10/03/2013

Imigrando: Mothering Sunday

Hoje é dia das mães aqui na Irlanda, um dia que, como no Brasil, é muito importante, mas aqui na Ilha Esmeralda a data é celebrada em um dia diferente, mais precisamente no quarto domingo durante a Quaresma.

Aqui o dia das mães é conhecido como Mothering Sunday, algo como domingo maternal, um dia que celebra a maternidade em diferentes níveis.

irlanda-5

A maioria das pessoas que freqüentam a igreja normalmente atendem às missas nas filiais e durante o meio da Quaresma, em especial no século XVI, era muito importante retornar à igreja matriz. O retorno à igreja era um momento de reencontro com as famílias, em especial para aqueles que trabalhavam longe de casa, muitas vezes crianças. Era uma oportunidade de rever suas mães e retomar o contato com a igreja, que inclusive cobre o tema do amor materno durante o Mothering Sunday.

Um dos costumes atuais herdados da origem do Mothering Sunday é presentar nossas queridas mamães com flores, já que a estação atual é a primavera, mas esta também é uma prática herdada das crianças do passado que no caminho para suas casas colhiam flores para presentar suas mães, sendo as violetas as mais comuns.

Esta tradição evoluiu a partir do século XVI, em especial, nos países do Reino Unido e como a Irlanda esteve sob domínio britânico por 800 anos é compreensível que a tradição também tenha sido incorporada aqui.

Assim como muitas outras tradições religiosas o Mothering Sunday também tem algumas comidas típicas e apesar da celebração acontecer no meio da Quaresma os votos de abstinência não são tão rígidos neste domingo.

O alimento mais conhecido e consumido durante o Mothering Sunday é o Simnel Cake, um bolo de frutas com duas camadas de pasta de amêndoa (uma na cobertura e outra no recheio) e como toque final ele é decorado com 11 bolinhas de marzipan, cada uma representando um discípulo e há quem acrescente violetas de açúcar também.

mothering-sunday-dia-das-maes-irlanda-imigrar-vida-cotidiano(source)

Embora o Mothering Sunday tenha suas raízes e práticas associadas à igreja  até mesmo os irlandeses que não são praticantes celebram o dia das mães do mesmo jeito, porque o que importa é amor.

Postado por: | Comments (8)

8 Comments »

  1. Olá Tarsila!!
    Que interessante o post de hoje!!! Belas tradições irlandesas e totalmente diferentes das do Brasil.
    Muito bonito realmente.
    Beijos
    Andrea

    Comentário by Andrea — 11/03/2013 @ 1:09 am

  2. Olá Andrea,

    Obrigada pelo comentário. 🙂
    Fico feliz em poder compartilhar estas diferenças que são tão interessantes!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 16/05/2013 @ 12:30 pm

  3. Oi Tarsila!
    Estava pesquisando sobre intercâmbio para a Irlanda e me deparei com o seu blog! Caramba, que demais!!
    Você realmente ajuda e MUITO com esse blog! Tenho lido seus posts, e tô adorando…dá pra perceber todo o cuidado q vc tem ao passar as informações de forma clara, objetiva e sincera! Parabéns mesmo pelo seu trabalho..Tenho certeza q não é nada fácil! 🙂
    Bem, tô lendo com calma seu blog, assim, quando tiver dúvidas, te escrevo quais são!
    Por ora, só quis elogiar teu trabalho aqui no Vida na Irlanda!
    Beijos!

    Comentário by Flávia — 12/03/2013 @ 7:02 am

  4. Olá Flávia,

    Muito obrigada pelo comentário e carinho. Fico muito feliz que tenha gostado.
    E espero vê-la mais por aqui!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 16/05/2013 @ 8:26 pm

  5. Olá Tarsila, otimo site! Bem, eu gostaria mais informações sobre empregos na Irlanda. Tenho 19 anos, tenho inglês intermediario e saber se é possivel trabalhar e estudar ao mesmo tempo não indo por intercambio. Já tenho passaporte com visto dos EUA de alguma forma isso facilita minha ida para o país. É uma ideia maluca eu ir sem conhecer ninguem?

    Comentário by Davi — 14/03/2013 @ 10:16 pm

  6. Olá Davi!

    Muito obrigada pelo comentário e carinho.
    Vamos lá: ter um visto para os EUA não interfere na sua entrada na Irlanda já que cada país é um.
    O cidadão brasileiro que deseja trabalhar na Irlanda deve ou obter um visto de trabalho (antes de entrar no país), chamado Work Permit (para saber mais veja:http://www.djei.ie/labour/workpermits/) ou então através do visto de estudante, que você chama de intercâmbio, que permite o acesso ao trabalho no país (veja mais aqui: http://www.vidanairlanda.com/2010/03/imigrando-quero-estudar-ingles-na-irlanda.html)

    Espero ter ajudado!

    Comentário by Tarsila — 17/05/2013 @ 6:36 am

  7. Olá Tarsila, no post você disse que a Irlanda ficou sob domínio britânico por 800 anos, isso me lembrou na hora alguns comentários que já ouvi aqui no Brasil sobre os irlandeses não gostaram muito dos britânicos, isso é verdade?? Existe mesmo algum tipo de “não ir com a cara dos ingleses” por parte dos irlandeses ou tudo isso é besteira ?

    Como sempre, parabéns pelo excelente Blog!

    Comentário by Fernanda Areis — 28/03/2013 @ 11:51 pm

  8. Olá Fernanda,

    Bom, alguns irlandeses realmente não gostam dos britânicos, outros não. A história da Irlanda, especialmente no último século, teve muita repressão por parte do Império Britânico, mas há muitas pessoas que não ligam mais para isto, afinal de contas já faz quase 100 anos que a Irlanda é independente. É um tópico delicado, mas não podemos generalizar 🙂

    Espero ter ajudado!

    Comentário by Tarsila — 17/06/2013 @ 5:12 pm

Leave a comment

Comentários que não contribuem para o tópico acima serão deletados.