está oferecendo. Até onde eu sei as vagas não são restritas a nenhuma nacionalidade, desde que esteja claro. Se você encontrar alguma oportunidade recomendo que você tente sua sorte, e pergunte quais são os requisitos.

    Na torcida pelo seu sucesso!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 27/04/2012 @ 5:15 pm

  62. Olá Tarsila,

    Tudo bem ? O questionamento da Marcela foi pertinente e, confesso que, seria de grande valia você criar um tópico, por exemplo: “compromissos como cidadão antes da viagem”. Abordar assuntos com um nível de detalhe mais aprofundado, tais como: Como fazer com a declaração de IR( antes e depois de sair do exterior) , eleições, previdência social, etc…. Sinto MUITA dificuldade para encontrar assuntos desta natureza nos Blogs em geral e que deve ser dúvida de muitos…o que me espanta é este tipo de assunto não ser abordado e nem mencionado de forma parcial nos blogs….e o pior, correndo atrás da própria fonte ( PREVIDENCIA , CARTÓRIO ELEITORAL, RECEITA) é mais confuso ainda…..fica a dica para você…o seu blog é excelente , mas considero este tipo de assunto crucial para quem vai para Dublin…

    Duvida:
    1-Como você fez para declarar o seu imposto de renda após chegar em Dublin ? Qual atitude tomou e qual foi a sua experiência?
    2- Você contribui hoje com um mínimo para manter o vínculo com a Previdência Social aqui no Brasil? Se sim, como? ( internet, depósito bancário, carnê)
    3- Como proceder com relação a eleições considerando estar no exterior ?

    Forte abraço,

    Vinicius.

    Comentário by Vinicius de Gouveia — 26/04/2012 @ 10:21 pm

  63. Olá Vinicius,

    Muito obrigada pela sugestão, está anotada.

    Vamos lá:

    1 – Quando vim para Dublin minha intenção era ficar 6 meses, então nosso imposto de renda foi feito normalmente no Brasil. Temos um contador lá que nos auxilia nestes aspectos.

    2 – Não, porque fizemos a Declaração de Saída Definitiva do país, mais uma vez com o auxílio de nosso contador.

    3 – Você pode tranferir o seu título eleitoral para Dublin e poderá votar somente para presidente. Caso não transfira seu título você deve, ao retornar ao Brasil, dirigir-se ao seu cartório eleitoral e explicar que estava fora do país (passaporte e passagens normalmente funcionam como comprovante). Há um pequeno valor a ser pago e sua situação eleitoral fica em dia.

    Espero ter ajudado,

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 27/04/2012 @ 9:10 pm

  64. Oi Tarsila, primeiramente gostaria de dizer que seu trabalho de informação é muito bom, parabéns.

    Já visitei a Irlanda em duas oportunidades, uma delas em 2006, quando fui com os amigos ao show do Snow Patrow e outra (em 2009) visitando um amigo que fazia intercambio e achei o país incrivel.

    Bem, sou escritor e acabei de fechar um contrato com duas editoras, uma na Espanha e outra na Alemanha para dois livros diferentes, porém, como eu vivo na Alemanha, aqui os impostos são altissimos e pensei em morar na Irlanda. Sei que existem beneficios quanto a escritores residentes na Irlanda.

    Gostaria de saber, se possivel, onde consigo acesso às leis sobre esses beneficios.

    Desde já agradeço sua ajuda.

    Um abraço.

    Galliano Bellmont

    Comentário by Galliano Bellmont — 28/06/2012 @ 3:11 pm

  65. Olá Galliano,

    Obrigada pelo carinho e comentário.
    Eu não sabia que existia isenção de impostos para escritores, veja:
    http://www.citizensinformation.ie/en/money_and_tax/tax/income_tax/artists_exemption_from_income_tax.html

    Espero ter ajudado,

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 16/07/2012 @ 5:49 pm

  66. Oi Tarsila, este é o mesmo comentário, só depois percebei que havia escrito o email errado. É “gallbell@hotmail.com”.

    Primeiramente gostaria de dizer que seu trabalho de informação é muito bom, parabéns.

    Já visitei a Irlanda em duas oportunidades, uma delas em 2006, quando fui com os amigos ao show do Snow Patrow e outra (em 2009) visitando um amigo que fazia intercambio e achei o país incrivel.

    Bem, sou escritor e acabei de fechar um contrato com duas editoras, uma na Espanha e outra na Alemanha para dois livros diferentes, porém, como eu vivo na Alemanha, aqui os impostos são altissimos e pensei em morar na Irlanda. Sei que existem beneficios quanto a escritores residentes na Irlanda.

    Gostaria de saber, se possivel, onde consigo acesso às leis sobre esses beneficios.

    Desde já agradeço sua ajuda.

    Um abraço.

    Galliano Bellmont

    Comentário by Galliano Bellmont — 28/06/2012 @ 3:13 pm

  67. Olá Galliano,

    Veja a resposta acima. 🙂

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 16/07/2012 @ 5:50 pm

  68. Oi Tarsila,

    gostaria de saber se tem com eu reaver meus impostos pago antes de voltar pro brasil, estou voltando em alguns meses e tenho uma quantia rozoavel de impostos pago pelo 1 ano que trabalhei aqui.

    Grato!

    Comentário by Vinicius — 07/10/2012 @ 8:49 pm

  69. Olá Vinicius,

    Você tem de ir até o Revenue para verificar se você tem direito de pedir este valor de volta, porque enquanto você trabalha no país você é obrigado a pagar impostos de qualquer jeito. recomendo uma visita ao Revenue pois cada caso é um.

    Espero ter ajudado!

    Comentário by Tarsila — 05/01/2013 @ 8:31 am

  70. Ola Tarsila! otimo ter encontrado vc na net as suas informaçoes tem sido de muita importancia pra mim, bom pretendo ir pra Irlanda no inicio do proximo ano pra estudar ingles é claro, ter contato com novas culturas, visitar novos paises e trabalhar tambem, dai gostaria de saber no caso de cidadãos europeus o que muda? eu tenho cidadania portuguesa e pelo que andei pesquisando não irei precisar de visto, nem da comprovação deste valor de 3 mil em conta… gostaria de saber quais outros beneficios posso conseguir ai tendo a cidadania europeia.. ..(tipo tem algum desconto em cursos de ingles? posso trabalhar a carga horaria normal? não consegui contato com ninguem que tenham a cidadania e que tenha esta experiencia, acredito que alguns beneficios deve ter preciso conhece-los pra poder aproveita-los no maximo! Bom a ultima coisa é com relação ao meu esposo somos casados a 9 anos e ele não tem a cidadana então a principio irei sozinha pra ver se gosto e se vai ser legal e logo

    Comentário by Monica — 15/10/2012 @ 3:42 pm

  71. Olá Monica,

    Obrigada pelo comentário e gentileza. 🙂
    Vamos lá: Como cidadã européia você nem mesmo precisa estar matriculada em um curso para entrar na Irlanda, você pode entrar no país e procurar por uma escola que lhe agrade daqui mesmo. Você também não precisa se registrar junto à GNIB (Que é o órgão responsável pela imigração de cidadãos que não são da UE), daí não é preciso comprovar ter os famosos € 3 mil. Normalmente os preços dos cursos de qualquer coisa são mais baratos para cidadãos da UE do que para brasileiros; é possível trabalhar em horário integral; você tem preferência na hora da contratação para uma vaga (pois há menos burocracia). Contudo você também tem algumas responsabilidades, veja seus direitos e deveres aqui: http://www.citizensinformation.ie/en/moving_country/moving_to_ireland/rights_of_residence_in_ireland/residence_rights_eu_national.html

    Seu esposo pode vir com você e é recomendado que vocês tenham uma cópia traduzida da certidão de casamento de vocês, assim ele pode se registrar no país como esposo de cidadã da UE e assim ter uma série de direitos também.

    Espero ter ajudado!

    Comentário by Tarsila — 05/01/2013 @ 9:03 pm

  72. Desculpe acabei me enrrolando aqui e mandei a mensagem sem terminar. Bom mas enfim vou terminar, com relação ao meu esposo, acredito que dentro de alguns meses assim que eu me adaptar e conseguir me virar ele vira pra Irlanda e dai pra permanecer na Irlanda comigo estudando e trabalhando ele precisará de qual tipo de visto ou permissão? Tem alguns paises que eles dão uma permissão pra pessoas da familia que da direito ate de trabalho e permanencia normal voce conhece algo a respeito? Caso não tenha informações deste tipo mas conheça alguem que possa me orientar poderia me passar o contato. Ficarei imensamente grata.
    Um grande abraço e mais uma vez obrigada pelas dicas!
    Monica.

    Comentário by Monica — 15/10/2012 @ 3:49 pm

  73. Ola, Tarsila!

    Primeiramente, parabens pelo blog e pela sua otima vontade de sempre estar ajudando as pessoas!!

    Estou com um probleminha, que esta se transformando em um problemasso, e nao sei mais o que fazer!! Se vc puder me dar umas dicas, ficarei agradecidissimo!

    Seguinte: comecei a trabalhar em um restaurante em maio, porem como ainda dispunha de uma razoavel quantia de dinheiro, e a fim de fazer uma poupancinha, so resolvi levar meu Formulario 12A no Tax Office em outubro. Pois bem. Informaram-me que dentro de 3 semanas pararia de ser descontado os 40% do Emergency Tax. Esperei aproximadamente 1 mes e meio e nada. Alem de ainda estar sendo descontado o mesmo valor semanalmente, tambem nao recebi o montante anterior retido.

    Retornei ao Revenue, e informaram-me que a empresa ja havia sido notificada, pois eu recebi em casa o Tax Credit Certificate, o que realmente eh fato, recebi no final de outubro.

    Porem, ate o momento (10.01), foi como se nao tivesse acontecido nada. Alem de ainda nao terem parado de deduzir de meu salario o Emergency Tax, que por sinal ultrapassou o valor de 3000 euros, nao recebi um centavo sequer desse valor.

    Entrei em contato com a empresa, eles disseram que eh responsabilidade do Revenue. Quando vou ao Revenue, jogam a responsabilidade na empresa.

    Afinal, quem deve me pagar o Emergency retido?? O Governo (atraves do Revenue), ou a empresa?? Quem eh responsavel pelo pagamento e a cessacao dos descontos??

    Preciso desesperadamente desse dinheiro, pois meu visto esta para vencer, e dependo disso para a renovacao.

    OBS: desculpe pela falta de acentuacao, meu teclado esta totalmente desfigurado!! rsrs

    Muito obrigado!!

    Comentário by Gustavo — 10/01/2013 @ 1:55 am

  74. Olá Gustavo!

    Vamos lá:
    O Emergency Tax é normalmente retido na fonte (junto a empresa) que paga ao Revenue o valor retido quando ela tem de prestar contas. Portanto funciona assim, você tem de estar regularizado junto ao Revenue (eles dizem que você está com Emergency Tax lá? Se sim, leve seu certificado e peça para eles mudarem). Leve o certificado ao departamento financeiro da empresa onde você trabalha e diga que você não deve mais ser descontado o Emergency Tax pois você já está registrado e peça que o valor retido seja estornado no próximo salário.

    Espero ter ajudado!

    Comentário by Tarsila — 12/03/2013 @ 12:01 pm

  75. Olá pessoal,

    Gostaria de saber se existem impostos equivalentes ao IPTU e IPVA na Irlanda.

    Grato pela atenção!

    Comentário by Danilo Santos — 20/05/2013 @ 3:09 am

  76. Olá Danilo,

    Há sim impostos equivalentes ao IPTU e atualmente se chama Local Property Tax (LPT).
    Em relação a carros existe o Motor Tax.

    Espero ter ajudado!

    Comentário by Tarsila — 30/07/2013 @ 10:48 am

  77. Oi Tarsila,

    Tenho lido seu blog constantemente e estou amando. Chego aí em fevereiro de 2014.
    Me surgiu uma dúvida. Esse imposto q é descontado, o income tax, é descontado somente no primeiro salário ou em todos?

    Obrigada

    Comentário by Lubliana — 29/08/2013 @ 4:06 am

  78. Olá Lubliana,

    Assim como no Brasil os impostos recolhidos na folha de pagamento são cobrados todos os meses.

    Espero ter ajudado!

    Comentário by Tarsila — 11/05/2014 @ 11:11 pm

  79. Olá Tarsila, sempre acompanho seu blog…e agora estou com uma dúvida, que gostaria que me ajudasse.
    Eu trabalhei em um dia para uma empresa, e depois outro dia para outra empresa. Ambas, me descontaram os 41% da TAX. Preenchi o FORM 12A e só estou aguardando chegar o Tax Credit Certificate. Eu vou ser ressarcido esse imposto que foi descontado integral? Como vou receber, os empregadores terão que me pagar?

    Comentário by Mario — 12/09/2013 @ 8:10 pm

  80. Olá Mario,

    Normalmente o imposto é cobrado na fonte, ou seja, pelo empregador; assim é muito provável que a empresa irá estornar o valor do imposto na sua próxima folha de pagamento.

    Espero ter ajudado!

    Comentário by Tarsila — 13/05/2014 @ 10:39 am

  81. Olá Tarsila, tudo bem?

    Eu sou um frequentador do site já muito tempo, antes de vir para Irlanda o site me ajudou muito e agora já fazem 10 meses que estou por aqui e estou preparando as malas para voltar para o Brasil.
    Tenho uma dúvida que é a seguinte, quando eu sair do meu emprego eu entrego o P45 a onde? e eu ganho algum reembolso dos impostos?

    Muito Obrigado

    Comentário by Jader Domingues — 18/09/2013 @ 11:11 pm

  82. Olá Jader,

    O P45 é o seu comprovante de que o seu contrato de trabalho terminou. Não é necessidade de entregá-lo a ninguém, ele é seu. Se você quiser verificar se há restituição de impostos a ser feita, vá até o Revenue Office (e leve seu P45) e explique a situação. Eles tem como avaliar se há ou não impostos a serem restituídos.

    Espero ter ajudado!

    Comentário by Tarsila — 13/05/2014 @ 10:48 am

Sorry, the comment form is closed at this time.