22/11/2010

Crise econômica na Irlanda

Tenho recebido muitos e muitos e-mails a respeito da crise econômica da Irlanda que tem sido altamente divulgada pela mídia em todo o mundo, especialmente no Brasil, por isto achei necessário escrever este post.

Que crise é esta?

Esta crise econômica é, na verdade, a mesma crise financeira/econômica de 2008 que abalou o mundo, inclusive o Brasil.

Como a Irlanda estava na crista da onda e era até chamada de Tigre Celta, ou seja, era um dos países mais promissores e ricos do mundo e por isto a queda na economia foi muito forte, mas não foi somente isto.

Durante o ápice da economia muitas pessoas decidiram investir no mercado imobiliário (e outros, mas principalmente neste) e os bancos, vendo os preços das propriedades aumentando a cada dia (casas normais custando por volta de 1 ou 2 milhões de euros), aprovaram inúmeros empréstimos e financiamentos e a Terra dos Leprechauns foi ficando recheada de imóveis supervalorizados… então a crise bateu.

Muitas pessoas perderam seus empregos, decidiram morar em outro país e outras até voltaram para o país de origem, especialmente àqueles que vieram para a Irlanda para fazer um pé de meia e não estou falando somente dos brasileiros, mas também de italianos, espanhóis e especialmente os poloneses.

Como a quantidade de pessoas residindo no país diminuiu, o número de propriedades sem residentes aumentou. As pessoas que fizeram empréstimos com os bancos não tinham/tem como pagar suas dívidas, pois o valor das parcelas é muito alto devido ao valor da propriedade construída/comprada, e os bancos irlandeses se viram em um grande buraco, ou seja, cheios de dívidas. Os bancos então pediram auxílio do Governo Irlandês, que, acreditando ter fundos suficientes para cobrir as dívidas dos bancos, não aceitou ajuda externa e garantiu que dava conta do recado.

Dois anos depois da grande crise bater e da má administração governamental a Irlanda tem aproximadamente 32% do PIB em dívidas e isto está desvalorizando o Euro, moeda comum dos países da União Européia.

Considerando que a Irlanda, em função disto, está causando um desfalque potencial na Europa a UE (União Européia) decidiu que era necessário intervir e propôs, juntamente com o FMI (Fundo Monetário Internacional) um empréstimo para ajudar a economia a se recuperar (regado à juros, é claro). A Irlanda em um primeiro momento alegou que não era necessário pegar este empréstimo e agora já está discutindo com a direção da UE e com o FMI o valor e as condições deste empréstimo…

Por que está tendo todo este bafafá pelo mundo agora?

O bafafá mundial está sendo discutido porque a Irlanda, assim como alguns outros países da europa, está mexendo com o Euro, uma das moedas mais fortes do mundo e isto reflete nas economias de praticamente todos os países do globo.

No caso dos brasileiros que vieram para juntar um dinheiro a situação não é das melhores e o futuro não é o mais brilhante. Como apontado em muitas reportagens feitas por emissoras brasileiras, os cidadãos que estavam aqui fazendo seu pé-de-meia e arrecadando fundos para melhorar a vida no Brasil perderam seus trabalhos. Vale a pena lembrar que muitos destes empregos foram criados quando a economia começou a melhorar e sumiram quando a economia caiu. Sem trabalho e condições de se manter no país as pessoas se vêm obrigadas à voltar para o país de origem. Também vale considerar que existem imigrantes ilegais em todos os lugares do mundo e geralmente o imigrante ilegal permanece no país para trabalhar somente. É interessante considerar também que muitos brasileiros pediram auxílio do governo irlandês para voltar para o Brasil através de um programa chamado Retorno Voluntário, criado para pessoas que não tem o dinheiro e/ou a documentação adequada para voltar.

A parte mais importante desta crise é o emprego?

Muitos países pelo mundo tem valorizado a questão do emprego durante esta crise, pois seus cidadãos que moravam na Irlanda estão retornando. Apesar do emprego ser uma questão muito relevante, outras também são como aumentos nos impostos, imposição de novas medidas financeiras, criação de taxas na educação, etc.

A maior discussão dentro da Irlanda e entre os irlandeses é acerca do provável empréstimo que será feito pela União Européia e pelo FMI. Há duas questões importantes aqui:

1) O fato da Irlanda pedir emprestado um dinheiro que tinha e que sumiu em função da saturação de financiamentos feitos pelos bancos. Se este empréstimo for aceito a Irlanda pagará juros para ter acesso ao dinheiro que era dela, mas que não existe mais em função da inadimplência e falta de fundos nos pagamentos destes financiamentos, restando apenas uma dívida crescente.

2) A Soberania Irlandesa. A Irlanda é um país que conseguiu sua independência muito recentemente, em 1922, após séculos de luta contra a Inglaterra e esta tensão ainda foi muito presente no país durante os últimos 30 anos, com brigas entre a Irlanda e a Irlanda do Norte (pertencente ao Reino Unido). Como eu já expliquei acima, a Irlanda era até poucos anos o Tigre Celta, uma das maiores potências financeiras que administrava sua própria economia, apesar de pertencer à UE. Com o governo controlando a grande dívida do país ainda há um senso de unidade social/econômica/psicológica do país.

Este empréstimo da UE e do FMI implica, inevitavelmente, na dependência e submissão da Irlanda às regulamentações e administração econômica da UE e do FMI. A maioria dos irlandeses vê esta situação como um “afiançamento”, como se a União Européia estivesse cobrindo pela má administração irlandesa. Esta situação é vista com muita tristeza, pois um dos maiores credores é a Inglaterra e assim, a Irlanda, voltaria a ter, de certo modo, dependência em relação ao país com o qual tanto lutou para se tornar independente.

Vejo discussões muito fortes contra este empréstimo já que muitos irlandeses se sentem humilhados e com eleições em vista, é comum que as pessoas não saibam em quem votar.

Eu quero “estudar” inglês na Irlanda, na verdade, quero juntar um dinheirinho. Vou conseguir?

A probabilidade de se “fazer um dinheirinho” agora é muito pequena. O mar não está para peixe para quem acredita que a pessoa que vir para a Irlanda vai mudar de vida e que se vai ficar rico aqui. Eu não aconselho que as pessoas que querem vir “de mala e cuia” para cá o façam simplesmente porque acham que a Irlanda vai dar dinheiro. Para quem já está vivendo aqui de modo estável sabe que apesar do custo do aluguel, por exemplo, ter diminuido, o clima é de manutenção e contenção de gastos, mas não há brasileiros passando fome ou dormindo na rua.

Eu quero estudar inglês na Irlanda, existem oportunidades para eu me manter?

Estudantes de língua inglesa que querem vir para cá para estudar mesmo (não estou tirando o mérito de quem não quer, afinal de contas, cada um sabe quais são seus objetivos) há mais oportunidades. Por que? Bom, estudantes de língua inglesa são pessoas que moram aqui “por um tempo e depois vão embora”. É um ciclo e as vagas onde outros estudantes trabalham (restaurantes/pubs/bares) ainda existem. Claro que não é super fácil, pois trabalho nenhum vai cair no colo de ninguém. Há de se dedicar, buscar oportunidades com afinco e não desistir.

Lembre-se sempre de manter seu objetivo em mente. Se você vem para estudar inglês, prepare-se para isto, junte dinheiro suficiente para se manter pelo menos pelos primeiros meses e venha de braços abertos para as oportunidades que surgirem.

Considerem…

Tenho acompanhado os notíciários e discussões, mas não sou economista. Sou uma brasileira que mora na Irlanda e tenho conversado com irlandeses e brasileiros que estão aqui sobre o assunto para ver como a situação está atingindo os diferentes grupos dentro do país. Existem pessoas pessimistas e outras otimistas e acredito que o modo como esta crise é vista é uma questão de perspectiva.

Existem empresas que estão melhorando e outras não. Por exemplo, a empresa onde o Eric trabalha está agora contratando novos funcionários. Há um ou dois anos atrás o funcionário que saísse da empresa não era substituído, ou seja, não se contratava nenhum funcionário novo e os que estavam lá tinham de cobrir o serviço. Há outro exemplo interessante, como a varejista de roupas norte-americana Forever 21, que acabou de abrir aqui em Dublin sua primeira loja na Europa, criando novos empregos. Por outro lado, estive em um salão de beleza daqui e escutei que 2010 está sendo o pior ano para os negócios, pois ninguém está fazendo tratamentos ou cortando seus cabelos em salões de nome.

Acredito que diferentes indústrias são afetadas de modos diferenciados, mas que a crise econômica impacta de modo muito mais intenso sobre os próprios irlandeses.

Espero que este post tenha ajudado a esclarecer alguns fatos e mostrar os diferentes pontos de vista discutidos por aqui.

Postado por: | Comments (135)

  1. Olá Tarsila.
    Gostaria de saber o que você acha, nada melhor do que alguém que está morando aí para dar uma opinião, pois as notícias que correm por aqui no Brasil são assustadoras, no fundo eles devem generalizar e fazem parecer que a crise é muito maior do que realmente é.

    Pensei em fazer intercâmbio para a cidade de Bray em Setembro de 2011.
    Meu programa é de ‘au pair’ ( estudar inglês 6 meses e trabalhar em casa de família cuidando de crianças e morando na casa por 1 ano, ou se achar coisa melhor, trocar de emprego)
    Meu maior objetivo é aprender inglês e conhecer alguns pontos do país e alguns países da Europa.
    Não quero fazer mares de dinheiro, nem tentar ficar rica, mas também não gostaria de ficar todo mês com ‘as calças na mão’ e tendo que controlar cada centavo.

    O que você me aconselha? É um bom negócio investir?
    Muito obrigada

    Comentário by Morgana — 02/12/2010 @ 11:51 pm

  2. Olá Morgana!

    Tudo bem com você? Espero que sim.
    Bom, considerando que você será Au Pair você já vem com o trabalho garantido e por isso não terá de se preocupar em conseguir um emprego e também não terá de se preocupar com gastos de acomodação, já que você irá morar na casa da família. Com este dinheiro é possível você se manter tranqüilamente e não vai ficar com as “calças na mão”, pois é um trabalho, como qualquer outro.

    Na minha opinião pessoal acredito que se seu objetivo é estudar pra valer, e se você fizer um bom planejamento, a experiência de morar no exterior é sempre um investimento bacana, especialmente pela experiência de vida.

    Espero ter ajudado e se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 04/12/2010 @ 10:22 am

  3. Irlanda fora do euro? Eita… cê viu isso, Tarsila?

    http://www.irishtimes.com/newspaper/breaking/2010/1205/breaking6.html

    Comentário by Francine — 05/12/2010 @ 8:37 pm

  4. Olá Francine!

    Obrigada pelo link e comentário.
    O artigo alega que a União Européia excluirá a Irlanda do Euro, mas isto ainda não foi anunciado de fato, por enquanto é uma especulação e sugestão de alguns. Inclusive o título do artigo é Irlanda “provavelmente” abadonará o Euro… vamos com calma.
    De qualquer jeito, manteremos nossas orelhas de pé para ver o que vai acontecer não é mesmo?

    Mais uma vez obrigada!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 06/12/2010 @ 8:42 pm

  5. Oii Tarcila! Tudo bom?

    Então acompanho seu blog já a alguns meses, mas confesso que nem sempre posto ( sorry), mas so tenho a agradecer, pois voce e o Sr. Marcelo Goes foram quem me deram toda a base do meu planejamento.
    Bom, quando decide ( e paguei) toda minha viaje essa crise não estaav desse jeito, vou com o objetivo de estudar e determinação é uma coisa que já não consigo nem carregar de tamanha, mas sem emprego em pelo menos dois meses de minha chegada, bye bye Irlanda! Vou em Janeiro e estou pensando seiramente em desistir.
    O que me aconselha?! Sera que vou e não morro de fome? hUAHuhauAha

    brigadoo mesmoo Tarcila e como disse nosso colega: Objetivos definidos, foco, confiança em si, força de vontade e sorte, são ingredientes para o sucesso nesses desafios.

    Comentário by Guthavo Vidal — 06/12/2010 @ 2:24 am

  6. Olá Gusthavo!

    Comigo tudo ótimo e com você?
    Fico muito feliz em poder contribuir com o seu planejamento e já agradeço sua visita e comentário (mesmo que não seja frequente)…
    Infelizmente eu não tenho como dizer como será sua experiência, pois há pessoas que conseguem emprego rapidamente, outras não, como eu digo em meus posts, são diversos fatores que influenciam nesta busca – inglês, determinação, até um pouco de sorte.
    Eu sou uma pessoa otimista e acho que as coisas sempre podem dar certo, mas temos de ter um plano B. Lembre-se também de considerar as opções que sejam mais adequadas para você, afinal de contas é a sua experiência e as suas escolhas determinam como ela será. 🙂

    Espero ter ajudado e se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 06/12/2010 @ 8:50 pm

  7. Olá Pessoal!

    Tenho uma situação semelhante a de todos que querem ir para Irlanda: preocupação de como a crise afetará nossa vida na Irlanda.

    Eu e minha esposa estamos planejando ir em 2011 para Irlanda, por volta de feveiro e março. Acredito que na atual circunstância ninguém está querendo ir para a Irlanda ficar rico. Se for para isso, aqui no Brasil as oportunidades estão melhores do que na Europa.

    Nossa idéia é ir para aprender inglês e conhecer uma nova cultura e pessoas. Não estamos querendo ficar ricos na Irlanda. A grande questão é: vamos passar necessidades básicas na Irlanda? É possível encontrar trabalho, mesmo que simples, para sustentar-se? Não corre o risco de irmos para a Irlanda, investir em cursos e termos que voltar antes do tempo, por falta de trabalho ou complicações devido a crise?

    Há dificuldades naturais em ir para outro país, e que encontraremos também ao ir para a Irlanda. A grande preocupação é irmos e não termos a estrutura básica para sustento e estudo. Qual é a opinião dos colegas?

    Aproveito para elogiar o excelente BLOG!

    Abraços!

    Comentário by Fabio Lacerda — 06/12/2010 @ 6:13 pm

  8. Olá Fabio!

    Comigo tudo ótimo e com você?
    Eu compreendo que vocês estejam preocupados com a situação, afinal de contas tudo que se fala na mídia sobre a Irlanda atualmente é crise. Se vocês vierem preparados, com fundos para se manter, pelo menos por um tempo, vocês não irão passar necessidade e é possível encontrar trabalho para se manter, mas diversos fatores influenciam em conseguir um. Leia estes posts aqui:

    http://www.vidanairlanda.com/2010/04/se-virando-em-dublin-como-procurar-emprego.html
    http://www.vidanairlanda.com/2010/08/abrindo-portas-para-empregos-na-irlanda.html
    http://www.vidanairlanda.com/2010/11/desenrolar-de-uma-experiencia.html
    http://www.vidanairlanda.com/2010/11/se-virando-em-dublin-dicas-para-procurar-emprego.html

    O risco das coisas não darem certo sempre existe, quando eu vim pra cá este risco existia, afinal de contas não há como ter certeza de que tudo irá caminhar como desejamos, mesmo porque a vida apresenta diferentes oportunidades e circunstâncias para todos nós. Como eu disse, se vocês vierem preparados vocês terão estutura sim, mas não esqueçam de criar um plano B também, por segurança.

    Espero ter ajudado e se precisar, é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 06/12/2010 @ 9:34 pm

  9. Hi Tarsila,
    Ja estive na Irlanda por ums tempos e eu gostaria de voultar pra ai.mas me diz como ta a crise agora?
    tem algunha melhora pra 2011..??
    valeu..

    Comentário by Thiago Alves — 08/12/2010 @ 11:26 pm

  10. Olá Thiago!

    Infelizmente eu não sei como as coisas irão se desenrolar em 2011, mas o governo tem um projeto para que a economia volte ao eixo. Acredito que o momento não é adequado para se “fazer dinheiro”, mas se a intenção é estudar acredito que as perspectivas são boas, desde que você esteja preparado. 🙂

    Espero ter ajudado e se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 14/12/2010 @ 8:48 pm

  11. Olá Taesila estou indo para Irlanda em setembro/2011 e estou na dúvida se compro eletronicos comop camera, notbook… aqui no Brasil ou aí mesmo, qq me aconselhas?
    Obrigada, seu blog é ótimo.

    Comentário by Andrei — 24/12/2010 @ 2:11 pm

  12. Olá Andrei!

    Eu fiz um post sobre o que trazer na mala que aborda isto! Dê uma olhada aqui:
    http://www.vidanairlanda.com/2010/04/imigrando-o-que-trazer-na-mala.html

    Espero ter ajudado e se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 24/12/2010 @ 2:22 pm

  13. Olá Andrei!

    Obrigada pelo elogio! 🙂
    Em relação à eletrônicos eu sempre recomendo que você traga o que você já tem, como neste post aqui:
    http://www.vidanairlanda.com/2010/04/imigrando-o-que-trazer-na-mala.html

    Também estou colocando aqui alguns sites para você ver os preços do que você procura aqui:
    http://www.pcworld.ie – pcs, laptops, câmeras de vídeo, fotográficas, impressoras, etc.
    http://www.compub.com – Revendedor Apple, mas a maioria das pessoas que compra coisas online da Apple compra da loja oficial mesmo
    http://www.powercity.ie – pcs, laptops, câmeras de vídeo, fotográficas, impressoras, eletro-eletrônicos, etc.
    http://www.did.ie – pcs, laptops, câmeras de vídeo, fotográficas, impressoras, eletro-eletrônicos, etc.
    http://www.currys.ie – pcs, laptops, câmeras de vídeo, fotográficas, impressoras, eletro-eletrônicos, etc.

    Espero ter ajudado e se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 29/12/2010 @ 9:14 pm

  14. Olá Tarsila, tudo bem?? Adorei seu blog…
    Estou indo para a Irlanda em junho de 2011, vou para estudar e também quero trabalhar. Eu gostaria de saber esta dificil conseguir um trabalho por ai, qualquer trabalho? E se com o tipo de trabalho, mesmo que seja simples, eu conseguiria me manter ai?
    Você acha que pode haver uma melhora para 2011 com relação a crise, os Irlandeses estão otimistas?
    Obrigada…

    Bjss

    Comentário by Camila — 27/12/2010 @ 12:08 pm

  15. Olá Camila!

    Muito obrigada pelo elogio! Fico super feliz em saber que você adorou o Vida Na Irlanda!
    Vamos lá: Como eu sempre digo, conseguir um trabalho não é uma questão de sair na rua que um irá cair no seu colo, aliás, existem diversos fatores que influenciam em conseguir um emprego e eu acredito que determinação e dedicação são os fatores principais para conseguir o que se quer. Dê uma olhada nestes posts:

    http://www.vidanairlanda.com/2010/04/se-virando-em-dublin-como-procurar-emprego.html
    http://www.vidanairlanda.com/2010/08/abrindo-portas-para-empregos-na-irlanda.html
    http://www.vidanairlanda.com/2010/11/se-virando-em-dublin-dicas-para-procurar-emprego.html

    Há algumas pessoas otimistas, outras não, contudo um plano econômico entrará em ação à partir de 2011 para que a economia se estabilize até 2014. Eu acredito que as coisas ficarão melhores, mas dificilmente serão como no pico do Tigre Celta.

    Espero ter ajudado e se precisar é só escrever!

    Comentário by Tarsila — 29/12/2010 @ 5:11 pm

  16. Oi tenho acompanhado seu site, pois tenho a intenção de fazer intercâmbio na Irlanda, mas o que tenho lido na internet assusta as coisas estão assim mesmo:

    BBC – Após crise, ‘pequeno Brasil’ na Irlanda tem 50% menos brasileiros
    http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2010/11/101119_irlanda_migrantes_pu.shtml

    TERRA – Intercâmbio: vale à pena estudar em uma Irlanda em crise?
    http://noticias.terra.com.br/educacao/noticias/0,,OI4786138-EI8266,00-Intercambio+vale+a+pena+estudar+em+uma+Irlanda+em+crise.html

    IMIGRANTE – Crise faz brasileiros desistirem de subemprego na Irlanda

    FOLHA DE SÃO PAULO – Crise e fraudes fazem Irlanda rever política de bem-estar social
    http://www1.folha.uol.com.br/mercado/753589-crise-e-fraudes-fazem-irlanda-rever-politica-de-bem-estar-social.shtml

    EXAME – Irlanda anuncia drástico plano de ajuste antes de resgate
    http://exame.abril.com.br/economia/mundo/noticias/irlanda-anuncia-drastico-plano-de-ajuste-antes-de-resgate

    sds,
    Roberto Reis

    Comentário by Roberto Reis — 29/12/2010 @ 4:45 pm

  17. Olá Roberto!

    Obrigada por compartilhar as informações e as notícias que tem lido.
    E se precisar é só escrever!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 29/12/2010 @ 6:44 pm

  18. Olá Tarsila… mais uma vez, obrigada pelas dicas… veja que a discussão sobre a crise continua acalorada… eu também pensei em adiar meu intercâmbio, ou mesmo desistir… em algumas comunidades da internet, brasileiros que vivem na Irlanda aconselham a não ir de jeito nenhum!!! Mas concordo com o que vc falou… se o objetivo é estudar e dpois ir embora… as coisas são mais tranquilas… por isso não vou desistir… agora é encarar… não tenho nem nunca tive nenhuma pretensão de ficar rica na Irlanda ou permanecer aí mais de um ano… quero estudar, fazer meu mochilão… vou levar uma grana pra alguns meses e seja o que Deus quiser… e vou correr atrás, claro… conto com sua ajuda e do seu blog! Obrigadaaaa….

    Comentário by PAULIMARA — 03/01/2011 @ 4:21 pm

  19. Olá Paulimara!

    Fico feliz em poder ajudar e se você tem seus objetivos claros, se você está se informando, organizando e se preparando seu intercâmbio tem tudo para dar certo!
    Estou na torcida para o seu sucesso!
    E se precisar é só escrever,

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 15/01/2011 @ 7:39 pm

  20. Olá Tarsila, tudo bem??

    Bom estou escrevendo para lhe agradecer, estou indo para Dublin em Junho e seu blog tem me ajudado de mais, eu entro todos os dias pra ver se tem alguma novidade. É super completo e aqui eu tiro todas as minha dúvidas e encontro tudo o que eu preciso, quer dizer, até mais do que eu preciso.
    Você é uma fofa… Parabéns mesmo.
    Um grande bj

    Comentário by Camila — 06/01/2011 @ 12:45 pm

  21. Olá Camila!

    Comigo tudo ótimo e com você?
    Muito obrigada pelo comentário super fofo. Fico super feliz em saber que o Vida Na Irlanda tem ajudado – de verdade!
    E se precisar é só escrever, viu?

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 15/01/2011 @ 8:48 pm

  22. Olá, Tarsila!

    Foram bastante esclarecedoras as suas explanações quanto à atual crise econômica irlandesa. Estou indo em junho/2011 para Dublin fazer um curso na área de Administração de Negócios, pois sou Contador, e pretendo fazer algum curso nessa área. Não quero fazer nenhum “pé-de-meia”(apesar de ser uma ótima idéia), e muito menos ficar rico. No entanto confesso, que meu interesse maior é conseguir um trabalho por aí, que seja suficiente para custear o aluguel e me mantenha de uma certa forma, pois o que eu pretendo de verdade é residir permanentemente. Diante da atual crise que assola a Irlanda, quais as reais chances disso acontecer, na sua opinião?

    Comentário by Saulo André — 24/03/2011 @ 8:08 pm

  23. Oi Tarcila! Tudo bem,

    Estou pensando em ir para Irlanda para estudar inglês, e estava procurando informações sobre como esta a situação no País. Porque não tenho como me manter sem trabalho. Como os post são de 10 a 12/2010 e já estamos em 04/2011, gostaria se possível pedir sua ajuda. Queria saber como esta a situação atual? Se e muito complicado conseguir emprego em Dublin ou arredores? Enfim, peço uma orientação sua para poder conhecer como esta a situação e me preparar?

    Ah, já coloquei seu blog no favoritos, achei muito bacana.

    Muito Obrigado!

    Juan Pablo.

    Comentário by Juan Pablo Leal Rybarczyk — 20/04/2011 @ 1:53 am

  24. Olá Tarsila,

    Muito obrigada pelo seu post, foi muito esclarecedor, e apesar de ter sido postado em nov/2011 é muito útil para quem quer saber sobre esse assunto.
    Eu e minha noiva estamos nos programando para ir em julho/2012, porém estamos com uma dúvida: temos a opção de pagar o curso parcelado em 10x mas estamos preocupados que o valor possa diminuir e acabamos perdendo essa oportunidade.
    Pelo tempo que já se passou desde o bum da crise, você acredita que a tendência é diminuir os preços das escolas ou aumentar?

    Desde já muito obrigado!

    Felipe Sumita

    Comentário by Felipe Sumita de Moraes — 14/06/2011 @ 4:27 am

  25. Olá Felipe!

    Obrigada pelo comentário!
    Algumas escolas já reduziram seus preços e não acredito que irão abaixar mais, já que a variedade de cursos oferecidos agora é bem maior, mas infelizmente não sei o que irá acontecer e não posso garantir que os preços se manterão. O que varia bastante é a cotação do câmbio e isto pode alterar o valor total do curso.

    Espero ter ajudado!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 15/06/2011 @ 4:40 pm

  26. Olá Saulo!

    Obrigada pelo comentário. Você já deve ter chegado por aqui e espero que esteja aproveitando. 🙂

    Para conseguir qualquer trabalho muita coisa depende de você, do seu esforço em fazer contatos, buscar oportunidades, se dedicar. Existem oportunidades para conseguir trabalho para se manter mas tudo depende muito da sua determinação, ou seja, depende de você correr atrás das oportunidades, pois trabalhos não vai cair no seu colo. Existem diversos fatores que influenciam em conseguir um emprego e eu acredito que determinação e dedicação são os principais para se conseguir o que quer.

    Dê uma olhada nestes posts:

    http://www.vidanairlanda.com/2010/04/se-virando-em-dublin-como-procurar-emprego.html
    http://www.vidanairlanda.com/2010/08/abrindo-portas-para-empregos-na-irlanda.html
    http://www.vidanairlanda.com/2010/11/se-virando-em-dublin-dicas-para-procurar-emprego.html

    Espero ter ajudado!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 15/06/2011 @ 6:38 pm

  27. Olá Juan Pablo!

    A situação atual não mudou muito desde então. Como sempre digo, conseguir um trabalho, em qualque lugar do mundo depende de você, da sua dedicação e disposição.
    Empregos não vai cair no seu colo. Você terá de correr atrás para alcançar seus objetivos. Veja o comentário que escrevi acima. 🙂

    Espero ter ajudado!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 15/06/2011 @ 6:41 pm

  28. Olá Tarsila,

    Obrigada pelas informações.

    Estava em busaca de noticias sobre a atual situação da Irlanda, pois pretendo viajar em 2013 e seu post me ajudou muito com relação a economia do país.

    Bjs,

    Simone

    Comentário by Simone Figueiredo — 13/09/2011 @ 2:50 pm

  29. Olá Simone!

    Disponha, é um prazer poder ajudá-la e espero que encontre mais informações úteis aqui no Vida Na Irlanda!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 28/09/2011 @ 5:51 pm

  30. Parabens! É muito bonito de sua parte ajudar nas informações com os brasilerios ai do outro lado do oceano.
    Todos os brasileiros que foram para Irlanda seja para estudar ou quere fazer com diz o gaucho fazer seu pé de meia. Mesmo que nao tenham sucesso ai e retornam para o Brasil, mas tiveram uma lição de vida a que não se aprende nos bancos escolares faculdade etc… sempre vale a pena , na vida da gente nada acontece por acaso e não podemos ser contrarios dos designos de Deus.
    Moro na capital do Calçado Novo Hamburgo Rio Grande do Sul.
    Valeu sucesso …. Feliz Natal um 2012 de muita paz.
    Saudações
    Magdalena

    Comentário by Magdalena Dapper — 07/12/2011 @ 1:48 am

  31. Olá Magdalena!

    Muito obrigada por todo o carinho, é um prazer poder ajudar.
    Muito sucesso para todos nós! 🙂

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 09/12/2011 @ 8:30 pm

  32. Adoro esse blog, estou me preparando para conhecer Dublin no começo de 2013.
    Sempre que tiver notícias sobre a econômia do país sinta-se a vontade para compartilhar conosco, pois, pelo menos eu, tenho dificuldade em obter algumas informações mais detalhadas, principalmente sobre econômia…
    Obrigado pelo seu blog, ele é extremamente últil.

    Comentário by Rômulo Reis — 03/01/2012 @ 4:11 pm

  33. Olá Rômulo!

    Obrigada pelo carinho! 🙂
    Pode deixar que vou manter o Vida Na Irlanda bem atualizado, viu?

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 09/01/2012 @ 6:44 am

  34. Olá Tarsila,
    Pesquisando na internet a respeito de intercâmbio e vida na Irlanda, acabei encontrando seu blog que por sinal achei excelente. Esse post sobre a economia era algo que eu realmente precisava ler. No entanto, ficaram algumas dúvidas acerca do assunto. Pela data do post assim como da grande maioria dos comentários, vi que já faz um tempinho que começou a discussão. Gostaria de saber como estão as coisas hoje em dia. Se há realmente a possibilidade de ir fazer um intercâmbio de estudo com trabalho para custear as despesas e correr o risco de acabar não conseguindo? Concordo plenamente com o que já foi falado, que ficar esperando um emprego cair no colo não acontece em lugar algum. No entanto, o meu maior medo é de ir e acabar precisando voltar por não consegui trabalhar, às vezes pelo fato de não ter procurado nos lugares certos ou pelo fato dos próprios Irlandeses estarem ocupando vagas que antes eram destinadas aos estudantes. Enfim, o meu objetivo era o de ir pra Dublin, no entanto devido a “trocentos” conselhos contrários, estou extremamente perdida e abrindo concessões a outros países. Se você puder me ajudar com uma opinião e vivência seria de grande ajuda.
    Obrigada pela atenção e disponibilidade.
    Nélia

    Comentário by Nélia — 14/02/2012 @ 9:58 pm

  35. Olá Nélia,

    Muito obrigada pelo carinho e comentário.
    Compreendo seus medos e ansiedades e justamente por isto fiz um vídeo e um post que sanam exatamente estas dúvidas, veja:
    http://www.vidanairlanda.com/2012/01/crise-economica-e-empregos-na-irlanda.html

    Espero ter ajudado,

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 17/02/2012 @ 12:59 pm

  36. Oi Tarsila,
    Algum tempo depois estou de volta!hehe … vim aqui pra agradecer pela resposta e ajuda. Desculpe a grande demora pra isso, mas houve alguns empecilhos aí que me impossibilitaram de fazer antes. O post e o vídeo foram ótimos e de grande ajuda. Ainda estou no planejamento do meu intercâmbio pra Irlanda, mas tive que adiar a data um pouquinho. Enfim, obrigada mais uma vez.

    Comentário by Nélia — 29/05/2012 @ 5:24 pm

  37. Olá Nélia,

    Obrigada pelo comentário e fico muito feliz em poder ajudar.

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 13/07/2012 @ 2:46 pm

  38. Tarsila,
    sempre acompanho seu blog (com dicas muito úteis, muito bem organizado, sem contar a sua simpatia!) pois estou me organizando para chegar em Dublin em janeiro de 2014.
    Penso em levar um dinheiro a mais (além dos 3000 euros exigidos) caso ocorra algum contratempo, mas não tenho a intenção de utilizá-lo. Você saberia me dizer se posso investir esse dinheiro aí na Irlanda (algo tipo uma poupança…)?
    Muito obrigada!
    Um abraço.

    Comentário by Lucilia — 25/11/2012 @ 2:41 pm

  39. Olá Lucilia!

    Obrigada pelo comentário e por acompanhar o Vida Na Irlanda! E por todo o carinho, é claro! 🙂
    Normalmente você poderia sim investir, mas abrir uma poupança aqui não é tão fácil já que normalmente ela inclui um débito direto na sua conta corrente mensal (é como funcionam as poupanças aqui). De qualquer jeito se você trouxer o dinheiro e deixá-lo na conta nada vai acontecer pois contas de estudantes não tem tarifas (somente uma anual, que acredito ser isenta durante o primeiro ano), portanto você só vai gastar se quiser. 🙂

    Espero ter ajudado!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 07/02/2013 @ 11:41 am

  40. Oi Tarsila!

    Muito obrigada pela resposta! Ajudou muito sim!!

    bjs!!

    Comentário by Lucilia — 13/02/2013 @ 10:13 pm

  41. Olá Lucilia!

    Disponha, fico feliz em poder ajudar!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 16/04/2013 @ 1:57 pm

  42. Olá!
    Tenho acompanhado o seu blog e acho formidavel.
    Eu sei que é um país que está em crise e grande parte da europa tambem.
    Estou a ponderar e bastante em emigrar para a Irlanda visto que em Portugal a palavra futuro não existe a não ser escuro e indefinido.
    Gostaria de saber se neste momento se é complicado começar uma vida aí, ja que somos uma familia com 3 crianças menores e qual a melhor zona para me acomodar (trabalho,escolas,habitação)
    Ainda não defeni uma zona em concreto para viver mas estou inclinada para Limerick ou Cork porque em Dublin a nivel de aluguer de casa acho mais caro em relação a outras zonas.
    Muito obrigado

    Comentário by Carla F. — 06/03/2013 @ 8:08 pm

  43. Olá Carla F,

    Obrigada por acompanhar e curtir o Vida Na Irlanda.
    Puxa vida, é complicado dizer pois não sei exatamente o que você está buscando e não sei como é Portugal para traçar uma comparação. O custo de vida na Irlanda é bem mais alto que em Portugal ou na Espanha, por exemplo, mas se você encontrar uma oportunidade de trabalho aqui talvez seja uma boa opção.
    O problema em encontrar um bom lugar para se viver é que eles custam caro, especialmente em Dublin, mas em cidades menores o custo de vida também diminui.

    Espero ter ajudado

    Comentário by Tarsila — 16/05/2013 @ 11:41 am

  44. Olá, Tarsila! Tudo bem?

    Como está o assunto sobre a crise atualmente?

    Conversei com algumas pessoas que imigraram recentemente, e estão com dificuldades nas oportunidades de emprego. O que você acha disso? Quais as perspectivas para o próximo ano?

    Lívia.

    Comentário by Lívia Brito — 08/05/2013 @ 8:13 pm

  45. Olá Lívia!

    Comigo tudo bem e com você?
    A situação permanece praticamente a mesma atualmente. Muitas pessoas tem dificuldade em conseguir trabalho, mas muitas também não estão “procurando para valer”. Acredito que pelos próximos 5 anos a Irlanda vai se manter neste clima de contenção de gastos e as oportunidades para trabalho que se manterão mais ativas são, de fato, as que tem maior rotatividade e permitem que se ganhe um dinheiro para se sustentar durante os estudos. Conseguir um trabalho na própria área ou para fazer um pé-de-meia é bem mais difícil e portanto, no momento, não aconselho vir para a Irlanda para somente trabalhar.

    Espero ter ajudado!

    Comentário by Tarsila — 02/07/2013 @ 12:20 pm

Sorry, the comment form is closed at this time.