29/06/2009

Um casal nota 1000

Há muitos meses atrás uma senhorita de São Paulo encontrou este (sim, exatamente este) blog e me mandou um email pedindo dicas e afins para a sua nova empreitada: Vir para a Irlanda.
Como já estamos aqui há mais de dois anos (Tudo isso já?!), achei que eu poderia ajudar e trocamos alguns emails – eu sabia que ela chegaria aqui por volta de março, mas não sabia exatamente quando e nem ao certo o que faria.
Eis que se passaram três meses depois da chegada dela e nos encontramos no Gtalk (msn do gmail) e ela me contou que já estava trabalhando e eu sabia onde era e eu disse que um dia daria um pulinho lá…
Promessa é dívida – Quando digo que vou, vou mesmo! Portanto se forem me convidar pra algo, que seja de verdade, porque eu apareço. Foi assim que conheci a Juliana Barone, uma mocinha que é uma graça! Fofa do jeitinho que ela é, ela me convidou para ir almoçar na casa dela e (adivinhem só), claro que fui! Lá conheci, mesmo que muito brevemente o Bruno, o namorido dela, que estava de saída. Passamos o almoço da Ju (já estou íntima) inteiro conversando e se conhecendo e descobrindo que os santos bateram, se cumprimentaram e ainda deram beijinho de tchau – nos demos super bem! Tão bem que marcamos de ir ao Museu Nacional na folga de Ju.
Então munidos de disposição fomos, Bruno, Juliana e eu ao Museu e escolhemos ver a exposição sobre as guerras da Irlanda que até estava interessante, mas tinha muita coisa escrita e o papo estava tão bom….ok, sentamos na terceira (ou quinta?) salinha da exposição e blá blá blá blá blá e o museu já estava fechando – puxa, que coisa!


Já que estavamos por ali, resolvemos dar um pulinho no Phoenix Park e conversamos mais e mais e mais… quando percebi (na verdade quando o Eric me ligou dizendo que estava em casa), já era quase 6 da tarde e eu me esqueci do horário completamente!
Como eles são muito bacanas, nos convidaram para jantar no apê deles e porque ainda tínhamos muito assunto para prosear e boa comida para degustar, a noite passou voando.
A gente já se sente assim – “de casa” com eles, ficamos super à vontade. Nossos santos se bateram de primeira e tão bem que desde então temos nos encontrado quase em todos os dias de folga da Ju, mas eles ainda – er ham – AINDA – não vieram aqui em casa, mas queremos muito que eles conheçam o nosso cantinho e também virem “daqui de casa”.
Ah, não se esqueçam de visitar o blog da vida irlandesa deles: http://www.direto-daqui.blogspot.com/
Beijocas!

Postado por: | Comments (2)

2 Comments »

  1. Ai, Tarsila, sabe do que me dá vontade lendo os seus posts?? (ps: estou lendo todos de baixo pra cima!!)
    De ser sua amiga na Irlanda! hehehe Embarco dia 2/02 com um curso de ingles de seis meses e devo ficar até dezembro!
    To lendo todas as suas dicas, felicidades, passeios, e já vi tantas fotos que torço pra gente se encontrar pela rua de Dublin pra eu te falar que leio o seu blog!!! heheheheheheh
    Deixa eu ir que tenho mttttoos posts pela frente!! =)
    bjossss

    Comentário by Ana — 17/01/2012 @ 11:19 pm

  2. Olá Ana!

    Claro, será um prazer se nos trombarmos por acaso e pode me chamar na rua sem problemas, mas se você também quiser marcar um cafézinho será um prazer conhecê-la. 🙂

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 09/02/2012 @ 12:42 pm

Leave a comment

Comentários que não contribuem para o tópico acima serão deletados.