11/09/2010

Irishism: Yous

Uma das coisas que você vai perceber quando for conversar com nativos da língua inglesa é que as pessoas no dia-a-dia se comunicam de forma diferente da que aprendemos na escola.

Isso é muito normal pois o modo como falamos corriqueiramente é diferente – existem gírias, expressões, coloquialismos, neologismos, vícios de linguagem, etc. e tudo isso pode confundir nossas cabeças, não é mesmo?

Aqui na Irlanda existem algumas palavras e expressões que são coloquiais, mas algumas delas nem mesmo existem na língua inglesa e este é o caso do “Yous”.

Se você fizer uma forcinha, vai lembrar que quando você aprendeu os pronomes pessoais (I, you, he, she, it, we, you, they) não tinha nenhum “Yous” e até era meio complicado saber quando é que estavam falando de “You” (você) no singular ou “You” (vocês) no plural (Puxa vida, você tentando entender o inglês e eles ainda colocam a mesma palavra para duas coisas! )

😉

Seus problemas acabaram!

Coloquialmente os Irlandeses resolveram este problema e decidiram adicionar o “s” para expressar o “You” no plural, portanto eles criaram o  “Yous”. Isso acontece porque o inglês falado pelos Irlandeses tem suas origens no inglês hibérnico, trazido para a Terra dos Leprechauns durante a invasão dos Normandos no século XII. Nesta caso, eles utilizam o “s” para distingüir o singular do plural.

Atenção, esta prática é mais comum em Dublin, mas pode ser escutada em outras partes da Ilha Esmeralda.

Portanto se você quer se sentir um local nas ruas da nossa querida Fair City não hesite em usar a forma típica irlandesa de se referir à “vocês”, dizendo um simpático “How are yous?” ou “What are yous up to?”, tenho certeza de vão achar que você é um local!

I hope yous enjoy your weekend!

Postado por: | Comments (24)

24 Comments »

  1. Confesso que nao consigo usar esse “yous”, acho feio, sei lá, rs. Porem pra nos brasileiros acostumados com plural e tudo mais temos a opcao de usar o “ye” que era comum no ingles antigo. What are ye up to? bjos

    Comentário by Antonio — 11/09/2010 @ 2:53 pm

  2. Oi Antônio!

    O “Ye” também é bem comum e vale a pena ser mencionado!
    Obrigada!!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 13/09/2010 @ 10:39 pm

  3. Graças a Deus eles resolveram esse problema!
    Hahahah
    Essa é minha preferida do blog. =D o meu Irishism preferido é o “Dgeeeeeeeeeeizus” ri muito quando li o post.
    Continue com ela.
    Beijos e trevos pra você! =D

    Comentário by Camila V. — 12/09/2010 @ 12:37 am

  4. Olá Camila!

    Bem, não é uma resolução, é mais um modo de falar local. Por favor saiba que gramaticalmente isto não existe. 🙂
    O “Dgeeeeeeizus” é engraçado mesmo e tenho certeza de que a hora que você o escutar será inesquecível.

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 13/09/2010 @ 10:41 pm

  5. Tarsila! (quem lê o blog todo já jura que tem intimidade, né?)

    valeu por mais um irishisms, essa parte do blog é uma das melhores! ^^

    mas, aí vai uma pergunta:
    preciso te alugar um pouco (se não for problema pra tu) e te mandar um milhão de perguntas sobre a Irlanda, por email. Posso?
    se sim, te agradeço imensamente. se não, te agradeço imensamente do mesmo jeito! Teu blog é ótimo, muito bem organizado, escrito, simpático. Dá uma super vontade de ir praí logo!!
    brigada!

    =*

    Comentário by Martinha — 12/09/2010 @ 12:52 am

  6. Oi Martinha!

    Muito obrigada pelo comentário super fofo e gentil. Adorei!
    Pode ter intimidade, estou aqui para ajudar mesmo e adoro fazer novas amizades! 🙂
    Fique a vontade para me alugar por e-mail sim, não tem problema nenhum. Fico no aguardo da sua mensagem!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 13/09/2010 @ 10:43 pm

  7. hey guys what the craic?

    ou o famoso

    whats story?

    kkkkkkkk

    Comentário by felipe souza — 12/09/2010 @ 5:44 pm

  8. Oi Felipe!

    Eu já falei sobre estes Irishisms aqui:
    http://www.vidanairlanda.com/2010/04/irishisms-craic.html
    e aqui:
    http://www.vidanairlanda.com/2010/04/irishisms-story.html

    Dê uma conferida!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 13/09/2010 @ 10:51 pm

  9. Oiee, Tarsila, ja estou na terrinha. Cheguei na sexta-feira a noite. Tou gostando muiiiito! Hoje foi meu primeiro dia de aula na English in Dublin, foi otimo.

    Quanto a lingua e aos irishisms, ja percebi, e ohhhh povo pra falar rapido. rsrs

    Beiiiijos!

    Comentário by Elieuza — 13/09/2010 @ 1:08 pm

  10. Oi Elieuza!

    Seja bem-vinda à Irlanda!
    Fico muito feliz que você esteja gostando muiiito e espero que goste cada vez mais! E sim o povo fala rápido mesmo, com calma e tempo tudo se ajeita, viu? 🙂

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 13/09/2010 @ 11:02 pm

  11. Olha Tarsila, meu rosinha ri muito desses seus posts sobre o inglês aqui de Dublin, na verdade esse tipo de linguagem é mais utilizada pelo pessoal mais low class, tipo nackers e tals, o pessoal que teve estudo se recusa a utilizar esse (e qlq outro) tipo de slang. De diferente mesmo do inglês falado em outros paises só mesmo o sotaque, esse não dá pra negar.

    beijoca

    Comentário by karine smith — 13/09/2010 @ 9:12 pm

  12. Oi Karine!

    Tudo bem? Então o rosinha lê os Irishisms? Que bacana! 🙂 Thanks for reading!

    Realmente este tipo de linguagem é coloquial, exatamente por isso que estes posts são chamados de “Irishism”, que buscam refletir as mudanças que o povo (e geralmente é o povão mesmo) faz na língua, mesmo que estas mudanças não façam parte da gramática e isto acontece em qualquer idioma, não é mesmo?

    Estas palavras/expressões fazem parte do dia-a-dia de todos, mesmo que alguns evitem usá-las, elas são ilustrações de conversas informais que ora ou outra acabamos escutando por aqui. 🙂

    Já os sotaques irlandeses merecem um post à parte!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 13/09/2010 @ 11:12 pm

  13. Oi Tarsila!

    Há alguns dias eu descobri seu blog, procurando por informações da Irlanda, e me encantei!
    Tanto com o blog, com informações super úteis e dicas incríveis. Quanto com a sua tamanha generosidade e paciência. Parabéns! Parabéns mesmo, por ser tão gentil e tentar ajudar à todos.
    Já vi que várias pessoas deixam comentários te parabenizando, mas você é merecedora de todos os elogios.
    Pretendo ir para Dublin em abril do ano que vem, e agora já me sinto BEM mais “instruída” sobre tudo. Aliás, quem lê seu blog se sente como se já conhecesse a cidade.
    Enfim, parabéns mesmo!
    E obrigada 😉

    Grande beijo.

    Comentário by Nari — 14/09/2010 @ 3:16 pm

  14. Oi Nari!

    Seja bem-vinda ao Vida Na Irlanda!
    Muito obrigada pelos elogios, fico feliz em poder ajudar e em saber que você já se sente mais tranqüila, afinal de contas é isso que eu quero – que todos meus leitores possam aproveitar o máximo da experiência que vão ter ou já tem por aqui! 🙂
    Fique à vontade para ler outros posts, deixar comentários, sugestões, etc, viu?

    Beijinhos e se precisar, é só escrever!

    Comentário by Tarsila — 17/09/2010 @ 10:00 am

  15. Oi Tarsila!

    tenho algumas perguntas pra te fazer (espero que possa me ajudar!) enviarei para o seu email, combinado?

    Bjos!

    Parabéns pelo Blog ele é otéeeemo!

    Comentário by Camilla — 16/09/2010 @ 7:39 pm

  16. Olá Camilla!

    Muito obrigada pelo elogio. 🙂
    Aguardo seu e-mail!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 17/09/2010 @ 10:53 am

  17. Estou pensando em fazer intercâmbio ano que vem para Dublin. Sempre quis fazer intercâmbio, por toda bagagem que se adquiri nessas viagens. Mas, como nao é fácil largar tudo algumas dúvidas surgiram.
    1. Vale a pena largar tudo para fazer intercâmbio.
    2. E quando voltar, como vai ser?

    Comentário by Crisna — 18/09/2010 @ 3:23 pm

  18. Olá Crisna!

    Seja bem-vinda ao Vida Na Irlanda!
    Bom, vamos às suas dúvidas:
    1. O que é largar tudo para você? Isto é uma decisão muito pessoal e não tenho como dizer para você o que vale ou não a pena fazer/largar, pois cada um sabe de seus sonhos e limites e o que isso implica. Eu acredito que a experiência de morar no exterior é sempre muito benéfica, mas largar tudo ou não é uma decisão que só você pode tomar.
    2. Eu não sei como será sua experiência no exterior, nem qual é o seu objetivo em fazer intercâmbio. O modo como você vive e o que você faz determinam suas experiências e o modo como você leva a sua vida que dirá como o futuro será. Eu gostaria muito de poder ver o futuro e te dizer como seria seu retorno, mas infelizmente eu não posso te dizer o que acontecerá.

    O que posso fazer é dar dicas (através do blog, comentários, etc.) para que a sua experiência de intercâmbio na Irlanda seja bacana, mas isto também depende das suas experiências e como você as encara.

    Espero ter ajudado e se precisar é só escrever.

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 20/09/2010 @ 9:30 am

  19. Esse post acabou com o meu dilema, pq pra mim se referir a duas pessoas no singular (you) é um dilema, vou aderir ao yous!

    Comentário by Danubia — 24/09/2010 @ 1:51 am

  20. Oi Dan!

    Pode aderir ao “Yous”, mas lembre-se que fora da Irlanda ele não faz o mínimo sentido. 😉

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 25/09/2010 @ 12:53 pm

  21. Tarsila!!!

    Que legal!!! A cada dia aprendo algo novo da Ilha Esmeralda! Estou encantada!

    É incrível e, na verdade, todos os lugares possuem gírias, neologismos e sotaques variados! Na realidade, o Brasil é um ótimo exemplo, não?! O sotaque de cada estado aqui é único! São gírias e mais gírias e você acaba ficando até perdido! Eu, particularmente, acho bonito e interessante! Adoro tudo que é diferente!!! Não sendo usual, tô dentro! hehehe

    Yous! Criativo! Adorei os Irlandeses e sempre parece algo bem diferente de tudo que já vi… já que são invenções, modificações ou até originário do próprio gaélico!!! Tudo muito interessante!!! A história daí deve ser maravilhosa! É como ir para um lugar e vivenciar muito da história que se aprendeu na escola! DEMAIS!

    CHEERS 😉

    Comentário by Zélia Peres — 19/12/2010 @ 12:04 am

  22. Olá Zélia!

    Fico super feliz em saber que a Ilha Esmeralda está lhe encantando. 🙂
    Pois é, o Brasil é um ótimo exemplo, especialmente porque é um país tão grande e é interessante saber que isto também acontece em países pequenos, com a Irlanda, por exemplo.
    Como você disse a Irlanda é cheia de história e a língua é reflexo disto, portanto essas variações, invenções e mudanças são, nada mais, nada menos, do que a evolução da língua durante o tempo… eu também acho tudo isto muito interessante, já que minha veia lingüística é um pouquinho forte…rsrsrs.

    Tenho certeza de que você irá curtir tudo isso e muito mais por aqui! E se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 21/12/2010 @ 10:29 am

  23. Love your section on ‘Irishisms’, Tarsila! A few more that spring to mind in case you haven’t heard: muppet, gombeen, stall it – don’t know why these particular ones are coming into my head right now – ask me next time! 🙂

    Comentário by Adele - SWOPSHOP — 21/12/2010 @ 1:56 am

  24. Hello Adele!

    Thank you so much for your visit!
    I love your suggestions! They are def. becoming posts in a very very near future and we can also brainstorm a few more when I come around. 🙂
    Looking forward to that!

    xoxo

    Comentário by Tarsila — 21/12/2010 @ 12:04 pm

Leave a comment

Comentários que não contribuem para o tópico acima serão deletados.