01/02/2012

Estudar na Irlanda: The English Academy

Olá pessoal!

Essa semana entrevistei uma aluna muito determinada da The English Academy. Já havia feito uma entrevista com outro aluno de lá, o Marcos Daltozo, no final de 2010. Você pode conferir a entrevista com ele aqui.

Então lhe apresento a simpática…KARINA.

A Karina é de Limeira, interior de SP e passou 14 meses juntando dinheiro para poder realizar o seu sonho de fazer um intercâmbio. Com planos de fazer pós-graduação e comprar um carro, Karina percebeu através de contato com outras pessoas que ter o domínio do inglês contribuiria para a sua carreira professional. Depois de analisar as opções, incluindo ir para os EUA ou Canadá para um curso de curta duração, ela decidiu por uma investimento mais extenso na Europa. Tendo os objetivos claros em mente, Karina buscou um destino no qual pudesse trabalhar para sobreviver, e viu esta oportunidade na Irlanda. O que ela está achando da experiência? É só continuar lendo…

Qual é o seu nome e idade?
Karina Miguel Alves, 28 anos.

Qual o seu curso e escola?
Karina – General English na The English Academy (TEA). Mesmo o curso sendo o General English ele é preparatório para o FCE (quem quiser pode fazer).

Há quanto tempo você está aqui na Irlanda e há quanto tempo estuda na sua escola?
Karina – Estou na Irlanda há quase 4 meses e comecei a estudar uma semana depois que cheguei.

Por que você escolheu a Irlanda?
Karina – Primeiro por ser um destino no qual eu poderia estudar e trabalhar para me manter e também queria viajar pela Europa. A Irlanda oferece facilidade de visto e o fato de todos dizerem que os irlandeses são mais amigáveis, sem desprezo pelo estrangeiros também me atraiu.  Todos os irlandeses que conheci são extremamente simpáticos e quando falo do Brasil ficam entusiasmados. Ah e viajar por aqui é barato.

Você sentiu algum preconceito aqui na Irlanda, por ser negra ou estrangeira?
Karina – Nunca senti preconceito, se alguém já foi preconceituoso eu não percebi. Eu tinha a preocupação em ser discriminada e fiz algumas pesquisas e de tudo que procurei vi que na Irlanda não tinha preconceito, até encontrei relatos preconceituosos em Portugal, mas não na Irlanda.

Você escolheu qual agência de intercâmbio? Por quê?
Karina – Escolhi a Intercâmbio Vision, mas escolhi a escola antes de escolher a agência. O primeiro orçamento que recebi nem mesmo mencionava a The English Academy e com uma das outras escolas em mente fui ao Google e encontrei o Vida Na Irlanda, foi o primeiro blog que achei. Comecei a ler muito, encontrei o fórum de discussão do E-Dublin e fui utilizando diferentes ferramentas para procurar uma escola. Vi que a The English Academy oferece lição de casa (que muitas escolas não tem e eu preciso de algum incentivo para continuar estudando), mas que o contato direto com eles era um pouco difícil, então decidi contratar a agência.

A Intercâmbio Vision é a única agencia que vende a The English Academy e o preço direto com a escola ou com a agência é praticamente o mesmo e não tive nenhuma dor de cabeça para origanizar tudo, foi muito mais fácil.

Valeu a pena contratar o serviço de uma agência?
Karina
– Valeu muito. O auxilio foi muito bom, todas as dúvidas que tive antes e depois que cheguei foram esclarecidas e sempre que precisei fui atendida prontamente. Até mesmo um representante me ligou quando cheguei porque meu vôo foi desviado e me explicou tudo o que tive de fazer. Além disto ganhei um chip da vodafone deles, então eles já tem o meu contato.

Por que você escolheu a The English Academy como sua escola?
Karina – Como disse, escolhi a The English Academy pelas referências que li de vários brasileiros que estavam estudando e as comparei com as de outras escolas. A The English Academy me chamou mais a atenção tanto nas opiniões que li no fórum do e-Dublin como pela entrevista que li aqui no Vida Na Irlanda. Tudo confirmou minha escolha.

Qual o seu objetivo em estudar na Irlanda e na The English Academy?
Karina – Quero voltar para o Brasil com o inglês que eu tenha consciência que seja avançado e fluente em um pais de língua inglesa. Por exemplo, meu inglês é avançado no Brasil, mas não aqui.

Que tipo de acomodação você escolheu? Como foi a experiência?
Karina – Nem fiquei em casa de família nem em residência estudantil. Escolhi ficar em uma “short term accomodation” (acomodação de curta duração) chamada Viva House Dublin.

A experiência foi ótima, eu fiquei em uma casa muito boa em Dublin 7, há dois quarteirões de onde eu moro atualmente. Eu morava com um francês e um espanhol, mas tinha um quarto só meu com cama casal. Eu adorei tudo, havia uma cozinha e sala comuns, eu preparava minhas refeições, tinha acesso internet Wi-Fi foi muito bom. Eu teria ficado mais tempo se soubesse que era uma opção tão boa, provavelmente 1 mês invés de duas semanas, até para não ficar afobada em procurar casa.

Foi difícil encontrar um lugar para morar depois destas duas semanas?
Karina – Não foi tão difícil encontrar um lugar para morar, mas perdi algumas vagas, porque há muitas pessoas procurando oportunidades. Dá para conseguir alho em duas semanas, mas se eu tivesse mais tempo, poderia ter procurado com mais calma. Mudar de país, clima, tudo é estressante e acho que se tiver mais tempo de acomodação pode ser melhor.

Qual é a sua opinião sobre seu curso?
Karina – Acho o curso muito bom. Entrei no nível Intermediate e tive 3 professores (2 substitutos), eles eram bons, mas agora que estou no nível Upper-intermediate tenho um professor excelente. O material e livro são muito bons e além disto há também xerox. O livro é meu e o preço dele está incluso no curso, ou seja, não paguei nada a mais por ele. A The English Academy não oferece atividades extra-curriculares nem excursões, mas as atividades em sala de aula são interessantes e dinâmicas, sempre há joguinhos e não tenho nada a reclamar.

O prédio da The English Academy é bom, as salas de aulas são boas e os banheiros poderia, talvez, ser um pouco maiores.  Também há uma cafeteria, mas para mim não faz diferença, mas já escutei que ela às vezes funciona, às vezes não. Também sei que tem uma biblioteca e sala de estudo, mas nunca usei. O atendimento é muito bom, a recepção é atenciosa mesmo tendo somente 1 pessoa, mas nunca vi mais de três alunos na fila de espera. Quando eles percebem que seu nível de inglês é baixo, eles chamam alguém para ajudar. A vice-diretora me conhece pelo nome e eles conhecem cada aluno.

Quais são as nacionalidades dos professores na The English Academy?
Karina – Só tive aulas com irlandeses, não sei se há professores de outras nacionalidades.

Quantos alunos tem na sua sala/curso? Quais são as nacionalidades dos alunos?
Karina – Agora somos 12 alunos. Metade do grupo é espanhol, há 2 brasileiros e alunos da França, Coréia, Polônia, Chile e Japão.

Há muitos brasileiros na The English Academy?
Karina – Tem um bom número de brasileiros, mas não é exagerado. Acredito que por volta de 30% de todas as salas tem brasileiros, mas é uma media de 2 ou 3 por sala. Há bastante espanhóis.

Qual sua opinião sobre o horário e duração das aulas?
Karina – As aulas são de segunda a sexta-feira das 9:30h às 12:45h e um intervalo das 11h às 11:15h.
E um horário bom, principalmente durante o inverno quando o amanhecer é mais tarde e ainda dá para trabalhar na parte da tarde dependendo do trabalho, tem gente que trabalha às 13 e não precisa acordar muito cedo.

O que você mais gosta e menos gosta na The English Academy?
Karina – O que eu mais gosto no momento é meu professor, que é muito bom. O que menos gosto é a quantidade de espanhóis na minha sala. Eles aproveitam todas as oportunidades para falar espanhol e atrapalha, porque eles também estão lá para aprender.

Você tem alguma sugestão para a melhoria da escola?
Karina – Banheiros mairoes, um intervalo um pouco maior e consistência na cafeteria.

O que você acha The English Academy oferece de diferencial?
Karina – Para mim ter lição de casa é um grande diferencial. Ela exige que o aluno estude depois da aula, e se não estudar vai passar vergonha no dia seguinte. É um ótimo recurso para fixar o conteúdo e rever a matéria.

Você acha que existe diferença entre estudar aqui e no Brasil?
Karina – Tiva aulas no Brasil com professores particulares e aprendi bem, mas estudava 1 hora e meia por semana e aqui estudo 3 horas todos os dias. Também estou em um ambiente onde todos falam inglês na rua, no mercado, etc. Tenho de me virar para entender os produtos, qualquer coisa, até para mudar meu nome para receber a conta da companhia elétrica. Aqui eu falo inglês o tempo todo.

Você acredita que o contato com brasileiros na Irlanda interfere com o aprendizado?
Karina – O fato de ter brasileiros aqui não atrapalhou meu aprendizado de inglês. Todos meus amigos são brasileiros e sempre que saímos tem alguém entre nós que não é, porque eles conhecem estrangeiros e daí falamos em inglês. Eu procure também um programa de estudo em uma escola que não tivesse 100% de brasileiros, mas conviver não atrapalha em nada, aliás, todos os brasileiros que conheço me ajudaram.

Como você vê a evolução com o inglês aqui na Irlanda?
Karina – Nestes quase 4 meses meu inglês melhorou bastante. Tenho mais confiança para falar e escrever, e este era meu ponto mais fraco e agora estou mais confiante. Falar no telefone é muito difícil, mas tive de mudar a conta de eletricidade da minha casa para o meu nome e fiz isto sozinha, sem ajuda de ninguém pelo telefone. Também consegui liberar a senha de internet pelo telefone. Quando não entendo, peço para repetirem e falarem devagar, mas seja o que for, consigo fazer.

Você gosta de estudar na The English Academy?
Karina – Sim, gosto.

Muitas pessoas tem medo de não conseguir trabalho. Como foi esta experiência para você?
Karina – Estou atualmente fazendo trabalho voluntário e procurando um trabalho pago. Vou fazer um teste em uma pizzaria take away e estou dentro do prazo que escutei dizer que é normal para conseguir um trabalho, por volta de 3/4 meses. Tem pessoas que conseguem oportunidades mais rapidamente, outras não.

Porque você decidiu fazer trabalho voluntário?
Karina – Eu já tinha planos de fazer voluntariado aqui na Irlanda porque é algo que valoriza meu currículo e é uma experiência de trabalho muito bem vista.Uma amiga foi entregar o currículo dela na Irish Deaf Society e fui junto, depois fomos chamadas para trabalhar. Estar lá aumenta meu networking, contatos e referências. Por exemplo, eu pratiquei inglês das 2 as 5 da tarde no trabalho, ou seja, passei o dia inteiro em contato com a língua e foi ótimo.

Na sua opinião pessoal quanto um estudante gasta em media por mês na Irlanda?
Karina – Por volta de €500. É um valor suficiente se você tem um bom controle das suas despesas como aluguel, comer em casa (eu não como fora) e para sair, porque também dá pra sair sem gastar. Há lugares que a pint (copo de aprox. 500ml) de cerveja custa €3.50, não há custo para a entrada e ainda é uma noite agradável. Sempre que saí aqui gastei pouco ou nada e foi legal, gostei da noite.

Você teve algum problema aqui na Irlanda?
Karina – Demorei para me registrar na imigração porque meu número de PPS demorou 15 para chegar. Foi uma bola de neve. Na minha escola temos de tirar o número de PPS para abrir a conta no banco e só com a conta aberta e com o recebimento da carta do banco eu poderia pedir meu extrato, que também vem pelos correios e que serve para eu me registrar na imigração.

Foi muito estressante porque se registrar na imigração é a nossa primeira preocupação. Você recebe o carimbo de 30 dias para poder se registrar na GNIB e com este problema, ainda procurando casa, não consegui resolver tudo. Não procurei emprego antes de ter o GNIB e senti que isto estava me atrasando, mas no final deu tudo certo. Foi a única coisa me me tirou do meu centro.

Você pode dar uma dica ou conselho para quem está vindo para a Irlanda?
Karina – Faça cursos que possam te dar uma experiência naquilo que você quer, como bar tender, ter experiência com crianças, um diploma de magistério, etc. Experiências ajudam a conseguir empregos, mas também venha preparado para fazer qualquer coisa, de mente aberta tanto em relação ao país, as pessoas, ao trabalho e tudo mais.

 Quando seu curso acabar, o que você pretende fazer?
Karina – Ainda não sei. Quero renovar meu curso, mas não tenho certeza porque queria estudar por mais 6 meses para ter um inglês realmente bom. Muita coisa também depende se eu conseguir um trabalho, além do voluntário.

Karina, muito obrigada por compartilhar sua experiência, medos, anseios e resoluções aqui na Terra dos Leprechauns! Espero que você seja muito feliz e que consiga alcançar seus objetivos!

The English Academy
Findlater House
28-32 Upper O’Conell Street
Dublin 1
www.theenglishacademy.ie

Postado por: | Comments (72)

72 Comments »

  1. Oi Tarsila, muito obrigada pelo post!
    Eu chego em dublin dia 9 e vou estudar na TEA, inclusive vou pela Vision! È sempre bom ler comentários da sua escola.É isso mesmo que a agência passou, sem atividades, muitos espanhois mas com um curso super focado para o FCE.
    Muito obrigada Tarsila e Karina!
    Grande beijo!

    Comentário by Lívia — 01/02/2012 @ 3:01 pm

  2. Olá Lívia!

    Obrigada pelo comentário.
    Espero que tenha feito uma ótima viagem (e que pena que hoje foi um dia super nublado né?), mas o tempo vai melhorar logo logo 🙂
    Fico feliz em poder ajudar e espero que a sua experiência aqui seja incrível!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 10/02/2012 @ 5:46 pm

  3. Muito legal a entrevista mostra a determinação de uma pessoa que tem seus objetivos traçados e mostra que sim é possível realizar os sonhos se formos em busca deles.

    As pessoas mais felizes não têm as melhores coisas.
    Elas sabem fazer o melhor das oportunidades que aparecem em seus caminhos.
    Clarisse Lispector

    Comentário by Rodrigo Miguel — 01/02/2012 @ 3:02 pm

  4. Olá Rodrigo!

    Obrigada pelo comentário! 🙂
    A Karina realmente é muito determinada e acredito que quando temos objetivos claros é muito mais fácil atingí-los.

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 10/02/2012 @ 5:47 pm

  5. Foi um prazer conversar com você e ver nosso papo traduzido tão bem nessa entrevista. Ficou muito boa.

    Comentário by Karina — 01/02/2012 @ 4:32 pm

  6. Oi Karina!

    Obrigada pela contribuição e você já sabe, sempre que precisar, estamos aí!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 10/02/2012 @ 5:48 pm

  7. Nossa!!! Essa realmente é a Karina mesmo. Muito sincera e espontânea. Adorei a entrevista. Vou continuar acompanhando o site!!!

    Comentário by Viviane — 01/02/2012 @ 8:36 pm

  8. Olá Viviane!

    Sim, claro que é a Karina! Todos os entrevistados dizem o que penso e eu só organizo as frases, sem por nem tirar é o que cada um pensa. 🙂 Obrigada pelo comentário e espero vê-la mais por aqui.

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 10/02/2012 @ 5:53 pm

  9. Nossa, fiquei até com vontade de trocar de escola hahahaha!
    Brincadeiras a parte, parabéns Tarsila e Karina pela entrevista!

    Adorei!
    Beijos!

    Comentário by Michelly Goia — 01/02/2012 @ 8:52 pm

  10. Oi Michelly!

    Hahaha! Obrigada pelo comentário, viu?

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 10/02/2012 @ 5:53 pm

  11. Amei essa entrevista !!!!!Que isto venha servir de incentivo para muitas outras pessos ,que todos possam ver que não ha nada que possa deter uma pessoa DETERMINADA nem a ra ça nem a côr nem posição social não Ha distâcia que impeça um ser humano de terminado alcançar seus objtivos.SE VÔCE QUER VOCÊ PODE .

    Comentário by geny miguel alves — 01/02/2012 @ 10:42 pm

  12. Olá Geny!

    Obrigada pelo comentário incentivador!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 10/02/2012 @ 5:58 pm

  13. tarsila

    a entrevista da Karine caiu como uma luva pra mim. Até agora não tinha visto nenhuma pessoa negra sendo entrevistada em nenhum blog q visitei e não lembro ter visto antes aqui e acho q deixei até uma dúvida pra vc sobre isso ( se há entrevista, desculpe posso ter me passado)

    fiquei muitoooo feliz! saber q aí tem como eu uma pessoa que sonha e sonha e tem dado certo. de uma certa forma meu medo se dissipou nneste momento.

    estou na fase dos orçamentos e não tenho dúvidas do que quero principalmente com esse empurrãozinho que acabei de receber.

    muito obrigada a Karina e a vc Tarsila.

    Comentário by Jucimara — 01/02/2012 @ 10:51 pm

  14. Olá Jucimara!

    Que ótimo que a entrevista a ajudou! 🙂
    É um prazer saber que o Vida Na Irlanda está contribuindo com o planejamento da sua experiência por aqui!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 10/02/2012 @ 5:59 pm

  15. Aproveitando o gancho da Karina, você sabe me dizer se tem algum trabalho voluntário com crianças aí em Dublin?? Também tenho muita vontade de participar de projetos como esse, e como me dou bem com crianças, acho que será uma coisa bem tranquila pra mim.

    Vocês sabem me dizer alguma coisa???

    Obrigada

    Comentário by Beatriz — 01/02/2012 @ 11:28 pm

  16. Olá Beatriz!

    Recomendo que você dê uma olhada:
    http://www.volunteer.ie/

    Há diversos segmentos que oferecem trabalhos voluntários, inclusive com crianças, veja os tipos de trabalho voluntário aqui:
    http://www.volunteer.ie

    Espero ter ajudado!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 10/02/2012 @ 6:01 pm

  17. Muito bom ver relatos de experiências na Irlanda, isso nos ajuda bastante nas decisões e traz entusiasmo.

    Chego em Dublin em agosto.

    Comentário by Roberto Carneiro Filho — 01/02/2012 @ 11:48 pm

  18. Olá Roberto Carneiro Filho!

    Obrigada pelo comentário e desejo muita sorte na sua empreitada!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 10/02/2012 @ 6:02 pm

  19. Oi Tarcila, adorei o papo..muito esclarecedor sobre a escola e mostrou de uma maneira bem bacana as experiências pessoais da Karina…
    Já que vi em alguns comentários, como o da Jucimara, o interesse em conhecer melhor as experiências vividas por pessoas negras, passo a informação que a Karina tem um blog: http://certocaminho.blogspot.com/
    E no e-dublin tem vários posts da Ávany França..ela fala de curiodidades, política, experiências de trabalho e viagens por toda a Europa..bem bacana tbm..Recomendo!
    Excelente post, Parabéns Tarcila!!

    Comentário by Pâmela — 02/02/2012 @ 2:22 am

  20. Tarcila, quero fazer um pedido, entrevista alguem da DCAS – Dublin College of Advanced Studie.s
    Quero muito a opnião de alguém dessa escola.
    Bjus!

    Comentário by Pâmela — 02/02/2012 @ 2:34 am

  21. Olá Pâmela!

    Já tenho um contato e em breve farei a entrevista! Aguarde!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 10/02/2012 @ 6:07 pm

  22. Olá Tarsila!!!

    Fechei ontem com uma agência tb… eu e minha namorada estamos chegando em abril!!!
    Ela já morou 2 anos em Dublin e sempre quis voltar. Vai largar trabalho e tudo mais. Eu fiquei desempregado final de dezembro, o q me ajudou na decisão do intercâmbio. Troco novas propostas profissionais para realizar esse sonho q tenho desde meus vinte e poucos anos!!!

    Ahhh… se precisar de um jornalista e/ou uma fotógrafa para o Vida na Irlanda! rsrsrs

    Bjs

    Comentário by Carlos Fernandes — 02/02/2012 @ 5:23 pm

  23. Olá Carlos!

    Parabéns pelo fechamento do pacote e abril está logo aí! 🙂
    E se vocês quiserem contribuir para o Vida Na Irlanda é só manter contato que podemos conversar sim!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 10/02/2012 @ 6:12 pm

  24. Tarsilaaaa!

    Vou para de elogiar, porque estou ficando puxa-saca já, hahahaa!
    Respondendo a dúvida da Beatriz, acho uma ótima este site:
    http://www.volunteer.ie/
    Lá tem um database com as vagas, o que precisa pra se canditadar, nossa é muito bom mesmo, tem oportunidades em todas as áreas!
    Tenho uma amiga que faz um trabalho muito legal junto ao St. Vicents, acho que ela vale uma entrevista Tarsila, hahahahaha
    Beijos

    Comentário by Carina Portal — 02/02/2012 @ 9:53 pm

  25. Oi Ca!

    Hahaha, bom, elogios nunca são demais né? 😉
    Obrigada pela dica do Volunteer.ie e se quiser passar o contato da sua amiga, ficarei feliz em falar com ela. Onde ela estuda?

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 10/02/2012 @ 6:17 pm

  26. Mais uma vez, uma bela entrevista, Tarsila! Eu acompanho também o blog da Karina! Parabéns, Karina!

    Comentário by Flávia Nascimento — 03/02/2012 @ 7:25 pm

  27. Olá Flávia!

    Obrigada pelo comentário e carinho!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 10/02/2012 @ 6:41 pm

  28. Mais um post interessante e informativo. Obrigado, Tarcila!

    Comentário by Leonel — 04/02/2012 @ 1:11 am

  29. Olá Leonel!

    Obrigada pelo comentário. 🙂

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 10/02/2012 @ 6:42 pm

  30. Oi, Tarcila! Tudo bem?
    Primeiro, queria te dar os parabéns pelo blog. Como muitos já falaram, ele é uma fonte muito boa de consulta e informações para quem está querendo ir para a Irlanda.
    Tenho um pedido para te fazer, você pode abordar a questão de fechar o intercâmbio (escola, seguro, moradia etc) sem uma agência? Na entrevistas que vc faz, a grande maioria utilizou uma agência, mas estou pensando em fechar as coisas sozinha por ser mais em conta.
    Bem, é isso.
    Obrigada!
    Juliete

    Comentário by Juliete Viana — 04/02/2012 @ 8:27 pm

  31. Olá Juliete!

    Muito obrigada pelo comentário e carinho. 🙂
    Eu abordo esta questão no eBook gratuito “Intercâmbio na Irlanda”, disponível para baixar aqui: http://www.vidanairlanda.com/2011/12/baixe-ebook-intercambio-na-irlanda-gratis.html
    Cada escola tem um processo diferente, por isto não é possível criar um “passo-a-passo” do processo, mas lembre-se que você tem de comparar exatamente as mesmas coisas para saber se o preço realmente é mais em conta porque na maioria dos casos, não é. Escolas e agências estabelecem uma ética de comércio entre si para oferecer os cursos pelo mesmo preço. Uma escola que oferece cursos mais baratos diretamente para o consumidor está quebrando o contrato que tem com as agências, portanto recomendo que você tenha isto claro em mente.

    Espero ter ajudado,

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 10/02/2012 @ 7:00 pm

  32. Ótima entrevista, além de muito inspiradora!!
    Confesso que um dos meus maiores temores era a questão do preconceito com negros e estrangeiros, então é muito confortante ver relatos de experiências positivas quanto a isso.
    Em duas semanas estarei em terras irlandesas, para estudar no Emerald Cultural Institute por 5 semanas! Não vejo a hora!!!!

    Comentário by Regiane — 05/02/2012 @ 11:52 am

  33. Olá Regiane!

    Muito obrigada pelo comentário. Fico muito feliz em saber que o Vida Na Irlanda está ajudando nos seus medos e anseios. 🙂
    E espero que curta muito sua experiência por aqui!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 10/02/2012 @ 7:42 pm

  34. Tarcila, bom dia!

    Estava lendo todas as entrevistas realizadas com brasileiros, e todos indicam ir para Irlanda com um pouco de Inglês. Não tenho nada de inglês e pretendo ir em Maio/2012. Vc não aconselha fazer essa loucura? Vou passasr tanta dificuldade como dizem? Gostaria de ouvir algumas opiniões, até pq pretendo trabalhar para me sustentar na Irlanda.

    Adorei seu blog, suas entrevistas, muito bom.

    Abraços a todos.

    Comentário by Elias Junior — 06/02/2012 @ 2:07 pm

  35. Olá Elias!

    Eu acho muito complicado morar em um país de língua inglesa se você não fala nada de inglês. Portanto, se você deseja estudar na Irlanda em algum momento, eu aconselho que você aprenda um pouco de inglês ANTES de vir para que a sua experiência seja mais rica (para que você entenda o que se passa a sua volta – ações do cotidiano, passeios, etc…). Muitas pessoas vem para cá sem inglês nenhum e é possível se virar sim, mas acho que é uma experiência muito mais árdua e complicada, na minha opinião, é um sofrimento desnecessário. Estude um pouco, contrate um professor/a particular e se empenhe e então venha desenvolver o que você aprendeu. Pelo menos esta é a minha opinião pessoal.

    Existem diversos fatores que influenciam em conseguir um emprego aqui na Irlanda; acredito que determinação e dedicação são os fatores principais para conseguir o que se quer.

    Vale a pena lembrar que “o medo de não conseguir um emprego” é provavelmente um dos mais comuns, pois em muitos casos ele determina como a nossa experiência no exterior poderá se desenrolar; por isto venha preparado, procure informações e traga o máximo de dinheiro que puder para se manter caso você encontre mais dificuldade em conseguir um trabalho.

    Assista a este vídeo: http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=WuqmU8PtMYg

    Espero ter ajudado,

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 10/02/2012 @ 8:36 pm

  36. Tarsila, primeiramente obrigada pelo trabalho que você vem desenvolvendo.
    Estudei inglês aqui no Brasil, mas por uma serie de motivos todas as vezes tive que parar e isso não contribuiu em nada para minha evolução, portanto hoje posso dizer que meu nível é básico ou quase nenhum. Terminei a faculdade de direito e agora com a carteira da OAB em mãos me tornei advogada, decidi que é o momento de fazer algo para modificar meu “problema” com o inglês, após algumas pesquisas, lugar decidido, IRLANDA. Estou lhe escrevendo porque apesar de estar decidida e com praticamente tudo pronto para embarcar em agosto, ainda estou receosa em encontrar obstáculos por não ter conhecimento quase nenhum da língua. O que você me sugere?
    bjus

    Comentário by Juliana Veloso — 08/02/2012 @ 1:07 pm

  37. Olá Juliana!

    Obrigada pelo comentário!

    Primeiramente sugiro que você leia o meu eBook gratuito “Intercâmbio na Irlanda”, disponível para baixar aqui: http://www.vidanairlanda.com/2011/12/baixe-ebook-intercambio-na-irlanda-gratis.html ele irá ajudá-la com uma série de reflexões e assuntos pertinentes ao intercâmbio.

    Eu aconselho sempre que as pessoas estudem um pouco de inglês antes de vir pra cá. A maioria das pessoas que vem para cá quer aprender inglês, então não dominam o idioma completamente. Sim, é possível vir para cá sem nada de inglês, mas acho que pode ser uma experiência muito sofrida.

    Viver em outro país é uma mudança grande e demora um tempo até nos adaptarmos. Isto é normal, mas se você não entender absolutamente nada do que está acontecendo, pode ser uma experiência muito frustrante.

    Como já escutei em minhas entrevistas: “É possível sobreviver sem falar inglês”, mas você está investindo um bom dinheiro em uma experiência que você quer vivenciar e não apenas sobreviver, não é?

    Então fica minha dica, se você quer vir estudar na Irlanda (ou em qualquer outro país) estude pelo menos um pouco do idioma, dedique-se a compreender coisas básicas, pois sua experiência de vida pode ser mais tranqüila e você se sentirá mais seguro em situações corriqueiras.

    Espero ter ajudado,

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 10/02/2012 @ 9:09 pm

  38. entrevista fantastica … bastante esclarecedora …. Percebe-se que naum é uma entrevista maquiada para favorecer uma determinada escola ou pais …. parabens …. gostei

    Comentário by Fabio Augusto Guimaraes — 08/02/2012 @ 2:44 pm

  39. Olá Fabio,

    Obrigada pelo comentário. O Vida Na Irlanda tem uma política ética de não maquiar nenhum depoimento, o que o entrevistado diz é o que é publicado. Eu não tenho a intenção de favorecer nenhuma insitutição de ensino, pois o Vida Na Irlanda é um espaço dedicado ao compartilhamento de informações, que mostra a experiência de cada indivíduo e da relação dele com a instituição. Mais uma vez, obrigada pelo comentário. 🙂

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 10/02/2012 @ 9:11 pm

  40. Olá Tarsila, mais uma vez, parabéns pelo blog. Toda semana passo por aqui. Irei para Dublin em abril e vou estudar na IBAT College. Se puder, gostaria de uma entrevista com um aluno de lá.

    Obrigada.

    Comentário by Liliam — 14/02/2012 @ 1:09 am

  41. Olá Liliam!

    Obrigada pelo comentário e já estou buscando contatos para uma entrevista! Aguarde!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 17/02/2012 @ 12:36 pm

  42. Olá Tarsila e Karina! Estou na dúvida sobre seguro viagem, muita gente diz que apesar do tratado de schengen muitos países não pedem o seguro de saúde com cobertura mínima de 30.000 euros na imigração, mesmo assim eu gostaria de levar um seguro para caso eu tenha algum mal estar ou acontece alguma coisa com a mala, enfim. Fiz várias cotações de vi que o GTA Bronze (cobertura de 12.000) tem o melhor preço. Será que este é suficiente? Será que devo gastar o dobro do dinheiro e ir com o seguro certo (cobertura 30.000)? Eu estou indo para Dublin dia 15 de março e vou estudar na The English Academy, como não comprei o curso através de agência eles estão demorando bastante para me mandarem a carta, fiz o pagamento em dezembro e já viajo daqui a um mês e nada da carta chegar. =/

    Obrigada por mais essa entrevista supimpa! beijos =D

    Comentário by Cecília — 14/02/2012 @ 8:38 pm

  43. Olá Cecília!

    Para estudantes que vem para a Irlanda pelo período de, no mínimo, 25 semanas de estudo o seguro exigido é o governamental. Se você deseja fazer um seguro maior é uma opção pessoal, que acredito possa ser muito relevante se você deseja viajar pela Europa. O seguro com cobertura de €30 mil não é exigido na maioria das viagens que as pessoas fazem pela Europa uma vez que se tem o visto da Irlanda, contudo somente você pode decidir qual é o seguro que oferece o que você quer com a cobertura que você deseja. Lembre-se que seguro-viagem não são aceitos, somente seguro-saúde.

    Infelizmente não tenho como saber quais os procedimentos da escola em relação às cartas, mas as mesmas costumam demorar para serem emitidas e enviadas. Recomendo que você entre em contato com eles e pergunte como está o andamento disto.

    Espero ter ajudado,

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 17/02/2012 @ 12:55 pm

  44. Que legal Tarsila. Será um prazer contribuir com o Vida na Irlanda e fazer aquilo que mais gosto: escrever!!! Vou realizar um sonho acima de tudo que é conhecer a Europa e viver na/a Europa. Com certeza texto é o que mais vai “brotar” em minha cabeça durante esse período.

    Vou manter contato, hein!!! rs

    Bju

    Comentário by Carlos Fernandes — 16/02/2012 @ 1:16 am

  45. Olá Carlos,

    Que ótimo! Então vamos mantendo contato e quando você chegar vamos marcar um café!
    Tenho certeza de que a Irlanda será inspiradora.

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 17/02/2012 @ 2:21 pm

  46. Olá Tarsila! Ufaaaaa a carta chegou hoje de manhã, essa demora toda nem foi culpa da escola e sim da DHL. Mas tudo está resolvido agora tanto a carta, quanto a família que vai me receber por 15 dias.

    Com relação ao seguro, obrigada por sua recomendação do seguro-saúde e não o seguro-viagem foi realmente muito relevante saber disso.

    Grande abraço e daqui 1 mês estou por ai!

    p.s: Agora vou começar a arrumar a mala e já vi um post seu sobre isso, mas tenho dúvidas com relação aos frascos para líquidos. Vc já escreveu algo sobre?

    Comentário by Cecília — 17/02/2012 @ 3:03 pm

  47. Olá,

    Encontrei esse blog por acaso. Não sabia que o povo da Irlanda era tão legal assim. Ano passado realizei uma viagem volta ao mundo e estou pensando na próxima viagem de férias. Pensei em ir para a Austrália, mas gostei de saber que a Irlanda é mais barata e o povo é acolhedor. Com certeza esse país entrará em meus planos.

    Parabéns pelo blog e parabéns pela entrevista!

    Comentário by Cristiano — 17/02/2012 @ 7:46 pm

  48. Olá Cristiano,

    Obrigada pelo comentário. 🙂
    Espero que você goste da Irlanda e que aproveite para conhecer mais sobre este país tão especial durante a sua viagem.

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 11/03/2012 @ 12:43 pm

  49. Oie Tarsilla adorei seu video e o seu ebook, esclarece muita coisa.
    Eu estou pensando em fazer intercambio, e pensei em varios paises da lingua inglesa e me veio na Irlanda mas nao sei muita coisa e gostaria da sua ajuda principalmente em escola, pois o meu ingles e bem basico.
    Fico no aguardo.

    Helenita

    Comentário by Helenita Gomes de Oliveira — 23/02/2012 @ 4:06 pm

  50. Olá Helenita,

    Obrigada pelo comentário e por curtir tanto o vídeo como o Ebook. 🙂
    Recomendo que você veja esta seção: http://www.vidanairlanda.com/duvidas
    Há diversas informações por lá que são úteis.

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 11/03/2012 @ 2:27 pm

  51. Parabéns pela reportagem, otima e dá animo pra poder seguir em frente com o objetivo de fazer o intercâmbio. E Karina, sucesso pra vc !!

    Comentário by Michaell Dantas — 27/02/2012 @ 3:35 pm

  52. Olá Michaell,

    Obrigada pelo comentário!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 11/03/2012 @ 4:33 pm

  53. Olá, eu realmente gostei do seu site muito informativo e tem me tirado muitas duvidas. Bom eu to planejando fazer um intercambio de estudo e trabalho para Irlanda. ainda ta recente eu to naquela fase de pesquisa sabe? Mas eu ainda tenho algumas duvidas em relação ao PPS e o GNIB e eu ja li os seus posts alias muito bem explicados mais eu queria saber a ordem dos fatores e para que serve cada um. Ah e se possivel gostaria muito que vc pudesse me indicar uma agencia confiavel, boa e barata que possa me ajudar.
    um grande abraço

    Comentário by Thompson Monteiro — 03/04/2012 @ 5:41 am

  54. Olá Thompson,

    Muito obrigada pelo comentário e elogios.
    Vamos lá:

    Número de PPS (Personal Public Service) – O número de PPS é um número de registro junto ao governo para que os impostos sobre o trabalho possam ser recolhidos. Assim sendo, sim, o número de PPS é um requisito básico para se conseguir um emprego legal no país.

    Registro junto ao GNIB (Garda National Immigration Bureau) – Registro de imigrantes no país junto às autoridades de imigração da Irlanda. Ao se realizar este registro você terá seu visto de permanência no país e também receberá uma carteirinha que comprova este registro.

    Normalmente se obtém o número de PPS antes do registro na GNIB, até porque alguns bancos exigem a carta com o número de PPS como comprovante de residência na hora de abrir a conta no banco (ter uma conta bancária irlandesa é um requisito para o registro junto à GNIB).

    Espero ter ajudado,

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 26/04/2012 @ 9:40 pm

  55. Bom dia, estou indo para Irlanda em agosto de 2012 e os depoimentos dos estudantes sobre a TEA foi muito útil na minha decisão, só que sou de Salvador-Ba e estou com dificuldade em encontrar uma agencia que faça inscrição nessa escola, tem como alguém me ajudar? Será que fazer a inscrição direto pela escola nesse caso seria arriscado? por que estou pensando em fazer isso! por favor, alguém me ajude.
    Obrigada

    Comentário by suellen vieira — 06/04/2012 @ 2:25 pm

  56. Olá Suellen,

    Infelizmente não conheço os representantes da The English Academy no Brasil, portanto não posso ajudá-la. Recomendo que você entre em contato com a escola para obter informações de quais representantes eles tem no Brasil.

    Espero ter ajudado,

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 26/04/2012 @ 10:28 pm

  57. Olá.adoro esse site….me ajudou e muito com todas as minhas pesquisas…..hj depois de dois meses com meus amigos de luta de orçamento, pesuisas , leitura de sites como este…..achamos uma agencia q amamos e onde iremos fazer o contrato….iremos ano q vem…..e o orçamento foi a melhor de todas fora a condição de pagamento q me ajudou e muito…….então como recebi muita ajuda da minha decisão……estou me oferecendo pra ajudar tmbm dando informações e passar orçamentso q recebi durante esses dois meses de um monte de agencia e das proprias escolasq recebi…….e tmbm da agencia com quem escolhi……….é so me adc beauty.rush2010@hotmail……não custa ajudar…..e sei muito bem como é cansativo essa parte de pesuisas……….entao estamos ai

    Comentário by Gisele — 29/04/2012 @ 8:16 pm

  58. Olá Gisele,

    Obrigada pelo comentário e por compartilhar suas informações.

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 01/05/2012 @ 7:26 pm

  59. Olá

    Entrei em contato com a English Academy mas não recomendo não. Demoram dias pra responder um e-mail, quando respondem, fiquei mais de uma semana esperando alguns deles. Liguei lá várias vezes, falei com a secretária em inglês, ela respondia algumas dúvidas mas não sabia da maioria, o diretor responsável nunca estava e ninguém conseguia me ajudar. Diziam que responderiam meus e-mails, mas não responderam. No fim, estou procurando outra escola, porque se já estou sendo tratado assim antes de fazer o pagamento, imagina depois? E imagina se eu precisar de algo ai?

    Por último, gostaria de parabenizar pelo site, que é completo demais, e está me ajudando muito em diversas dúvidas sobre a viagem. Muito obrigado!

    Comentário by Lodir Negrini — 11/07/2012 @ 2:58 pm

  60. Olá Lodir,

    Obrigada pelo comentário e elogios e também por compartilhar a sua experiência.

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 17/07/2012 @ 6:23 pm

  61. Algum de vocês ficou sabendo deste caso e pode comentar algo, considerando o que vocês ja conhecem da TEA?

    Não foi a primeira vez que ouvi falar em “descaso com aluno” quanto a esta escola..
    Obrigada!

    Comentário by Alana — 15/07/2012 @ 10:23 pm

  62. Olá Alana,

    Não tenho como comentar sobre um caso que desconheço. A única opinião que posso passar é a dos entrevistados que contribuíram com as suas experiências aqui no Vida Na Irlanda. É lamentável que uma aluna tenha passado por tantos contratempos e espero que isto não aconteça com outras pessoas, contudo não tenho como dizer se o atendimento e serviço da escola procede deste modo.

    Espero ter ajudado,

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 17/07/2012 @ 7:47 pm

  63. OK!
    Obrigada, Tarsila.
    Adoro seu blog!
    Beijo!

    Comentário by Alana — 17/07/2012 @ 7:59 pm

  64. Olá Alana,

    Disponha e obrigada pelo carinho!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 17/07/2012 @ 10:12 pm

  65. Ola Tarsila, seu blog esta me ajudando a analisar possibilidades de intercambio. Até o momento estou tendendo a ir para Irlanda dentro de um ano, mas tenho ainda algumas duvidas que eu ainda nao assimilei.
    1- Eu preciso de 3 mil euros que ficarão em um fundo de segurança? Este dinheiro estará à minha disposição?
    2- Preciso me matricular em um uma escola antes de ir para Irlanda ou posso me matricular quando chegar?
    3- Eu preciso contratar uma agencia? Para que serve?

    Obrigado de antemão pelas respostas
    Abraços

    Comentário by edson lisboa — 17/07/2012 @ 10:23 pm

  66. Olá Edson,

    Vamos lá:

    1) Ao chegar na Irlanda você irá primeiramente na sua escola, para conseguir a carta que permite que você abra sua conta no banco irlandês. Uma vez que a conta estiver aberta, você vai esperar receber seu cartão em casa para acessar sua conta e registrar sua senha. Quando você receber seu cartão, você poderá fazer um depósito na sua conta, no caso, de no mínimo, €3.000, e você então irá pedir um extrato para ser enviado para a residência onde você está. Quando seu extrato chegar (entre 5 e 10 dias uteis), você poderá ir à imigração (GNIB) para se registrar. Somente o extrato da conta bancária na Irlanda é válido para comprovação na imigração, além de outros documentos que devem ser apresentados. Depois de obter o extrato você poderá sacar o dinheiro que está na sua conta.

    2) Se você tem a intenção de estudar na Irlanda é necessário entrar no país já com o intúito de obter o visto de estudante. E para ficar no país com o visto de estudante de 1 ano (válido somente para cursos com duração mínima de 25 semanas, com carga horária mínima de 15 horas/semana) é necessário entrar no país com o curso comprado, veja: http://www.vidanairlanda.com/2010/03/imigrando-quero-estudar-ingles-na-irlanda.html

    3) Recomendo que leia o eBook gratuito “Intercâmbio na Irlanda”, que aborda várias questões e pode ajudá-lo. Veja aqui: http://www.vidanairlanda.com/2011/12/baixe-ebook-intercambio-na-irlanda-gratis.html

    Espero ter ajudado,

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 17/07/2012 @ 11:22 pm

  67. Oi Tarsila, desculpa estar incomodando de novo, mas você poderia passar o contato da Karina?
    Obrigada desde já e parabéns pelo blog, como sempre

    Comentário by Jéssica — 01/08/2012 @ 3:15 am

  68. Olá Jéssica,

    Obrigada pelo carinho.
    Vou verificar com ela se é possível enviar o contato.

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 01/08/2012 @ 12:01 pm

  69. Olá Tarsila,

    Conheci seu blog a umas duas horas e, confesso, não consigo parar de ler.
    Gostei muito da sessão “Estudar na Irlanda”, pois estou na fase de decidir sobre a escola e você sacou a grande carta do baralho que todo mundo que está iniciando quer ter. Valeu mesmo.

    Esse post com a Karina, depois de muitos que li, revelou algumas características que eu busco e, por isso, fiquei feliz.

    Queria muito ser entrevistado por você, de verdade, nos processos, pré, in e pós Irlanda.

    Parabéns, grande abraço

    Comentário by Rafael — 27/08/2012 @ 6:33 am

  70. Olá Rafael!

    Tudo bem? Espero que sim! Ah, que legal que você está curtindo o Vida Na Irlanda. 🙂
    E claro, vamos nos falando que fazemos uma entrevista sim. Quando você chega na Irlanda?

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 06/11/2012 @ 4:21 pm

  71. Olá!!! Quero estudar nessa instituição no fim deste ano, mas minha maior dificuldade é achar um lugar para morar. Pelo colégio fica mais caro e eu gostaria de ir com um lugar pra morar perto do colégio (The English Academy) por pelo menos 2 semanas até achar um lugar pelo tempo que desejo (3 meses) alguém sabe de algum lugar? Obrigada

    Comentário by Luciana Zandonade — 25/09/2012 @ 4:03 am

  72. Olá Luciana,

    Recomendo que você peça recomendações à própria The English Academy, contudo na área central de Dublin há diversos hostels que podem servir como acomodação durante as primeiras semanas. Basta procurar algum em Dublin 1 ou Dublin 2. Como o centro de Dublin é bem turístico há bastante opções. Consulte o site http://www.hostelworld.com

    Espero ter ajudado!

    Comentário by Tarsila — 04/01/2013 @ 12:32 pm

Leave a comment

Comentários que não contribuem para o tópico acima serão deletados.