22/07/2010

Imigrando: Percepções de Dublin

Oi pessoal!

Como vocês sabem estou aqui em Dublin há quase 3 anos e meio, parte de mim já é irlandesa e sinto que Dublin é meu lar. Tenho uma sensação engraçada quando eu vou viajar e na volta vejo as comissárias de bordo da Aerlingus… sinto que estou voltando para casa.

Ao longo dos últimos três meses tive algumas visitas do Brasil aqui e a experiência foi uma delícia – receber as pessoas, matar as saudades e passear como louca! Ao mesmo tempo pude presenciar aquilo que eu senti quando cheguei na Irlanda, ou seja, consegui ver pelos olhos das minhas visitas, as coisas que notamos e percebemos quando acabamos de chegar.

Claro, conforme vamos convivendo com as coisas nossas cabeças vão se acostumando com o novo ambiente e aquilo que era diferente vira parte do cotidiano e acabamos por achar que são coisas normais. Inclusive eu falo um pouco mais sobre os hábitos e sobre a cultura irlandesa aqui e aqui também.

Esse “Imigrando” de hoje é voltado para primeiras impressões/percepções que temos quando chegamos em Dublin e que aos poucos vão virar coisas tão normais que você nem vai se lembrar delas:

1) Aqui dirigi-se do lado esquerdo.

Pois é gente, aqui não se dirige como no Brasil – do lado direito.

As mãos das ruas são invertidas e até mesmo o lugar do motorista no carro é no lugar que consideramos do passageiro, isso quer dizer que você deve trocar a marcha com a mão esquerda…(já deu pra confundir a cabeça né?). Quando cheguei aqui e pegava carona, vivia querendo entrar do lado do motorista (que para mim, obviamente, era o lugar do passageiro) e sempre escutava a piadinha: “Vai digirir hoje? Rsrs”… depois me acostumei a entrar do lado certo.

É necessário um certo grau de atenção (maior do que temos no Brasil) antes de atravessar a rua. Muitas vezes as pessoas recém-chegadas precisam olhar duas ou três vezes para OS DOIS lados da rua , pois é muito comum as pessoas olharem para o lado errado e sairem andando…(olha o perigo!). Sorte que os Irlandeses dirigem meio devagar, mas é melhor não dar bobeira, né?

Os cruzamentos também são meio doidos, porque às vezes os carros cruzam a pista toda para entrar à esquerda ou à direita…aqui é normal, no Brasil não. Então – prestem atenção. A melhor maneira de atravessar a rua aqui é na faixa de pedestres e somente quando o bonequinho ficar verde.

Ah, e as rotatórias funcionam no sentido horário, o que pode deixar algumas pessoas de estômago embrulhado…

2) O ônibus padrão tem 2 andares.

Assim como na Inglaterra, a maioria dos ônibus de Dublin têm dois andares e é diferente andar neles. Até hoje eu prefiro os assentos que ficam bem na frete, na parte de cima…, de onde se pode ver tuuuuuuuuuuuudo….

Digam se a vista não é boa?

Só é preciso ter um pouco de atenção na hora de subir/descer as escadas…especialmente quando o ônibus está virando ou em uma rotatória…

3) Aqui há muitas árvores! Por todas as partes!

Dublin é uma cidade arborizada e não é à toa que a Irlanda é conhecida como Ilha Esmeralda.

Sim, isso mesmo que você está pensando: A ilha é toda verdinha! São árvores pelas ruas, parques de fácil acesso por quase toda a cidade, arbustos, vasinhos, jardineiras, terrenos, campos, montanhas…

É um lugar onde há muito contato com a natureza e dá pra sentir nos pulmões o resultado disso. O ar daqui é super limpo, no centro da cidade menos, em função do trânsito, mas que é uma delícia respirar um ar desses…ah, isso sem dúvidas!

4) A poluição visual é menor.

Para quem vem da cidade de São Paulo (e sabe como eram as coisas antes do Cidade Limpa) nota uma grande diferença nas propagandas e fachadas em Dublin.

Aqui vocês podem ver a Grafton Street, uma das ruas mais movimentadas e cheia de lojas daqui de Dublin.

A maioria dos anúncios está em jornais, laterais e traseiras de ônibus e às vezes plaquinhas do lado de fora das lojas atraem o consumidor. Basicamente é isso. Os estabelecimentos tem um jeitinho mais “discreto” e para quem está acostumado a ser bombardeado com informações, chega até ser um pouco difícil encontrar as coisas.

5) Postes de luz…onde estão os fios?

Claro que existe fiação de luz, mas isso é uma coisa que eu não tinha notado – de fato – ela é bem mais sutil e no centro de Dublin, então, ela é praticamente inexistente.

Isso contribui para o princípio que existe aqui de “céu aberto”. As construções são baixas, as residências ainda mais baixinhas, a fiação discreta e todo o céu pra gente ver…não é uma beleza?!

Além disso, muitos dos postes de iluminação são um charme…

6) É normal ir ao parque, sentar na grama, fazer uma boquinha, ler um livro e até dormir.

Aqui há uma liberdade e tranqüilidade que eu nunca senti em nenhum outro lugar. Os parques públicos que ficam no meio da cidade não serverm somente para quem quer se exercitar (correr, andar de bicicleta, etc) ou levar crianças para brincar.

O parque é um lugar de todos, não importando a idade! É muito comum ir aos parques para almoçar sentado na grama, no melhor estilo pic-nic…

Sentar e/ou deitar no chão para curtir o contato com a natureza…

Falar ao telefone com os amigos, namorado (a)…

Não fiquem envergonhados de simplesmente entrar no parque, ir para a grama e sentar por lá – todo mundo faz e é a coisa mais normal do mundo!

7) Quase não existem estabelecimentos que ficam abertos 24 horas.

Apenas alguns estabelecimentos ficam abertos até tarde, ou seja, a maioria dos lugares funciona das 9:00h às 17:00. Se não considerarmos os estabelecimentos que funcionam a noite como bares, pubs, restaurantes e nightclubs o resto fecha mesmo e quem gosta de fazer coisas nos horários mais inusitados terá problemas.

O centro de Dublin ainda oferece algumas opções que ficam abertas até mais tarde como farmácias e postos de gasolina. Os poucos estabelecimentos que ficam abertos 24 horas são os supermercados (Tesco, Spar, Centra) e o único lugar para comer que fica aberto sem parar é o McDonalds. Pelo menos ninguém vai passar (muita) fome tarde da noite…

Espero que essas percepções ajudem vocês à se adaptarem ao novo clima da cidade e aproveitarem essas diferenças que fazem de Dublin um lugar único!

🙂

Postado por: | Comments (40)

40 Comments »

  1. claro que todas as informações a relacionadas a parte burocrática são ótimas, mas o que mais gosto aqui são as informações mais voltadas à parte cultural, o que nem todos os blogs/sites relacionados se preocupam.
    É facil encontrar infos sobre como tirar o PPS, mas falar dos detalhes da vida lá é outra coisa. Eu já sabia que a grande maioria das lojas de Dublin não fica aberta até tarde, mas quando vi essa notícia pela primeira vez foi muito: O QUE?! (moro em São Paulo capital, hehehe)
    Parabéns ae Tarsila.

    Comentário by Eduardo — 22/07/2010 @ 2:50 pm

  2. Oi Eduardo!

    Muito obrigada pelos elogios! Fico muito feliz em poder compartilhar com vocês como é, de fato, a Vida Na Irlanda! 🙂

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 22/07/2010 @ 3:12 pm

  3. Minha Amiga,

    Muiiito obrigada por mais estas valiosas informações!

    Tou aqui matutando quanto ao VISTO. Me diga uma coisa, estando aí, posso viajar nos fins de semana pra outros paises da Europa sem precisar do visto destes?

    Bjs

    Comentário by Elieuza — 22/07/2010 @ 3:43 pm

  4. Oi… tudo bem? Lembra de mim?
    Que incrível esse lugar! Arquitetura maravilhosa! Fico feliz que está por aí e se sente em casa!

    Beijinhps

    Comentário by Thaís Ramaglia — 22/07/2010 @ 3:47 pm

  5. Dublin é uma delícia de cidade. Fácil de se localizar e super concentrada. É até engraçada a frequência com que a gente encontra conhecidos andando pelo centro da cidade. Apesar de ser uma capital europeia, conserva um pouco desse clima de calma. As áreas verdes são tudo de bom…principalmente no verão quando cada cantinho de sol é disputado na grama. Obrigado pelas boas lembranças!

    Abraços,

    Comentário by Daniel — 22/07/2010 @ 5:41 pm

  6. Oiiii Tarsila,

    Cada vez mais eu me apaixono por esse lugar…realmente é incrível!!
    Uma das coisas que me surpreende é a limpeza das ruas, calçadas, praças…
    Me diga uma coisa….eles fazem algum programa de limpeza, ou é cultura dos irlandeses mesmo?

    Bjusss

    PS: Adoro seu blog

    Comentário by Sibelle — 22/07/2010 @ 7:17 pm

  7. Meu Deus! O que será de mim sem dirigir na Irlanda?! Rsrs…

    Olá Tarsila!

    Foi muito bom conhecer mais sobre a cultura Irlandesa!
    Como já foi dito acima, achar coisas sobre Visto, PPS, arrume sua mala e etc, é muito fácil. Uma simples busca no Google e você acaba achando milhões de citações, mas essas curiosidades, as percepções que nós brasileiros temos/teremos em Dublin são praticamente inexistentes, ou os textos são minúsculos.
    Literalmente um post bem atrativo!

    A cada texto que leio, absorvo mais e mais informações, e estou achando incrível a idéia de ir estudar em Dublin. Até fico pensando: “-Como não pensei na Irlanda antes?” rsrs…

    Enfim, um post digno de excelentes congratulações!
    Obrigado mais uma vez pelas valiosas informações e pelo espaço.
    Abraços,
    Cesar Mendes.

    Comentário by Cesar Mendes — 22/07/2010 @ 8:50 pm

  8. Olá Elieuza!

    Em relação ao visto: SIM! Você pode viajar para a maioria dos países da Europa sem precisar tirar visto para cada um deles. Uma vez que você tem o seu visto de estudante da Irlanda (depois que você se registra na Garda) você pode circular livremente entre os países da União Européia. Lembre-se sempre de que seu visto nesses países será de turista e terá um limite de 3 meses e não esqueça de ter sua passagem de volta (pra Irlanda) em mãos, caso eles lhe perguntem quando você vai voltar…

    Espero ter esclarecido sua dúvida e se precisar, é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 22/07/2010 @ 8:51 pm

  9. Oooooiiii Thaís!

    Tudo bem? Espero que sim! Pois é, Dublin é minha casa mesmo. Me avise quando você vier pra essas bandas, viu?!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 22/07/2010 @ 8:53 pm

  10. Olá Daniel!

    Fique sempre a vontade para compartilhar suas lembranças e saudades da Fair City! É um prazer ler seus comentários!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 22/07/2010 @ 8:54 pm

  11. Oi Sibelle!

    Eu acho Dublin relativamente limpa – não acho a mais limpa do mundo, mas gosto de como é, especialmente nas áreas mais residenciais…o centro tem mais sujeira, mas também tem mais gente e eu acho que grande parte da culpa é o vento, que é freqüente e espalha tudo o tempo todo. Mas as pessoas mais civilizadas jogam as coisas no lixo. Há também uns carrinhos que passam sugando o lixo e varrendo o chão.

    Ano passado havia uma campanha na televisão criticando as pessoas que jogavam lixo na rua, acho que deu certo, pois acho que a cidade está mais limpa mesmo. 🙂

    Espero ler mais comentários seus por aqui!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 22/07/2010 @ 8:58 pm

  12. Olá Cesar!

    Mais uma vez, obrigada pelos elogios!
    É um prazer poder compartilhar percepções, informações e tudo mais que for de interesse para quem quer morar/estudar/viajar na Irlanda! Fico realmente feliz em poder contribuir e ler comentários como “Como não pensei na Irlanda antes?!”. Estou com o maior sorrisão!

    Fique sempre à vontade para comentar/escrever no Vida Na Irlanda, viu?

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 22/07/2010 @ 9:02 pm

  13. i like your pictures… belo post! congrats! bjos

    Comentário by Ernani — 23/07/2010 @ 12:07 am

  14. Salve Ernani!

    Muito obrigada! Fique sempre à vontade para voltar ao Vida Na Irlanda!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 23/07/2010 @ 8:37 am

  15. Muito bom o post, Tarsila! Realmente, intencionalmente ou não, sempre tiramos nossas primeiras impressões a respeito do que é novo em nossas vidas, sejam pessoas, emprego ou um novo lugar para chamarmos de lar. Eu não quero ser pessimista, mas por um acaso existem algumas “primeiras impressões” não muito boas a respeito da cidade? É que acho importante ressaltá-las para que não hajam possíveis decepções futuras. Afinal, impressões às vezes não passam de impressões e podemos acabar fazendo julgamentos errados a partir delas! Sendo assim, caso haja algo que normalmente não agrade à primeira vista, gostaria de saber, pois assim podemos estar preparados, o que evitará desapontamentos! Europa é Europa, eu sei, já estive em alguns países europeus, mas apesar de ser 1º mundo e não se possa fazer uma comparação imparcial com o Brasil, sempre há pequenas coisas! Por exemplo, na Espanha, em Pamplona exatamente, fui abordado por um bando de ciganas, uma das quais puxou minha mão, leu em um espanhol incompreensível e depois ficou cobrando! Fiquei muito assustado! Bom, espero que tenha sido claro quanto ao meu ponto de vista. Nenhuma critica ao post, de maneira alguma! 🙂

    Comentário by Adryan — 23/07/2010 @ 12:54 am

  16. Muito legal esse post, aliás, quase todos são muito bons, parabéns e até breve! Logo logo esbarro contigo em Dublin.

    Comentário by Roberto Wachholz Junior — 23/07/2010 @ 3:28 am

  17. Oi Tarsila! ;}
    Interessante o lance de você já se sentir em casa poraí! Acho que é algo muito bom pra quem é natural de outro país, vivendo num terra estrangeira. Espero pegar essa sensação rapidinho! Nada pior do que além de estar longe dos familiares, ainda não se sentir em casa!

    E poxa, o lance da cidade arborizada é massa! Nada como acordar de manhã e respirar aquele ar purinho, dando a impressão que você num sítio ou coisa do tipo.. hehe :]

    Aliás, cê falou em “fair city” no comentário, eu lembrei de outro trecho de leap year.. Aquele filme lá que te falei num coment do post sobre os Cliffs of Moher.. E aí cê assistiu? ^^

    Beijinho! :*

    Comentário by Mael Tomaz — 23/07/2010 @ 8:35 am

  18. Oi Adryan!

    Eu entendo exatamente o que você está falando. Por exemplo, quando fui à Milão, fui abordada por dois senegaleses que queriam “me dar” uma pulseirinha e depois também ficaram cobrando. É muito chato.

    Aqui em Dublin existem algumas pessoas que são do time “cigano”, mas eles não tentam ler a mão de ninguém, apenas pedem dinheiro. Acho que a primeira “má” impressão fica por conta das pessoas que são (ou estão) muito bêbadas, ou que são usuárias de droga. O pessoal compra e vende essas coisas na rua em plena luz do dia (eu demorei pra perceber, acho que estava prestando atenção em outras coisas, mas muita gente percebe logo).

    Ninguém vai te atacar simplesmente por que deu vontade, as pessoas aqui não são assim. Como as coisas (objetos, roupas, etc) são acessíveis, assaltos para roubar telefone, bolsa, essas coisas são muito raros.
    As únicas vezes que eu escutei de pessoas sendo abordadas eram quando elas ficavam “encarando” esse pessoal. O que eu recomendo – Não encare, porque aí eles podem querer puxar briga (pois se sentem ameaçados)…então se você topar com um grupo ou algumas pessoas que não parecem boa coisa, atravesse a rua, volte para onde você veio, entre em algum estabelecimento. Se você não mexer com eles, será mais improvável que eles mexam com você.

    Graças a Deus, nunca, nunquinha, fui abordada ou encarada por alguém – aqui é muito comum as pessoas andarem “cada um na sua”. Acho que vale a pena mencionar isso, porque nós, brasileiros, costumamos olhas as pessoas nos olhos quando andamos na rua e aqui isso não é comum. Acho que pra isso vale um toque sim!

    Obrigada pela sugestão Adryan e se precisar, é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 23/07/2010 @ 8:49 am

  19. Olá Roberto!

    Muito obrigada! 🙂 Espero que Dublin atenda às suas expectativas e quem sabe não nos vemos pelas ruas da nossa Fair City?

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 23/07/2010 @ 8:50 am

  20. Oi Mael!

    Tudo bem?

    Pois é, hoje me sinto em casa, mas não foi sempre assim. Todos passamos por um período de adaptação que involve um pouco de euforia, um pouco de frustração e depois um esquilíbrio mais saudável. Hoje não consigo imaginar como eu poderia voltar a viver em São Paulo – a correria, muitas pessoas, uma loucura – mas claro, se um dia eu voltar, tenho certeza que vou me re-adaptar…é uma questão de tempo e perseverança. 🙂

    Então, é uma delícia mesmo, respirar o ar limpo…mas já aviso, o centro da cidade não tem o ar tão limpo quanto os bairros mais afastados (por causa do trânsito). Inclusive eu até sinto a diferença quando passo o dia no centro (porque não moro no centro de Dublin).

    E sim, assisti “Leap Year” sim! 🙂 Fair City é o modo como Dublin é conhecida…Há uma música tradicional daqui que se chama “Molly Malone” (e até tem uma estátura da Molly aqui).. se quiser escutá-la e dar uma olhadinha na letra, confira esse video aqui: http://www.youtube.com/watch?v=q9Deeh9n-VI&feature=fvw

    Beijos com trevos!

    Comentário by Tarsila — 23/07/2010 @ 8:59 am

  21. Olá Tarsila,
    Adorei o post…vc nem imagina o qto é importante o seu blog para as pessoas que tem planos de morar na Irlanda (como eu..hehe)
    Nossa, eu acho q vou adorar morar na Irlanda, pq eu já não suporto mais o trânsito em Salvador,só nao ta pior q sampa pq SP é bemmm maior…mas eu já decidi que nao quero passar a minha vida morando em um lugar onde eu nao tenho qualidade de vida.
    Eu estou pensando em morar no centro de Dublin, algumas pessoas acham q é melhor pq no centro é mais fácil nas questoes de arrumar trabalho e perto das escolas (apesar de aluguel no centro ser mais caro), daí não precisa gastar tempo e nem dinheiro com transporte. O q vc acha sobre isso???

    Bjs!!

    Comentário by Catiana — 23/07/2010 @ 6:52 pm

  22. Oi Catiana!

    Puxa, que legal que esse post está sendo útil! 🙂
    Você vai adorar Dublin, há muitas coisas bacanas a serem descobertas e a Irlanda é um país cheio de lugares lindíssimos. 🙂

    Bom, a maioria das pessoas prefere morar no centro justamente para reduzir gastos e tempo com transporte. Depende de onde você trabalha/estuda e de modo geral o centro é muito conveniente – bares, pubs, lugares para shows, lojas, cinemas, farmácias…tem de tudo.

    Eu não moro no centro de Dublin, mas não tenho necessidade de estar por lá. Acho que o melhor lugar é aquele que fica mais próximo do que você precisa, por isso que as pessoas indicam o centro. 🙂

    Espero ter ajudado e se precisar, é só escrever.

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 23/07/2010 @ 10:39 pm

  23. A-ME-I !! Muito boom esse post ! Parabéns ! ^^^
    😀

    Comentário by Jess — 24/07/2010 @ 6:43 pm

  24. Oi Jess!

    Muito obrigada! 🙂 e volte sempre!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 24/07/2010 @ 8:54 pm

  25. pow, muito bom o site mesmo, e a parte fotografica execelente!!!

    parabens

    Comentário by felipe souza — 28/07/2010 @ 8:17 am

  26. Olá Felipe!

    Seja bem-vindo ao Vida Na Irlanda!
    Muito obrigada pelos elogios! Fique à vontade para comentar, perguntar, enfim, participar do blog!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 28/07/2010 @ 10:42 pm

  27. Quero morar aí! Muito fofo ^_^
    Obrigada por compartilhar essas fotos tão bacanas.

    Comentário by Paola — 13/08/2010 @ 4:01 pm

  28. Olá Paola!

    Seja bem-vinda ao Vida Na Irlanda!
    Obrigada pelos elogios, viu?
    Aaaah, então venha morar aqui sim! É uma delícia, pelo menos é a minha opinião!
    Fique à vontade para explorar outros posts do Vida Na Irlanda e descobrir mais o que a terra dos leprechauns tem a oferecer!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 13/08/2010 @ 11:14 pm

  29. Caraca !!! Simplesmente show !!!
    Muito massa essas coisas !!! ptzzz

    Parabéns !!!!

    Comentário by Michaell Dantas — 17/08/2010 @ 12:52 am

  30. Olá Michaell!

    Que legal que você gostou do post!
    Fique à vontade para procurar outros assuntos que você acha importante aqui no Vida Na Irlanda!
    E se precisar, é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 17/08/2010 @ 8:37 am

  31. Olá, Tarsila!! Tudo bem?

    É a primeira vez que escrevo, mas há aproximadamente um mês o seu site fica aberto no meu computador o dia inteiro rs. Eu já devo ter lido grande parte das matérias. Todas muito interessantes e com um forte quê jornalístico! Você deveria pensar nessa profissão com carinho… Tem muito talento.

    Estou indo à Dublin no final de fevereiro estudar na Delfin School. É um sonho que estou realizando, embora esteja deixando grandes conquistas aqui em São Paulo.

    Quando chegar, se possível, vamos nos conhecer… Ficaria super feliz se me mostrasse o lado bom da Vida na Irlanda.

    Meu MSN é ccla.natalia@gmail.com

    Bjos,

    Natália.

    Comentário by Natália — 21/12/2010 @ 12:48 pm

  32. Olá Natália!

    Comigo tudo ótimo e com você?
    Muito obrigada pelo elogio! 🙂 Fico super feliz em saber que você está acompanhado o Vida Na Irlanda há um mê e espero que continue por muito tempo também! Que ótimo que você vem realizar um sonho, é muito bom alcançar nossos objetivos e será um prazer conhecê-la! Vamos combinar sim, é só manter contato!

    E se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 21/12/2010 @ 2:07 pm

  33. Olá.
    Vou para a Irlanda em julho e estou gostando muito do seu blog. É ótimo!!!!
    Tenho uma dúvida que ninguém consegue responder, relativo a obrigatoriedade, ou nâo, do seguro saúde para viajar pela Europa.

    Sabes me informar se, para viajar pela Europa, sou obrigada a ter um seguro saúde que cubra até 30 mil euros de assistencia médica? Ou só com meu GNIB eu consigo viajar pela Europa?

    Obrigada

    Comentário by Xai — 12/04/2011 @ 4:02 pm

  34. Olá Xai!

    Vamos lá:
    GNIB é uma carteirinha que mostra que você está registrada na imigração. Ela não é seu seguro-saúde.
    O Seguro-saúde obrigatório e governamental (geralmente o mais barato) é normalmente oferecido pela escola e este tem cobertura somente na Irlanda.

    Se você quiser fazer outro seguro-saúde, ALÉM do obrigatório, que tem cobertura em toda a Europa você pode, mas não é exigido para se registrar na imigração. É uma questão de segurança, pois se você vai viajar pela Europa talvez você possa precisar do seguro, mas cabe a você tomar esta decisão.

    Espero ter ajudado!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 15/06/2011 @ 7:49 pm

  35. Oi Tarsila,
    Adorei sua descrição de Dublin, pois já li tantas coisas negativas na net, inclusive que Dublin não tem atrativo nenhum. Acho que tudo depende do ponto de vista e dos objetivos que a gente tem em mente quando vai pra outro pais, nao é?
    Muito Obrigado Tarsila, fiquem bem animado agora pra visitar Dublin. 🙂

    Comentário by Roger Xavier — 21/07/2011 @ 7:59 pm

  36. Olá Roger!

    Obrigada pelo comentário. 🙂
    Como assim?! Dublin oferece diversos atrativos, veja só as categorias “Conhecendo a Irlanda” e “Achado em Dublin“, opções não faltam! 🙂
    Como você disse tudo depende dos objetivos e ponto de vista, afinal de contas, cada experiência é única!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 22/07/2011 @ 12:12 pm

  37. Oi Tarsila!
    Estou muito inclinado em conhecer a Irlanda.
    Como eu faço eng. ambiental, gostaria de passar um semestre na Irlanda para melhorar meu inglês e ter uma experiencia no exterior.
    Só que, para me sustentar preciso trabalhar…alguma coisa que possa ficar nesse país sem gastar o que tenho.
    O que vc recomendaria? Onde morar? Vc tem sugestões?
    Abçs
    David

    Comentário by David — 18/11/2011 @ 7:01 pm

  38. Olá David!

    Para conseguir qualquer trabalho muita coisa depende de você, do seu esforço em fazer contatos, buscar oportunidades, se dedicar. Existem oportunidades para conseguir trabalho para se manter mas tudo depende muito da sua determinação, ou seja, depende de você correr atrás das oportunidades, pois trabalhos não vai cair no seu colo. Existem diversos fatores que influenciam em conseguir um emprego e eu acredito que determinação e dedicação são os principais para se conseguir o que quer.

    Dê uma olhada nestes posts:

    http://www.vidanairlanda.com/2010/04/se-virando-em-dublin-como-procurar-emprego.html
    http://www.vidanairlanda.com/2010/08/abrindo-portas-para-empregos-na-irlanda.html
    http://www.vidanairlanda.com/2010/11/se-virando-em-dublin-dicas-para-procurar-emprego.html

    Busque informações sobre escolas na categoria:
    Estudar Na Irlanda – http://www.vidanairlanda.com/category/estudar-na-irlanda

    Saiba mais sobre lugares para serem conhecidos na categoria:
    Conhecendo a Irlanda – http://www.vidanairlanda.com/category/conhecendo-a-irlanda

    Saiba sobre questões de imigração na categoria:
    Imigrando – http://www.vidanairlanda.com/category/imigrando

    Aprenda a se virar melhor sobre Dublin na categoria:
    Se virando em Dublin – http://www.vidanairlanda.com/category/se-virando-em-dublin

    Para conhecer sobre lojas/cafés/restaurantes bacanas, veja a categoria:
    Achado em Dublin – http://www.vidanairlanda.com/category/achado-em-dublin

    Para conhecer as baladas da Fair City, veja a categoria:
    Baladas em Dublin – http://www.vidanairlanda.com/category/baladas-em-dublin

    E finalmente para conhecer um pouco sobre como os Irlandeses utilizam a língua inglesa, veja a categoria:
    Irishisms – http://www.vidanairlanda.com/category/irishisms

    Espero ter ajudado!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 08/12/2011 @ 5:05 pm

  39. Oi Tarsila, me chamo ugo, escrevo de Aracaju- Sergipe,adorei seu site, estou pensando em embarcar pra Irlanda no início de 2014, beijaço!

    Comentário by Ugo — 10/03/2013 @ 11:06 pm

  40. Olá Ugo!

    Muito obrigada pelo carinho que vem aí de Aracaju! 🙂
    Espero que consiga planejar bem sua viagem, então já recomendo que leia o eBook gratuito “Intercâmbio na Irlanda” http://www.vidanairlanda.com/2011/12/baixe-ebook-intercambio-na-irlanda-gratis.html. Ele oferece bastante informações e reflexões que podem ajudá-lo a ter a experiência que você quer!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 16/05/2013 @ 12:30 pm

Leave a comment

Comentários que não contribuem para o tópico acima serão deletados.