02/02/2011

Estudar na Irlanda: Eddie Collins-Hughes

Olá Pessoal!

Hoje vocês podem ler nossa primeira entrevista do ano – u-hu! Eu tive a oportunidade de conhecer um pouco melhor da experiência de um rapaz que mudou de objetivos desde que chegou e hoje está mais determinado do que nunca. Já passou por outra escola e atualmente estuda na Eddie Collins-Hughes.

Sem mais enrolação lhes apresento…O MARLON!

O Marlon é de Belo Horizonte e além de muito simpático ele cresceu muito com a experiência de morar no exterior. Quando terminou o colegial no Brasil ele decidiu que era a hora de fazer um intercâmbio, levando em consideração que sua prima já estava aqui e que a Irlanda era uma opção mais em conta ele juntou um dinheirinho e veio. Depois de 1 ano e 3 meses por aqui ele já experimentou estudar em duas escolas e hoje tem seus objetivos mais claros. O que ele está achando de tudo isto? É só ler abaixo…

Qual é o seu nome e idade?

Marlon Ferreira de Lemos, 22 anos.

Qual o seu curso e escola?

Marlon – Estou fazendo o curso de Business Management na Eddie Collins-Hughes.

Há quanto tempo você está aqui na Irlanda e há quanto tempo estuda na Eddie Collins-Hughes?

Marlon – Estou aqui há 1 ano e 3 meses. Estudei na E.L.A quando cheguei e depois mudei de escola. Desde novembro de 2010 eu estudo na Eddie Collins-Hughes.

Por que você escolheu a Irlanda?

Marlon – Depois que eu me formei do colegial comecei a trabalhar, mas não estava 100% feliz. Eu já tinha estudado muitos anos de inglês no Brasil então já pensava em me aperfeiçoar, eu queria ser professor de inglês. Aproveitei que eu ainda não tinha entrado na faculdade e era o momento certo para fazer um intercâmbio, pedi as contas e peguei o dinheiro do acerto para vir. Eu escolhi a Irlanda por dois motivos: O primeiro é que era a opção mais acessível e o segundo é que minha prima já estava aqui e poderia me dar apoio, porque é sempre bom ter em quem confiar.

Você escolheu qual agência de intercâmbio?

Marlon – Eu escolhi a Upgrade Intercâmbio Cultural de Belo Horizonte. O atendimento foi excelente além de me darem apoio do começo ao fim. Eu até tenho o contato da agência no meu msn e sempre que preciso eles estão online e já até me ajudaram com transferência de dinheiro. No Brasil eles falam com a minha família, já que minha prima também veio pela mesma agência. Inclusive, a Maria José, que foi quem me vendeu o pacote, já veio para a Irlanda várias vezes e conhece as escolas e eu acho isso importante.

Por que você escolheu a Eddie Collins-Hughes como sua escola?

Marlon – Quando eu estudei na E.L.A. era a escola que vinha no pacote que eu comprei, mas eu não estava satisfeito com a localização, que não é tão central, e o fato de que muitas vezes o professor voltava a matéria cada vez que um aluno novo entrava na sala; isto me deixou frustrado. Eu me senti prejudicado já que não sentia que estava evoluindo, então fui buscar outras escolas. A Eddie Collins-Hughes me atraiu primeiramente pelo preço, mas não queria uma escola que fosse só barata, queria aprender. Então fiz uma aula experimental na sala de Business Management e para a minha surpresa ela foi muito boa. A localização é excelente e acabou unindo o útil ao agradável, inclusive a aula que assisti é do curso que estou fazendo.

Qual o seu objetivo em estudar na Irlanda e na Eddie Collins-Hughes?

Marlon – Primeiramente eu vim estudar inglês, me tornar professor, mas nossos objetivos e planos sempre mudam. Hoje quero terminar o curso que estou fazendo e talvez progredir para outras certificações que podem durar até 3 anos, vamos ver como será até lá. Aqui eu amadureci muito porque quando chegamos achamos que é festa, gastamos com roupas, saídas e é tudo uma ilusão, pois acabamos vivendo para os outros e não para nós mesmos. Para se ter uma experiência legal é preciso ter planos e para realizar nossos planos precisamos de dinheiro (Seja estudar em outro país, comprar um carro, etc.) Então eu aconselho que as pessoas administrem bem e guardem dinheiro para realizar seus planos. Hoje eu tenho muito mais claro o que quero alcançar: Quero estudar, conseguir meu certificado; além disso ter o inglês e a experiência deste curso vão contar muito quando eu for abrir meu próprio negócio no Brasil ou trabalhar na área de gerenciamento que é realmente o que eu gosto de fazer e sei fazer melhor.

Que tipo de acomodação você escolheu? Como foi a experiência?

Marlon – Fiquei 1 semana em casa de família e foi uma experiência maravilhosa. Se eu pudesse teria morado com eles. Acho que é uma oportunidade que temos de entrar na cultura e desenvolver o inglês – é ótimo. Na minha experiência eu me senti em casa, tinha uma atmosfera legal e é bom conhecer os hábitos e comportamentos dos irlandeses, como por exemplo as brincadeiras e jogos que as crianças tem, como a mãe cozinha, o que o pai diz quando volta do trabalho…fazemos comparações para entender melhor, porque você está no país deles. Morar com outras pessoas de outras nacionalidades é legal mas você não conhece a cultura daqui.

Qual sua opinião sobre seu curso?

Marlon – Não tenho nenhuma reclamação a fazer. A escola é limpa, organizada e o material de trabalho é muito bom. O professor utiliza métodos interessantes para ensinar, facilitando o aprendizado. Por exemplo, ele usa canetas de diversas cores no quadro, além de retroprojetor e filmes. Aliás, meu professor é o dono da escola e eu o admiro porque ele traz uma atmosfera boa e o curso que estudo é de Business, mas aprendemos muito mais e não tem dinheiro que paga este aprendizado. Ele fala sobre a Irlanda, a história do país, geografia, nos dá dicas de livros e filmes, enfim, ele é uma pessoa muito bacana que respeita a opinião e cultura de cada aluno.

O que você acha que a Eddie Collins-Hughes oferece de diferencial?

Marlon – O preço competitivo e flexibilidade nos horários. Por exemplo, eu faço minhas aulas duas vezes por semana o dia inteiro em vez de ter aulas todos os dias. Isto é uma coisa que não encontrei em outras escolas.

Você acha que existe diferença entre estudar aqui e no Brasil?

Marlon – Existe, claro. Eu estudei 6 anos na Wizard no Brasil e aqui você aprende com uma pessoa que não conhece o português, não adianta perguntar que ele não vai saber te explicar na sua língua, então você vai ter de pegar o dicionário mesmo. Você que vai aprender, depende de você. No começo quando eu cheguei eu tinha dificuldades para entender, mas com 1 mês já estava muito melhor. Acho que o inglês que aprendemos no Brasil é a base e depois depende de cada um de nós o que fazemos com ela.

O que você mais gosta e menos gosta na Eddie Collins-Hughes?

Marlon – O que eu mais gosto é a atmosfera da escola e da minha sala e o que eu menos gosto é que nem todos os computadores para estudantes funcionam.

Você tem alguma sugestão para a melhoria da escola?

MarlonDefinitivamente consertar os computadores.

Quais são as nacionalidades dos professores da Eddie Collins-Hughes?

Marlon – Meu professor é irlandês e a recepcionista também. Não sei as nacionalidades dos outros professores, mas acredito que sejam irlandeses também.

Você gosta de estudar aqui?

MarlonGosto.

Quantos alunos tem na sua sala/curso? Quais são as nacionalidades dos alunos?

Marlon – A quantidade de alunos varia, mas a média é 15. Agora que a lei mudou e os alunos não podem estudar em cursos noturnos o pessoal da noite veio para o dia, então temos mais ou menos 25 alunos, depende do dia. Minha sala é bem mixta. Tem alunos do Brasil, Paquistão, México, Índia, Coréia do Sul, Maurício, Hungria e África do Sul.

Qual sua opinião sobre o horário e duração das aulas?

Marlon – Eu estudo duas vezes por semana, das 9h às 17h. Temos uma hora de intervalo para almoço das 12h às 13h. Eu gosto deste horário pela comodidade, porque prefiro fazer tudo em dois dias, é melhor para mim, mas como tenho cinco dias sem aulas acho necessário estudar em casa, porque a escola dá a base, mas como há provas para certificação o estudo depende de mim.

Muitas pessoas tem medo de não conseguir trabalho. Como foi esta experiência para você?

Marlon – Eu não vim com muito dinheiro e alías eu acho que foi um erro. Recomendo que as pessoas venham com dinheiro extra, não para gastar com besteiras mas para se sustentar caso não consigam um emprego. Claro, temos vergonha e não queremos pedir dinheiro emprestado para os pais, amigos, parentes…queremos ser independentes e nunca vou me esquecer quando paguei meu primeiro aluguel, é quando temos de dar o aluguel e o depósito juntos (para saber mais sobre este assunto, clique aqui.) Todo aquele dinheiro foi embora e só então comecei a cair na real porque o dinheiro que sobrou foi pouco e eu ainda tinha de comprar comida.

Aqui não tem casa, comida e roupa lavada e foi nesta hora que comecei a entregar CVs de vários tipos – para limpeza (cleaner), vendedor (sales assistant), restaurante, cafés.. – estava disposto a conseguir um emprego, não importava qual. Meu dinheiro foi acabando e nada do emprego, então um dia eu fui para a aula e tive de sair da sala para chorar, estava desesperado. Liguei para o meu pai para pedir dinheiro emprestado e depois fui para casa, não consegui voltar para a aula. No meu caminho eu passo por uma passarela e neste dia eu parei bem no meio dela e pedi à Deus para que ele me ajudasse.

No dia seguinte eu já havia combinado de sair com duas amigas para entregar currículos e quando começamos a entregá-los juntos percebi que aquilo era meio estranho. Imagine que você trabalha em uma loja e três pessoas entregam os CVs para você ao mesmo tempo? É meio esquisito. Então decidi me separar e entregar CVs não somente nas lojas que precisavam, mas onde eu gostaria de trabalhar. Eu nem imaginava que, se você deseja ser mais eficiente, que você deve procurar pelo gerente, mas por acaso entreguei meu CV para a pessoa certa e dez minutos depois me ligaram marcando a entrevista para o dia seguinte. Eu só não comecei a trabalhar no dia da entrevista porque estava de calça jeans, mas comecei no outro dia e estou lá até hoje. Se você faz um trabalho legal, você fica. Uma dica que posso dar é, nunca se atrasem, os irlandeses não gostam de atrasos e se mantenha ocupado durante o expediente, sempre recebo elogios por isto.

Você pode dar uma dica ou conselho para quem está vindo para a Irlanda?

Marlon – Não tenha medo das dificuldades porque elas podem ser um teste para você descobrir até onde você vai. Se você acredita que é capaz, é porque realmente é. Às vezes parece que tudo está dando errado e neste momento temos de bater nos ombros, limpar e começar de novo porque todo mundo passa por dificuldades, mas a gente aprende com elas. Mantenha a fé sempre porque a experiência que temos nos faz crescer.

Quando o curso acabar, o que você pretende fazer?

Marlon – Por enquanto quero renovar este curso para conseguir melhores certificações, mas vamos ver se até lá eu ainda quero ficar aqui.

Marlon, muito obrigada pela sua disponibilidade e por compartilhar conosco a sua experiência. Espero que você consiga seu certificado em Business Management e alcançe todos seus objetivos!

E para os curiosos, o Marlon fez um depoimento da experiência dele aqui.

Eddie Collins-Hughes
34-37 Clarendon Street
Dublin 2
www.eddiecollinshughes.com

Postado por: | Comments (46)

46 Comments »

  1. Foi um prazer Tarsila! Espero ajudar alguem com esse depoimento. Obrigado! 🙂

    Comentário by Marlon de Lemos — 02/02/2011 @ 12:35 pm

  2. Olá Marlon!

    Muito obrigada!
    Foi muito bacana poder entrevistá-lo! Muito obrigada por compartilhar suas experiências com o Vida Na Irlanda.
    E se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 04/02/2011 @ 1:53 pm

  3. Sou irmã do Marlon, e fiquei muito emocionada com o depoimento. Espero que ajude quem esteja indo pra Irlanda e que ele possa conquistar tudo aquilo que deseja. Beiju

    Comentário by Mariana — 02/02/2011 @ 1:23 pm

  4. Olá Mariana!

    Obrigada pelo comentário e também desejo tudo de ótimo para o Marlon!
    E se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 04/02/2011 @ 1:54 pm

  5. Meu nome e Lorrayne e sou prima do Marlon,fiquei muito feliz com o depoimento dele .E vejo o quanto e importante ele ter essa experiencia em outro pais .E o que mais admiro nele e vontade de correr atras de tudo o que ele deseja ,e ainda por cima querer ajudar outras pessoas .
    Estou muito orgulhosa bjus ….

    Comentário by Lorrayne — 02/02/2011 @ 1:43 pm

  6. Olá Lorrayne,

    Morar no exterior é sempre uma experiência muito diferente e ele está aproveitando a dele ao máximo.

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 04/02/2011 @ 1:57 pm

  7. Olha, excedeu bastante um post só sobre escola… parabéns ao marlon e as conquistas ai… historias assim motivam bastante os inseguros e que estão com o pé atrás. Parabéns.

    Comentário by Léo Leitão — 02/02/2011 @ 3:21 pm

  8. Olá Léo!

    Pois é, a experiência do Marlon foi bem bacana e acho que é interessante compartilhar histórias assim, já que somos nós mesmos que construímos nossa vivência no exterior. 🙂
    E se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 04/02/2011 @ 2:07 pm

  9. Wow…esse rapaz parace comigo…
    eu tambem estou largando o serviço pra ir para Irlanda…tambem queria me tornar um professor de inglês, e tambem tenho uma prima que já está ai…
    Bem como ele disse vc tem que ir preparado para superar as dificuldades que não são poucas, pq estamos falando de um pais com culturas, comidas hábitos diferentes…e isso as vezes pesa um pouco…
    eu na verdade estou muito disposto a ir…e sinceramente só uma tragedia para me impedir de ir, pq naum há mais nada que me impede, ainda mais depois de descobrir esse blog simplesmente demais que vem me ajudando dia apos dia…

    Muito Obrigado por tudo ai Tarsila Otimo Post mais uma vez…

    Eu realmente “fell in love” por esse site…

    Tks…Kisses

    Comentário by Ediovani — 02/02/2011 @ 5:02 pm

  10. Olá Ediovani!

    Obrigada pelo comentário e elogio.
    Nossa, quantas coincidências! Pois é, podemos passar por dificuldades, mas se tivermos informações saberemos lidar com elas de forma mais tranqüila, não é mesmo? 🙂
    E se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 04/02/2011 @ 2:09 pm

  11. Sucesso ao Marlon!!!
    Depoimento excelente, me deixo mais motiva em estudar na Irlanda.

    À vc Tarsila, parabéns pelo trabalho…vc é um anjo, nos guiando nessa jornada da vida. Te desejo tudo de melhor.

    Quando eu estiver ai, ver se me entrevista tb. :o)

    Comentário by Willamin Nascimento — 02/02/2011 @ 9:17 pm

  12. Olá Willamin!

    Obrigada pelo elogio. Fico feliz em poder ajudar.
    Assim como você, também desejo muito sucesso ao Marlon!
    E quando você chegar, entre em contato que podemos marcar uma entrevista sim!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 04/02/2011 @ 2:13 pm

  13. Dizem que para alguém ser feliz só é preciso uma coisa, ser amado por no mínimo uma pessoa. Bom se isso for realmente verdade, você primo é uma das pessoas mais felizes do mundo, a quantidade de pessoas que amam e nutrem uma grande admiração por você é imensa. É com total segurança que digo fazer parte desse grupo. Compartilhar experiencia com voce por aqui, sem duvida me alegrou muito. Te desejo tudo de melhor que a vida pode oferecer!
    É bem complicado transformar sentimentos em palavras, mas voce entende o meu AMOR e ADMIRACAO por voce.

    Beijos
    Prima Lanna

    Comentário by Lanna Gomez — 02/02/2011 @ 9:36 pm

  14. Olá Lanna!

    Realmente, olhe só quantos comentários carinhosos para o Marlon! É muito amor mesmo.
    🙂

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 04/02/2011 @ 2:14 pm

  15. Tarsila!
    =)
    Mais uma vez, seus posts são ótimos!!!
    Gostaria de saber se você tem alguma referência da escola ISI Ireland, estou prestes a fechar com eles e aparentemente a escola parece ser bem bacana!
    Obrigada,

    Natália

    Comentário by Natália — 03/02/2011 @ 1:43 am

  16. Olá Natália!

    Muito obrigada! 🙂
    Sim, eu já entrevistei duas mocinhas super simpáticas que estudam na ISI. Confira aqui: http://www.vidanairlanda.com/2010/05/onde-estudar-general-english-na-isi-international-study-institute.html
    Espero ter ajudado e se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 04/02/2011 @ 2:21 pm

  17. Adorei o post Tarsyla!!! Principalmente a parte em q a pessoa descreve co9mo foi e como esta sendo a procura de emprego!!! Emocionante o depoimento do Marlon!!! abracos

    Comentário by NAIRON EMANUEL — 03/02/2011 @ 6:21 pm

  18. Olá Nairon!

    Obrigada! Acho que o depoimento do Marlon é realmente bacana e como todo mundo tem dúvidas sobre conseguir empregos, achei relevante. 🙂
    Fico feliz que você tenha gostado e se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 04/02/2011 @ 2:30 pm

  19. Olá, Tarsila! Que maravilha, voltaram as avaliações do pessoal…êeeeee! É isso, aí, não podemos desistir facilmente…parabéns, Marlon!! Bjs

    Comentário by Flávia — 03/02/2011 @ 7:40 pm

  20. Olá Flávia!

    Obrigada! ÊÊÊ! Eu também adoro fazer entrevistas e tento fazê-las ao máximo. Espero conseguir cada vez mais!
    Assim como você acho que a perseverança é importante! Parabéns ao Marlon mesmo.
    E se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 04/02/2011 @ 2:32 pm

  21. Excelente o depoimento do Marlon. Além da escola ele também falou da sua experiência na Irlanda e acho que esses relatos servem como conselhos, ajudam muito. Seria bom mais posts sobre como as pessoas estão se virando no país, principalmente em relação à rotina e emprego.

    Comentário by FerNanda — 03/02/2011 @ 7:59 pm

  22. Olá Fernanda!

    É exatamente isso que eu quero, que as pessoas conheçam um pouco mais sobre as diversas experiências que existem na Irlanda, afinal de contas, cada um faz a sua. 🙂
    E se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 04/02/2011 @ 2:34 pm

  23. gente,,,,, emocionante….

    ateh pq eeu estou passando por isso…realmente vim com pouco dinheiroo e aceitar um missao muito dificil….
    para qm vem realmente venha com a ideia q a dificuldade eh mutio grande… e q aki vc tem q aliar isso com a saudade de amigos familia e talz… e q aki vc esta sozinho sem a forca das pessoas mais queridas…

    e nesse momento q se para como ele e pede a deuss!

    mas com fe e determinacao tudo e possivel!!!!

    obriga meu anjo chamado tarcilaa!

    E BOA SORTE A TODOS Q ESTAO PARA VIR!

    Comentário by gusthavo vidal — 04/02/2011 @ 1:10 pm

  24. Olá Gusthavo,

    Obrigada pelo elogio.
    É realmente difícil quando não temos dinheiro suficiente, por isto é sempre melhor vir com uma reserva, acho uma dica super válida e fico feliz em poder ajudar e compartilhar as experiências de outras pessoas aqui pela Terra dos Leprechauns. 🙂
    E se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 04/02/2011 @ 2:44 pm

  25. Olá Tarsila!
    Parabéns pela sua bela entrevista, muito bacana a historia do Marlon. Passaram para nós a realidade da qual enfrentaremos. A cada vez mais fico mais apaixonada pela Irlanda, se Deus quiser em 2013 estarei ai. Muito obrigada por tudo!

    Até mais…

    Beijos

    Comentário by Bruna Trindade — 04/02/2011 @ 3:31 pm

  26. Olá Bruna!

    Muito obrigada! Espero que tudo dê muito certo na sua empreitada e se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 07/02/2011 @ 2:24 pm

  27. Realmente muito legal a entrevista!

    Me formei em administração no fim do ano passado… e desde o início de 2010 venho cultivando esta vontade de ir para a Irlanda. E tenho certeza que este é o momento!
    Mas ainda tenho pouco dinheiro, e preciso tomar algumas decisões na vida. A propósito, gostaria de saber de quem ja foi o que é pouco dinheiro para ir??

    Gostei muito da entrevista, parece que me vi lá! hehe

    See you..

    Comentário by Carlos Tatsch — 07/02/2011 @ 4:46 pm

  28. Olá Carlos!

    Muito obrigada!
    Eu não recomendo vir com pouco dinheiro ou apertado, especialmente agora com as novas mudanças que exigem a comprovação de, no mínimo, €3.000, ou seja, você precisaria mais do que esta quantia. Veja mais sobre isto aqui: http://www.vidanairlanda.com/2011/01/imigrando-novas-regras-da-imigracao.html
    Acho que para um intercâmbio ser bacana, você deve estar preparado e dinheiro faz parte desta preparação. De repente é mais interessante você esperar mais um pouco e realizar esta vontade com mais tranqüilidade. 🙂
    Espero ter ajudado e se precisar é só escrever.

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 08/02/2011 @ 9:08 pm

  29. Olá, estou pensando em ir pra Irlanda em abril, para fazer o curso de Business Management é preciso ter superior completo?

    Obrigado…

    Bjs

    Comentário by Luiz Henrique — 10/02/2011 @ 2:24 pm

  30. Olá Luiz Henrique!

    Eu acredito que para fazer o primeiro nível do Businesss Management não é necessário ter o curso superior, já que o Marlon se formou do segundo grau e veio para cá. 🙂
    Entre em contato com a escola para ter certeza, mas acho que você não terá problemas.
    Se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 10/02/2011 @ 7:41 pm

  31. Nossa… descobri esse blog hj e estou simplesmente grudada nele…
    Estou indo apenas o ano q vem, eu e uma amiga… estou esperando ela se formar no final do ano e eu me formo agora!!!
    Esta sendo uma luta poupar para viajar, mas qndo encontro depoimentos como este, blogs como este… vejo o qnto é bom ser brasileira e nao desistir nunca!!!
    Tarsila… vc esta me ajudando a manter o foco!!! Obrigada e parabéns!!!

    bjocas
    Grazi

    Comentário by Grazi Heck — 11/02/2011 @ 1:58 am

  32. Olá Grazi!

    Muito obrigada pelo comentário e por ficar “grudada” no Vida Na Irlanda!
    Fico muito feliz em saber que estou contribuindo para você manter seu foco, aliás, uma das coisas mais importantes quando fazemos um intercâmbio é manter o foco – antes e durante. Mantenha-se assim, você irá colher bons frutos!
    E se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 11/02/2011 @ 8:09 pm

  33. Oi Tarsila, tudo bom?
    Adoro seu blog, vejo sempre.
    Vou pra Dublin agora dia 11 de Março ficar um ano.
    Acho super bacana essas suas dicas.
    Tenho uma dúvida. Vou fazer um curso na International House. Se vc tivar alguma informação, ou alguém que fez lá. Agradeço.

    Beijos e parabéns!

    Comentário by Adinam — 15/02/2011 @ 2:16 pm

  34. Olá Adinam!

    Comigo tudo ótimo e com você?
    Muito obrigada por adorar o Vida Na Irlanda! 🙂
    Infelizmente ainda não consegui uma entrevista com um aluno da International House, mas quando conserguir, com certeza vai virar post. E se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 16/02/2011 @ 4:41 pm

  35. Olá, Tarsila!

    Excelente blog! Estou querendo ir para a Irlanda estudar inglês também, mas estou preocupada em não conseguir emprego por causa da crise. A pergunta sobre emprego veio a calhar, e a resposta foi motivadora. Mas como está a situação aí? A crise está muito feia? Está muito difícil conseguir emprego?

    Valeu!
    Beijos!

    Comentário by Suzy — 20/02/2011 @ 2:59 am

  36. Olá Suzy!

    Muito obrigada! 🙂
    Vamos lá: A sua dúvida é a mesma de muitas pessoas e por isto eu já fiz alguns posts, confira aqui:
    http://www.vidanairlanda.com/2010/11/crise-economica-na-irlanda.html
    http://www.vidanairlanda.com/2010/04/se-virando-em-dublin-como-procurar-emprego.html
    http://www.vidanairlanda.com/2010/08/abrindo-portas-para-empregos-na-irlanda.html
    http://www.vidanairlanda.com/2010/11/se-virando-em-dublin-dicas-para-procurar-emprego.html

    Espero ter ajudado e se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 28/02/2011 @ 10:09 am

  37. Olá Tarsila,

    Bem, tenho lido a maior parte dos posts publicados aqui, principalmente os que se referem a estudos na Irlanda, pois, tenho, a muitos anos, o sonho de constituir vida e carreira neste país fantástico. Sou acadêmico de Direito e pretendo me graduar e advogar lá. Tenho consciência de que terei de cursar quase, se não, tudo de novo, mas me faltam algumas informações, como:

    1 Formas de ingresso, e principalmente, é igual ao EUA, onde você tem que ser quase um gênio para entrar para a faculdade?
    2 Eu poderei morar lá depois do término do curso?
    3 Como é o mercado para advogados?
    4 É totalmente necessárioo certificado de proficiencia no idioma inglês, ou posso fazer um exame na própria instituição?
    5 Você vai bem, rss? Educação é tudo né.

    Comentário by Jader — 08/03/2011 @ 8:57 pm

  38. Olá Jader!

    Obrigada por acompanhar o Vida Na Irlanda. 🙂
    Vamos às suas dúvidas:

    1) Depende da instituição e do curso que você quer fazer. Cada universidade ou faculdade tem critérios diferentes, investigue quais oferecem o curso que você procura para saber quais são os requisitos.

    2) Estudantes de cursos de graduação podem permanecer por até 7 anos na Irlanda desde que estejam estudando e comprovando desenvolvimento acadêmico, de outro modo, alunos recém-formados podem permancer no país por mais seis meses depois de graduados para procurar trabalho, depois disto, devem deixar o país. Contudo estudantes NÃO GANHAM o direito de morar na Irlanda permanentemente simplesmente por estudar aqui.

    3) Infelizmente eu não sou desta área e não posso lhe responder, mas que existem muitas firmas de advocacia por aqui, ah sim, existem.

    4) Normalmente as instituições de ensino superior exigem a comprovação do domínio do idioma (inglês) através de exames como o IELTS. Algumas oferecem a opção de exames na própria instituição, mas como eu disse acima, tudo depende em qual delas você deseja ingressar.

    5) Sim, estou ótima obrigada e você?

    Espero ter ajudado e se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 09/03/2011 @ 9:37 pm

  39. Tem como saber os horários que ele trabalha?

    Abraços!

    Comentário by Fillipe Cardoso — 09/03/2011 @ 4:07 pm

  40. Olá Fillipe!

    Infelizmente não sei lhe dizer os horários de trabalho do Marlon, esta é uma pergunta mais pessoal.
    Muitos trabalhos tem horários flexíveis, ou seja, você faz um horário em um dia e um horário diferente em outro, depende do empregador.

    Espero ter ajudado e se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 09/03/2011 @ 9:48 pm

  41. Olá, Tarsila!

    Tenho acompanhado seu blog e tem me ajudado muito com várias questões e lendo esse post uma me veio à mente e gostaria de sua informação se você a tiver:

    Estou indo em abril para Galway e fecjei um curso de 3 meses na Galway Center Institute (inclusive é uma escola inda não entrevistada por aqui e se quiser pode contar comigo). É uma escola linda e muito conceituada, mas cara.

    Gostaria de saber se é possível que depois eu me matricule em outra escola e revalide meu visto. No caso, somam-se os meses para o visto de trabalho legal e 1 ano legal?

    É uma dúvida que me ajudará muito se for sanada.

    Desde já agradeço.

    Abraço

    Comentário by Gio Carlos — 01/02/2012 @ 10:18 pm

  42. Olá Gio!

    Muito obrigada pelo comentário e elogio.
    Claro, será um prazer entrevistá-lo sobre a sua experiência em Galway, portanto mantenha contato que organizamos isso com certeza! 🙂
    Sim, é possível renovar seu visto se matriculando em outra escola depois que o seu curso terminar. Se o novo curso tiver duração mínima de 25 semanas (6 meses) com carga horária semanal mínima de 15 horas, você terá, pelo próximo período de visto, a possibilidade de trabalho legal no país (20 horas/semana durante o período de estudo e 40h/semana durante o período de férias).

    Espero ter ajudado!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 10/02/2012 @ 5:57 pm

  43. Hey, Tarsila!

    Obrigado pela resposta. E sim, continuarei em contato. =)

    Minha dúvida, na verdade, é se eu renovar mais 3 meses em outra instituição somados aos 3 meses de Galway, considera-se como as 25 semanas ou eu preciso fechar um curso de 25 semanas initerruptos numa mesma instituição? Por que, se sim, eu teria de chegar em Galway e já estender meu curso antes de ir ver as questões do meu visto, entende?

    To um pouco preocupado com isso pois pelo que ando pesquisando Galway me limitará um pouco na busca de empregos. Ou não, considerando a vasta oferta de hotelaria e turismo.

    Desculpe não ter sido mais específico na minha questão anterior. E já agradeço sua atenção desde já.

    Um beijo.

    Comentário by Giovani — 10/02/2012 @ 10:28 pm

  44. Olá Giovani!

    Disponha. 🙂
    Vamos lá: Não é possível somar dois cursos de 3 meses para obter o visto que permite o trabalho legal no país, para tal você teria de se matricular em um curso de que tenha duração de, no mínimo, 25 semanas. Portanto recomendo que você já se organize com isto com a sua escola.

    Espero ter ajudado,

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 17/02/2012 @ 11:30 am

  45. Olá gostaria de mais informaçoes sobre essa escola Eddie Collins-Hughes, website, email gostaria de saber valores do curso para 25 semanas se alguem poder informar ficarei agradecido.
    email:
    oxeweb@hotmail.com

    Comentário by Antonio Lisboa — 13/02/2012 @ 1:31 am

  46. Olá Antonio,

    O nome da escola com endereço e wesite estão disponíveis no final da entrevista.

    Obrigada

    Comentário by Tarsila — 17/02/2012 @ 12:13 pm

Leave a comment

Comentários que não contribuem para o tópico acima serão deletados.