07/01/2011

Conhecendo a Irlanda: National Gallery of Ireland

Para os amantes de programas culturais, que desejam conhecer e se inspirar por pinturas, gravuras, ilustrações e esculturas sem pagar nada, a National Gallery of Ireland deve estar na sua lista de lugares para conhecer.

Pertinho da Trinity College com entradas na Nassau Street e também na Merrion Square ao lado do Natural History Museum não há como não notar essa galeria que é toda cheia de charme.

Oficialmente aberta ao público em 1864 a National Gallery of Ireland tinha, na época, somente 112 pinturas em exibição, dentre elas, muitas compradas em Roma e da National Gallery London. Hoje a galeria apresenta uma ótima coleção de arte européia ocidental com exemplos desde os tempos medievais até obras contemporâneas.

source

A maior coleção de arte irlandesa do mundo está aqui. São obras dos séculos XVIII e XIX distribuídas por sete salas, com trabalhos relevantes de Walter Frederick Osborne, Nathaniel Hone e Roderic O’Connor.

source

As coleções de arte Britânica (com pinturas dos Tudors), Francesa (incluindo Monet) Espanhola (com obras de Goya, Velázquez, Murillo e até Picasso), Alemã, Holandesa (Vermeer) e Flamenga recheiam os três pisos da NGI, que são divididos em alas.

A Beit Wing, extensão criada em 1968, por exemplo, recebeu este nome em função da enorme generosidade de Sir Alfred e Lady Beit, que doaram 17 antigas obras-primas para a National Gallery of Ireland em 1987. A Milltown Win recebeu seu nome em função da Condessa de Milltown que doou mais de 200 pinturas pessoais e uma coleção de prataria, móveis e livros à galeria. Além disto o famoso dramaturgo George Bernard Shaw foi e é um dos maiores contribuidores da NGI, já que 1/3 de todos seus royalties foram concedidos à NGI  até 2020.

source

A ala mais moderna é a Millenium Wing, aberta em 2002, que além de exibir obras irlandesas de arte moderna abriga uma área de exposições temporárias, como as “Gravuras de Munch”ou “Obras de Gabriel Metsu”. Ela também funciona como uma segunda entrada para a NGI e oferece um restaurante, um café e uma loja de souvernirs super charmosa.

source

“O Beijo de Judas”  (1602) de Caravaggio foi (re)encontrada em uma casa de estudos Jesuitas em Dublin em 1993 e graças ao empréstimo da obra por tempo indeterminado ela está exposta na NGI na área de pinturas italianas juntamente com pinturas que datam desde o período renascentista até o século XVIII.

source

A National Gallery também oferece um espaço especial, com iluminação adequada para proteger trabalhos feitos em papel que é destinado à exposições temporárias sobre os mais variados temas, como as atuais aquarelas de J.M.W. Turner, as magníficas ilustrações dos contos da Andersen de Harry Clarke, ou a interessantíssima exposição sobre os Interiores Impressionistas.

source

Muitas das obras mais interessantes da NGI foram adquiridas pelo governo, como pinturas de Picasso e Jack B. Yeats (aliás, há uma área dedicada à família Yeats, com retratos da família e diversas obras do pintor), recebidas através de transferências de coleções de Sir Alfred Chester Beatty e doações de Sir Alfred Beit, incluindo obras de Diego Velázquez, Vermeer e Raeburn.

Mas não é só isto! A National Gallery of Ireland oferece gratuitamente tours diários, workshops, eventos e palestras – basta apenas consultar o website deles ou dar um pulinho por lá e pegar um folheto com a programação atual. Ocasionalmente alguns eventos/workshops e até exibições temporárias são pagos, contudo o valor é sempre baixo e não esqueça de perguntar pois muitas vezes um dia na semana (geralmente segunda ou terça-feira) o preço é mais barato.

Não deixem de conferir!

National Gallery of Ireland
Merrion Square West
Dublin 2
www.nationalgallery.ie

Postado por: | Comments (12)

12 Comments »

  1. Olaaaaaa! Ressurgi das cinzas, apos duas gripes esta ultima que ainda permanece a tosse, da qual achei que iria repatriado sanitariamente pro Brasil… agora estou melhorando graaaacas a Deus!
    Voce e as dicas de lugares lindos e excelente sempre! =) Gostei! Acredita que ainda nao “turisteei” em Dublin? Pois eh… preciso tirar tempo pra isso e sair pra conhecer os lugares…
    Bjo e desculpe o sumico… mas como ainda nao estou trabalhando, nao comprei um novo laptop, logo pego emprestado. Excelente 2011 pra voce e pro seu marido! Sucesso sempre!

    Comentário by Emerson — 08/01/2011 @ 5:57 am

  2. Olá Emerson!

    Seja bem-vindo novamente!
    Espero que esteja bem da gripe e da tosse, afinal de contas ninguém merece ficar doente né?
    Muito obrigada pelo comentário e espero que você aproveite o tempo que tem por aqui para conhecer as maravilhas que a Ilha Esmeralda tem a oferecer! 🙂
    Espero que 2011 esteja sendo ótimo e que você também tenha muito sucesso!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 15/01/2011 @ 9:33 pm

  3. Nossa! Conhecendo a Irlanda é a minha seção preferida! Inclusive a citei no post de hoje do” Oxente? Na Irlanda?” oxentenairlanda.blogspot.com

    Vou revisitar o blog, e curtir cada um destes lugares de perto quando nesses dias.

    Comentário by Marília — 08/01/2011 @ 7:52 pm

  4. Olá Marília!

    Muito obrigada pelo comentário! Legal saber que você adora o “Conhecendo a Irlanda”, espero poder colocar mais coisinhas bacanas por aqui em breve! Ah, e muito obrigada por citar o Vida Na Irlanda no “Oxente”. 🙂
    E se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 15/01/2011 @ 9:46 pm

  5. o “O Beijo de Judas” (1602) de Caravaggio é perfeita…a cor muito real ^^

    Comentário by Dohko — 08/01/2011 @ 10:33 pm

  6. Olá Dohko!

    A National Gallery é demais e se conhecer museus e galerias é o seu lance “O Beijo de Judas” e outras obras vão impressioná-lo. 🙂

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 15/01/2011 @ 9:53 pm

  7. Muito legal essa galeria. Pude conhecê-la quando recebi um amigo sueco aqui em casa, pena que estava um caco e gripado rs
    Voltarei lá (dessa vez 100% bom) para apreciar a arte. De qualquer modo o passeio é super válido! =)

    Comentário by Marcondes — 09/01/2011 @ 1:30 am

  8. Olá Marcondes!

    Bom, agora que você está melhor, volte lá porque, como você mesmo disse, vale muito a pena e arte nunca é demais! 🙂

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 15/01/2011 @ 9:58 pm

  9. Como não consegui contato via formulário de contato vim deixar um alô por aqui mesmo 😀

    Olá, boa tarde (para nós aqui do Brasil) rsrsrs… eu sei que você deve receber mil e-mails como este que estou te enviando agora.. mas eu gostaria muito mesmo de ajuda para os primeiros passos em Dublin.. Estou juntando dinheiro e no momento eu tenho R$ 7,000 acredito que com uma quantia de R$ 13,000 eu consiga bancar as minhas despesas ou pelo menos parte delas durante 1 ano na Irlanda.. Tenho 21 anos e sou professor de Artes Visuais, moro atualmente em Lages – Santa Catarina, mas eu sei que estou destinado a me tornar um cidadão do mundo.

    Bom depois de tudo isso eu gostaria de uma opinião… Tenho um amigo que morou durante 2 anos em Dublin, ele tem outros amigos que ainda moram aí, e ele me fez uma proposta para me ajudar a ir, talvez até o final de julho.. Todos aqui sabemos que as agências de viagens cobram um valor extremamente absurdo para “arrumar” as nossas vidas fora do Brasil e esse meu bom amigo prontamente se ofereceu para me ajudar de graça… (arrumar lugar para morar e a escola onde vou estudar..) A escola onde ele quer me matricular é a seguinte (http://www.englishindublin.com/) gostaria de saber referências e se não for pedir demais, você poderia dar sua opinião sobre como ir sem a ajuda de agências de viagens? as suas opiniões são muito boas então seria bacana ver alguém que está aí a tanto tempo dar dicas de como ir, quanto dinheiro levar, e como procurar escolas e moradias..

    Sei que pedi demais já.. Mas agradeço se você responder..

    Um grande abraço.

    Felipe Bizzi – Futuro morador de Dublin 😀

    Comentário by Felipe Bizzi — 12/01/2011 @ 4:12 pm

  10. Olá Felipe!

    Eu fiz uma entrevista com um aluno da English In Dublin, confira a opinião dele aqui: http://www.vidanairlanda.com/2010/07/estudar-na-irlanda-english-in-dublin.html
    Algumas pessoas preferem fazer todos os trâmites por conta própria e outras preferem agências. É uma questão de escolha pessoal. Acredito que utilizar o serviço de uma agência serve para dar um apoio que, muitas vezes, não temos, mas conheço histórias boas e não tão boas de pessoas que vieram por conta e por agência, portanto tire suas dúvidas com seu amigo, vá em agências, faça perguntas, peça cotações, seja curioso, porque o investimento de um intercâmbio é grande. Tenho certeza de que você encontrará sua resposta.

    Em relação à escolas, veja as entrevistas que fiz na categoria “Estudar Na Irlanda” e sobre procurar moradia, veja este post aqui: http://www.vidanairlanda.com/2010/05/se-virando-em-dublin-como-alugar-casa.html

    Espero ter ajudado e se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 15/01/2011 @ 10:53 pm

  11. Lindo demais.

    Comentário by Andressa — 18/01/2011 @ 1:36 pm

  12. Olá Andressa!

    A National Gallery é inspiradora mesmo. Eu super recomendo!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 19/01/2011 @ 8:04 pm

Leave a comment

Comentários que não contribuem para o tópico acima serão deletados.