18/09/2008

Viva a vida de visto novo

Bom, em Junho o Eric renovou o work permit dele, ou seja, já faz um ano que ele tem o work permit aqui na Irlanda. Já no meu caso, tenho o visto de estudante, que me obriga a ter 85% de presença em um curso (geralmente de inglês) que seja de no mínimo 15 horas semanais. Com esse visto eu posso legalmente trabalhar 20 horas por semana… mas ter de ir na escola é bem cansativo, ainda mais se você não estiver aprendendo nada… 15 horas da sua semana (mais o tempo no ônibus e o dinheiro do curso) sem muito uso…entendem?

Bom, hoje tudo isso mudou. O Eric e eu fomos à imigração (sim, aquele lugar que merece tantos adjetivos quanto recebe de dinheiro por dia…) para que ele pedisse Reunificação de Esposa. Assim, meu visto muda de estudante para esposa de quem tem work permit (o Eric, claro!) Esse visto me categoriza como dependente do Eric, portanto eu não preciso ir à escola (ÊÊÊÊÊ) Obviamente que tínhamos que dar um jeito nisso. Juntamos todos os documentos e fomos lá ontem a tarde, mas por um problema no sistema eles não poderiam processar nosso pedido e ainda avisaram – vocês precisam sair do país para que a gente possa mudar seu visto.
Eu sei que isso é mentira. Primeiramente porque quando o Eric conseguiu o work permit dele mudaram o status de visto (de estudante para work permit) sem ele ter da sair do país e quando eu estava resolvendo os rolos do meu work permit (que não deu certo) eu achei na página do governo (www.inis.gov.ie) um parágrafo que diz: “Cidadãos não-europeus que NÃO precisam de visto devem procurar a sede de imigração mais próxima para mudar seu status. Os cidadãos não-europeus que precisam de visto, devem sair do país antes de mudarem seu status”. Como os cidadãos brasileiros não precisam de visto, não tive dúvidas – entrei no site e imprimi a danadinha da página.
Munido de todos os papéis possíveis do universo, fomos lá. O horário de funcionamento do local é das 8 da manhã até as 10 da noite. Ás 8:30 estávamos na fila para pegar o bilhete da fila (e depois acham que o Brasil é complicado…). O fulaninho que dá o bilhete olha pra minha cara e pergunta – “Você já trabalhou na Irlanda?” – “Já, mas não estou trabalhando agora.” – “Ah, então você vai ter que mostrar um P45 (formulário de recisão de contrato de emprego)” – “P45? Mas viemos ontem aqui e disseram que a documentação está certa, ninguém disse que precisava do p45 (que aliás, estava na minha casa, na pasta, na gaveta, há mais de 30 minutos de distância da imigração)”. Daí o fulaninho falou, posso te dar o bilhete, mas você vai perder seu dia aí…”(Ah fulaninho se não tivesse um vidro entre nós seu pescoço estava no meus dentes…).

O Eric e eu nos olhamos – “E agora?” – eu pensei – “tenho que ficar calma, que arranjo uma solução”. o Eric já tava irritado porque teria que sacar dinheiro, pegar um taxi, vir até em casa, voltar… – “Já sei!!!” – A escola onde eu dei aula no verão acabou de me mandar o P45 e eu sei que eles tem uma cópia e adivinha só se a escola não fica a 5 minutos da imigração. Fomos lá e em 10 minutinhos estávamo com a cópia do P45 em mãos. Regressamos ao local de tortura burocrática de estrangeiros.

Quase 11 horas somos chamados numa das cabininhas da imigração (Número 13 – uuuh, cabalistico!). Um senhor, de bom humor (hoje está fazendo sol, então as pessoas ficam de bom humor), nos escutou e pediu nossos passaportes e carteirinhas de registro…olha olha olha… e ele nos diz: “Mas se você for mudar de visa você não pode trabalhar, a menos que seja com um work permit de esposa (que aliás é muuuito muuuuito fácil de conseguir). E você não poderá ir mais a escola (Sééééério? Hehehehe). Nós sabíamos e dissemos que sim, que queríamos isso. Daí ele veio com o papo de “Você tem de sair do país”. Logo sacamos nosso papelzinho do site deles e daí… daí o senhor não tinha o que dizer. Foi falar com o supervisor que autorizou a mudança. Nisso adivinhem quem apareçe??? O fulano de ontem que disse que teríamos de sair do país… e ele leu o papel e… ficou quietinho porque não tinha como argumentar. Daí pediram o Work Permit original do Eric e nossa certidão de casamento. Nós demos a tradução juramentada do nosso certificado de união estável. Nem leram. O senhor sorria pra gente, fez tudo na maior boa vontade. Me registraram lá, pegaram minhas digitais (calma lá que eu não sou criminosa, mas agora todo mundo registrado na imigração tem de deixar suas digitais registradas, mas é só dos indicadores…), tiraram minha fotinho pra minha nova carteirinha.Não pediram extrato do banco, não pediram o contrato do Eric, não pediram comprovante de endereço e muito menos a porcaria do P45. (Não é maravilhoso como todo mundo naquele lugar tem as mesmas informações?).

Por volta do meio dia saímos de lá. Agora tenho o Stamp 3 – sou mulher de pessoa que possui o work permit e não temos orbigação de achar escola (que não seja de inglês no meu caso) e que seja uma escola boa, com horário bom, barata, que permita renovar o visto de estudante (que só consegue pegar bilhete depois das 9 da manhã na imigração)…Ah tudo isso acabou!

Hoje é o dia da libertação – Agora é vida nova de visto novo! E bola pra frente!

Boa semana (ou o que resta dela)! BEIJOS MIL!

Postado por: | Comments (14)

14 Comments »

  1. Oi Tarsiula, que luta essa a sua!

    Nossa vc fez tanta coisa que até me enrolei e acabei não entendendo algumas coisas.

    No meu caso eu vou pra Dublin como estudante. Fechei um contrato de 1 ano pela agência por onde vou e eles me falaram que vou poder trabalhar.

    Isso quer dizer que vou ter o Work Permit? E o visto?

    Se eu quiser continuar morando depois do meu contrato de 1 ano na Irlanda acabar e quiser arrumar um emprego, o que preciso fazer?

    Aff! Estou muito confusa. Help me, please!

    Beijos.

    Comentário by Suellen Pereira — 30/01/2011 @ 2:36 pm

  2. Olá Suellen!

    Então eu realmente passei por cada coisa, mas no final dá tudo certo.
    Eu acho que este post pode realmente acabar confundindo as coisas, então, para a sua situação e o SEU visto de estudante, leia estes posts aqui:

    http://www.vidanairlanda.com/2010/03/imigrando-quero-estudar-ingles-na-irlanda.html
    http://www.vidanairlanda.com/2010/10/imigrando-novas-regras-para-estudantes-internacionais-de-2011.html
    http://www.vidanairlanda.com/2011/01/imigrando-novas-regras-da-imigracao.html

    Você obterá um visto de ESTUDANTE que dá acesso ao trabalho, ou seja, seu visto será de estudante e você poderá trabalhar aqui. O Work Permit é dado somente para quem vem para a Irlanda para trabalho somente.

    Para continuar aqui na Irlanda você deve ter um visto de permanência que lhe permita ficar aqui. Depende do seu caso, mas há pessoas que renovam seus cursos, há outras que casam, outras que se tornam trabalhadoras. Depende do objetivo de cada um. Eu aconselho que você tome um passo de cada vez. 🙂

    Espero que os links acima a ajudem e se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 31/01/2011 @ 1:19 pm

  3. Olá Tarsila.
    Lhe mandei uma mensagem no facebook, mas até imaginava que com ceteza varias pessoas fizessem o mesmo e por isso ficaria dificil para voce.

    Li sobre a sua situação acima e aconteceu o mesmo comigo, Basicamente a imigração rejeitou o meu pedido e um dos itens foi a questão de eu não poderia aplicar para o green-card estando aqui na Irlanda com o Stamp 2 Visa, teria que sair do país.

    Um amigo meu que lhe conhece(Caio) que me falou que tem um site do governo que fala que isso não é necessário, e como você citou acima também.

    Você ainda tem o endereço desse site ?? ou pdf ?? Não encontrei essa informação nos links do seu comentário. Talvez ele retiraram 🙁

    Se caso ainda tiver ou lembrar, e poder postar ficaria muito agradecido, me ajudaria bastante pois eu iria anexar esses documentos juntamente com a minha aplicação. O prazo para fazer o appeal está para segunda-feira.

    Obrigado e parabéns pelo site.


    Thiago

    Comentário by Thiago — 09/02/2012 @ 3:29 pm

  4. Olá Thiago,

    Magina, não há problemas. Vamos lá:

    Há um documento que tem uma lista de países na qual o Brasil é um dos países que não necessita de visto para se entrar na Irlanda. Este documento se chama: S.I. No. 345 of 2011. Immigration Act 2004 (Visas) (No. 2) Order 2011 e está disponível para baixar aqui: http://www.inis.gov.ie/en/INIS/Pages/WP07000069

    Este documento deve ser acompanhado da página de web abaixo, que prova que você não precisa sair do país para mudar de visa status.
    http://www.inis.gov.ie/en/INIS/Pages/WP07000279

    Nesta página está escrito “In the case of a non visa required national it is open to you to seek to change your immigration status with your local Immigration Officer, outlining details of your future intentions in the State. You should be in a position to provide documentary evidence of the proposed change to your immigration status.”

    Então comprove que o Brasil é um país que não requer visto para entrar na Irlanda através da lista. É aí que está o negócio.

    Espero que você consiga fazer o seu appeal. Boa sorte!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 10/02/2012 @ 9:33 pm

  5. Olá Tarsila.
    Lhe mandei uma mensagem no facebook, mas até imaginava que com ceteza varias pessoas fizessem o mesmo e por isso ficaria dificil para voce.

    Li sobre a sua situação acima e aconteceu o mesmo comigo, Basicamente a imigração rejeitou o meu pedido e um dos itens foi a questão de eu não poderia aplicar para o green-card estando aqui na Irlanda com o Stamp 2 Visa, teria que sair do país.

    Um amigo meu que lhe conhece(Caio) que me falou que tem um site do governo que fala que isso não é necessário, e como você citou acima também.

    Você ainda tem o endereço desse site ?? ou pdf ?? Não encontrei essa informação nos links do seu comentário. Talvez ele retiraram

    Se caso ainda tiver ou lembrar, e poder postar ficaria muito agradecido, me ajudaria bastante pois eu iria anexar esses documentos juntamente com a minha aplicação. O prazo para fazer o appeal está para segunda-feira.

    Obrigado e parabéns pelo site.


    Thiago

    Comentário by Thiago — 09/02/2012 @ 3:35 pm

  6. Olá Thiago,

    Magina, não há problemas. Vamos lá:

    Há um documento que tem uma lista de países na qual o Brasil é um dos países que não necessita de visto para se entrar na Irlanda. Este documento se chama: S.I. No. 345 of 2011. Immigration Act 2004 (Visas) (No. 2) Order 2011 e está disponível para baixar aqui: http://www.inis.gov.ie/en/INIS/Pages/WP07000069

    Este documento deve ser acompanhado da página de web abaixo, que prova que você não precisa sair do país para mudar de visa status.
    http://www.inis.gov.ie/en/INIS/Pages/WP07000279

    Nesta página está escrito “In the case of a non visa required national it is open to you to seek to change your immigration status with your local Immigration Officer, outlining details of your future intentions in the State. You should be in a position to provide documentary evidence of the proposed change to your immigration status.”

    Então comprove que o Brasil é um país que não requer visto para entrar na Irlanda através da lista. É aí que está o negócio.

    Espero que você consiga fazer o seu appeal. Boa sorte!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 10/02/2012 @ 9:34 pm

  7. Nossa Tarsila. MUITO OBRIGADO!!!! Valeu demais mesmo, Nem sei como agradecer. Fiz um documento com as explicações, prints e documentos anexos, com base nisso tudo.
    Tomara que dê tudo certo. Vamos ver 🙂 Mais uma vez muito obrigado.

    O único problem é que como apliquei para o green-card não tem como eu conversar com a pessoa. É aplicar colocar tudo no envelope e esperar que a pessoa da imigração que está avaliando tudo vá com a sua cara né 🙁

    Muito bom o site e continue com ele!!! PS: Desculpa ter ido dois comentários acima.
    Grande abraço e muito boa sorte para esse ano de 2012 na ilha verde!!
    Inté.

    Comentário by Thiago — 11/02/2012 @ 4:44 pm

  8. Olá Thiago!

    De nada, é um prazer poder ajudar. 🙂 E espero que tudo dê certo!
    E muito obrigada pelo carinho.

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 17/02/2012 @ 11:48 am

  9. Oi tarsila, parabéns pelo blog, mandei uma mensagem hj no mural do vida na irlanda no face mas acho que n pode fazer isso né, que não vizualizo mais a publicação.
    Então eu sou cidadão europeu e queria aplicar para minha esposa o stamp4, tenho tradução juramentada e a original da nossa certidão de casamento com carimbos de autenticação das embaixadas brasileira e irlandesa. Consigo aplicar pra ela o stamp4 logo que chegar na irlanda? Mesmo eu não tendo emprego ainda? Caso precise ter um emprego para isso ela irá aplicar como estudante e depois trocaremos o visa dela.
    Obrigado pela ajuda
    Henrique Borges

    Comentário by Henrique Borges — 07/03/2012 @ 10:48 pm

  10. Olá Henrique!

    Obrigada pelo comentário.
    Eu respondi o seu comentário lá: Você e sua mulher devem se dirigir à GNIB com todos os documentos que vocês tem em mãos (mais os passaportes) e pedirem para registrá-la como esposa de cidadão português. Deve ser bem tranquilo.
    Não há problemas em pedir o stamp 4 logo que vocês chegarem, pois ela é esposa de cidadão europeu, mesmo sem emprego.

    Em relação aos direitos, são os mesmos de um cidadão irlandês, com pequenas limitações. Veja mais detalhes aqui:

    http://www.citizensinformation.ie/en/moving_country/moving_to_ireland/rights_of_residence_in_ireland/residence_rights_eu_national.html
    Residence rights of EU/EEA nationals in Ireland

    Espero ter ajudado!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 15/03/2012 @ 12:43 pm

  11. Olá Tarsila,
    Minha namorada e eu estamos mergulhando nos blogs, hyperlinks, notícias, feiras de intercâmbio, enfim, tudo o que nos permita conseguir ter uma estada tranquila aí em Dublin.
    Com todas essas pesquisas nos surgiram algumas dúvidas que eu queria muuuito mesmo que você nos ajudasse.
    Quanto ao Work Permit:

    – eu não entendi muito bem, mas como nós pretendemos ir casados, eu queria saber se eu tiver o Stamp 1, a minha esposa com o Stamp 3 não poderá estudar? (Tipo faculdade, curso, pós-graduação)

    – em caso contrário (ela com o Stamp 1) eu poderia conseguir o Stamp 3?

    – Como ela faria para conseguir o work permit de esposa e trabalhar normalmente? Esse Work Permit a permitiria estudar?

    Tarsila, eu sei que parece meio preguiçoso, mas a gente tá procurando demais por isso, daí pensamos em perguntar a você que já tá estabilizada e entende demais de pequenos detalhes que só de serem postados no blog e nos coments já nos ajudam demais a nos planejar, uma vez que também é uma vontade a estabilidade na Irlanda.
    Enquanto não vamos, nossas pesquisas continuam aqui… rsrsrs

    Um grande abraço, e parabéns pela iniciativa!!!
    Até logo… 🙂

    Comentário by Hyan — 23/03/2012 @ 4:37 am

  12. Olá Hyan,

    Vamos lá:

    1) Sim, se você tiver o Stamp 1 sua esposa, com Stamp 3 não poderá nem trabalhar nem estudar em cursos de período integral (fulltime). É um requisito do visto.

    2) Sim, caso ela consiga o Stamp 1, você pode pedir o Stamp 3 (“Spouse” serve tanto para mulher como marido), vale a pena lembrar que para pedir o visto de reunificação de família (que dá direito ao Stamp 3), a pessoa que tem o Work Permit (Stamp 1) tem de ter o visto já por 1 ano, ou seja, somente depois de 1 ano com o Stamp 1 que o marido/a mulher podem pedir o Stamp 3.

    3) Para conseguir o Spousal Permit, veja este link e baixe o guia apropriado:
    http://www.citizensinformation.ie/en/employment/migrant_workers/employment_permits/spousal_work_permit_scheme.html

    Espero que estas informações os ajudem e que as pesquisas continuem a render bons frutos!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 26/04/2012 @ 4:01 pm

  13. Tarsíla, encontrei seu blog hoje e estou muito feliz e aliviada com essa notícia de que não é preciso sair do país para mudar o status do visto. Interessante é que essa desinformação é muito divulgada em sites especializados o que, com certeza, atrasa a vida de muita gente na Irlanda

    Muito obrigada por compartilhar isso aqui.
    Abraços,

    Paula

    Comentário by Paula Oliveira — 24/11/2013 @ 7:24 pm

  14. Olá Paula,

    Muito obrigada pelo carinho e comentário.
    Pois é, pouca gente sabe disto mas cabe a cada um se informar também, inclusive outros sites. Tudo que é colocado no Vida Na Irlanda é extremamente verificado e comprovado, eu jamais colocaria aqui informações parciais ou mal pesquisadas.

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 15/05/2014 @ 4:40 pm

Leave a comment

Comentários que não contribuem para o tópico acima serão deletados.