20/07/2011

Estudar na Irlanda: Swan Training Institute

Nesta semana conheci um grupo muito bacana de brasileiros que vieram para a Ilha Esmeralda fazer um curso de verão na Swan Training Institute. No total são 11 pessoas, mas esta entrevista foi feita com 5 garotas para lá de simpáticas (incluindo duas leitoras que acompanham o Vida Na Irlanda desde o Brasil! Obrigada Dani e Cássinha!)

Lhes apresento…FABI, VANESSA, ELINE, DANI e CÁSSIA!

O grupo todo é de Itabira em Minas Gerais e estuda na CCAA da cidade. Alguns alunos expressaram interesse em complementar seus estudos com um curso de curta duração no exterior. Assim a escola procurou o auxílio da agência FIT Intercâmbio para fazer uma apresentação das oportunidades aos alunos, incluindo opções para os EUA e Canadá, mas foi a Irlanda que chamou a atenção e se tornou a escolha unânime deste grupo tão alegre.
O que elas estão achando da experiência? É só ler abaixo…

Quais são seus nomes e idades?

Danielle da Silva Campos, 23 anos.
Cássia Augusta Silva Costa, 28 anos.
Fabiana Trindade, 30 anos.
Vanessa Souza, 22 anos
Eline Bettero Do Valle, 29 anos.

Qual é o seu curso e escola?

Geral –  English Training na Swan Training Institute.

Há quanto tempo vocês estão na Irlanda e há quanto tempo estudam na Swan Training Institute?

Geral – Estamos na Irlanda há 3 dias e estudamos na escola pelo mesmo período. Nosso curso é de verão e curta duração, somente 2 semanas.

Por que vocês escolheram a Irlanda?

Geral – Vimos a facilidade em vir sem visto. Também obtivemos boas informações sobre lazer, bares e passeios turísticos. A palestra oferecida pela Fit Intercâmbio na nossa escola – CCAA – nos apresentou vários países e sabemos que a maioria das pessoas pensa em ir para os EUA, mas queríamos outras opções. A Irlanda nos pareceu mais atraente. As informações e boas referências que tivemos da cidade e país foram importantes na hora da decisão.

Vocês escolheram qual agência de intercâmbio?

Eline – A FIT Intercâmbio já era um contato da escola e nos ofereceu diversas oportunidades. Eles vieram até nós e criaram um pacote para as nossas necessidades.

Fabiana – A agência nos apresentou um vídeo, que aliás é muito fiel à realidade, mostrando a questão da cultura, música e arte. Vemos que aqui as pessoas são super gentis, mas há uma coisa que a agência não acertou, disse para trazermos somente roupas de verão e não está quente, é o clima da IRLANDA.

Por que vocês escolheram a Swan Training Institute?

Eline – A agência nos oferecereu duas opções de escola: A Swan Training Institute e a EF. Como nosso grupo tem bastante iniciantes e o curso é de curta duração, a própria agência sugeriu a Swan por não ter uma carga horária tão intensa e que também permite o turismo.

Qual o seu objetivo em estudar na Irlanda e na Swan Training Institute?

Geral – Queremos desenvolver o inglês e conhecer o país, pois é a primeira viagem para o exterior para quase todo o grupo.

Que tipo de acomodação vocês escolheram? Como está sendo a experiência?

Danielle – Escolhi host family e a experiência está sendo muito boa. Acho legal participar da vida dos irlandeses. Achei a comida diferente e sem tempero, mas estou gostando de tudo.

Cássia – Escolhi host family e por enquanto está sendo tranquilo. O estilo de vida aqui é diferente e na hora até sentimos um impacto, mas não devemos julgar, apenas observar. Se eu tivesse escolhido ficar em um hotel, teria cama arrumada todos os dias, mas não vivenciaria a cultura como estou fazendo. Acho isso o mais interessante, mesmo tendo reservas sobre a comida.

Vanessa – Também optei pela host family. A experiência esta sendo totalmente divertida e diferente. Minha host adora conversar e me faz muitas perguntas sobre o Brasil. Ela sempre faz lanche e jantar para mim e realmente a comida é diferente. Também notei que os horários aqui são mais respeitados e como sou uma pessoa sem horário aprender a seguir os horários está sendo bom para mim.

Eline – Também escolhi host family e para quem gosta de crianças é uma boa experiência eu estou adorando as menininhas da minha casa.

Qual sua opinião sobre seu curso?

Danielle – O foco do curso é rápido e toda segunda-feira inicia uma turma nova. Achei que os temas abordados na sala acabam sendo dispersos. Na minha sala há muitos espanhóis e isso me atrapalha porque a aula acaba ficando focada somente neles, que falam espanhol o tempo todo. Acho que a presença deles é por causa do período de verão.

Cássia – Estava tendo aulas com um professor irlandês, mas não estava entendendo nada. Agora meu professor é americano, mas não acho que é a questão do sotaque, meu professor atual ensina muito sobre história e cultura da Irlanda. Também acho interessante que tenho contato com pessoas de diversos países e assim os diferentes sotaques são absorvidos. No Brasil estudamos o padrão americano, aqui aprendemos que há outras possibilidades.

Vanessa – O curso esta sendo muito bom, minha professore é irlandesa e é ótima. Sim, tem diferença entre o inglês falado na Irlanda e nos EUA, mas não é um problema. Assim como a Dani, tenho dificuldades na sala em função da quantidade de espanhóis.

Eline – Concordo com a Dani, a falta de seqüência dos temas abordados acaba limitadando assuntos e as coisas ficam meio perdidas. Infelizmente achei a escola muito cheia, tornando o laboratório de computadores em sala de aula. Na minha sala somos 17 pessoas apertadas, com 5 pessoas segurando as folhas no colo.

Fabiana – Achava que seria uma experiência diferente, mais intensiva. Na sala de aula estudamos a gramática escrita, mas na prática eu escuto erros e não vejo o professor corrigir. Não entendi como funcionam os níveis do curso na escola e às vezes os exercícios são abordados de forma diferente para quem está na sala há mais tempo, é confuso.

O que vocês acham que a Swan Training Institute oferece de diferencial?

Danielle – A localização é excelente, na Grafton Street.

Cássia e Vanessa – A localização é realmente boa.

Eline – As atividades extracurriculares, os passeios guiados e baladas promovidas pela escola.

Vocês acham que existe diferença entre estudar aqui e no Brasil?

Danielle – Sim e o mais interessante é a convivência com pessoas de vários outros países, é poder conhecer outras culturas e praticar o inglês no dia-a-dia.

Cássia –  Sim. Aqui você vai falar inglês o tempo todo. Apesar do nosso grupo ser composto somente por brasileiros na hora em que saímos estamos praticando o inglês. No Brasil, por exemplo, eu sou a única pessoa na minha casa que fala inglês, aqui todo mundo fala – certo ou errado estou praticando.

Vanessa – Sim. Aqui as pessoas respeitam os horários e os intervalos e todo o conteúdo é dado dentro do período de aula, no horário.

Eline – Com certeza, o contato com a língua aqui é muito mais intenso. É impossível ter isso no Brasil.

O que vocês mais gostam e menos gostam na sua escola?

Danielle – Eu gosto da facilidade de acesso e das aulas gratuitas oferecidas no período da tarde. O que eu não gosto é da centralização de mesmas nacionalidades na sala de aula.

Cássia – Eu gosto da possibilidade de encontrar e conhecer várias nacionalidades, o que eu menos gosto é o último intervalo, acho desnecessário e desgastante.

Vanessa – Gosto de ter de falar inglês para me comunicar com as pessoas dos outros países e não gosto da quantidade de pessoas de uma mesma nacionalidade dominando a sala.

Eline – Eu gosto do horário. A aula é das 9h às 13h e dá para aproveitar a parte da tarde. O que eu menos gosto é não poder usar o laboratório de computadores porque ele virou sala de aula. Eu não trouxe meu laptop e achei que poderia contar com o acesso na escola.

Vocês tem alguma sugestão para a melhoria da escola?

Danielle – Desenvolver um material melhor e organizado, pois não há material para seguir, somente folhas de xerox.

Cássia – Poderiam implementar um teste oral para determinar o nível do aluno. Fizeram somente o teste escrito para determinar em quais salas estudaríamos, mas há diferenças de domínio do idioma na mesma sala, pessoas com dificuldade na parte oral.

Vanessa – Acho importante misturar mais as nacionalidades, assim todos podem falar mais inglês.

Eline – Acredito que podem melhorar o material, limitar a quantidade de alunos por sala e promover uma melhor avaliação para determinar as salas de aula.

Quais é a nacionalidade dos seus professores?

Danielle – Irlandês.

Cássia – Norte americano.

Vanessa – Irlandês.

Eline – Irlandês.

Você gosta de estudar aqui?

Geral – sim.

Quantos alunos tem na sua sala/curso? Quais são as nacionalidades dos alunos?

Danielle – São 9 alunos da Espanha e eu.

Cássia – A quantidade varia, mas hoje foram 7 pessoas: espanhóis, brasileiros e árabes.

Vanessa – Sou a única brasileira, há 2 italianos, 1 turco e 11 espanhóis.

Eline – Somos 17 alunos: da Espanha, Coréia, Turquia, Itália, Arábia Saudita e 3 Brasileiros

Qual sua opinião sobre o horário e duração das aulas?

Geral – As aulas começam as 9h e terminam às 13h. Há dois intervalos. Um de 20 muntos as 10:30 e outro de 10 minutos as 12h. Achamos que é um bom horário por ser um curso de verão.

Você pode dar uma dica ou conselho para quem está vindo para a Irlanda?

Danielle – Leia sobre a cultura do país para você poder chegar mais familiarizado e entender melhor os comportamentos. Por exemplo, descobrir coisas novas, por exemplo, aqui a passagem de ônibus só se paga com moedas. Venha de coração aberto para experimentar e aproveitar a experiência.

Cássia – Respeite os horários.

Vanessa – Venha de cabeça aberta, pois existem coisas que só vamos “ver como é de verdade” quando chegamos, por exemplo, aqui as ruas são Mão Inglesa, mas é só quando estamos realmente aqui e vemos como isso funciona, é muito diferente.

Eline – Venha sabendo o que você vai fazer, procure informações  a fundo sobre o clima e traga um tênis confortável, porque caminhar por aqui é muito comum.

Quando o curso acabar, o que você pretende fazer?

Danielle – Quero estudar mais e desenvolver o inglês, vi que não praticar faz muita falta. Quero me dedicar mais e me programar para um próximo intercâmbio onde vou “gastar mais” meu inglês.

Cássia – Quero fazer mais intercâmbios, ter outras experiências. Acho que é muito interessante pois começamos a ver as coisas de um modo diferente. Eu nunca imaginei que atravessaria o oceano e conseguiria me comunicar, mas abri minha mente para novas idéias e para ter uma experiência pessoal. Eu tinha medo, mas é tranqüilo. Os apertos nos engrandecem.

Eline – Continuar a conhecer o mundo, com esta experiência, posso ir para qualquer lugar.

Muito obrigada meninas por serem tão gentis e simpáticas! Adorei tê-las conhecido e espero que a experiência de vocês na Terra dos Leprechauns seja inesquecível!

Swan Training Institute
9/11 Grafton Street
Dublin 2
www.sti.ie

Postado por: | Comments (23)

23 Comments »

  1. OI Tarsila…

    Realmente Dublin e tudo que esperava! Muito bom estar aqui e um sorte ter lhe conhecido!
    Pessoal…aproveitem as oportunidades de um Itercambio….! It`s Wonderful!

    Comentário by Danielle Campos — 20/07/2011 @ 11:27 am

  2. Olá Danielle!

    Que ótimo! Fico tão feliz em saber que está adorando a experiência! Espero que aproveitem tudo ao máximo e tenha um ótimo retorno. 🙂

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 22/07/2011 @ 11:58 am

  3. Essa menina chamada cassia é minha irmã, espero que esteja aprendendo muito, pois a familia ta aqui morta de saudades dela.

    Comentário by Carime Costa — 20/07/2011 @ 11:30 am

  4. Oá Carime!

    A Cássia é uma doçura de pessoa e tenho certeza de que está aprendendo muito! Desejo muita luz e sorte para ela!
    E espero que todos tenham adorado a experiência aqui na Irlanda!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 22/07/2011 @ 11:59 am

  5. Essa turma vai longe, este primeiro intercambio abriu amente delas, agora ninguem as segura

    Comentário by Carime Costa — 20/07/2011 @ 11:31 am

  6. Adorei a entrevista! Quem sabe um dia serei eu aí sendo entrevistado na Irlanda?? euheuehuehuehe

    Comentário by Petter — 20/07/2011 @ 12:44 pm

  7. Olá Petter!

    Quer ser entrevistado? É só manter contato que combinaremos! 🙂

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 22/07/2011 @ 12:00 pm

  8. Bom ver que vocês estão bem e aprendendo muito!!
    Bjos

    Comentário by Cristina Oliveira — 20/07/2011 @ 2:35 pm

  9. Olá Cristina!

    Pelo jeito estão todos ótimos, obrigada pelo comentário! 🙂

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 22/07/2011 @ 12:01 pm

  10. Tarsila, como são as tomadas ai ?
    eu lembro que quando viajaei para a europa elas eram diferentes do brasil, mas não lembro como era e como não fui pra irlanda, não sei se lá é diferente também.
    Enfim, obrigadaa =D

    Comentário by marina morena — 20/07/2011 @ 3:06 pm

  11. Olá Marina!

    Eu já fiz um post sobre o assunto: http://www.vidanairlanda.com/2010/05/imigrando-plugues-e-eletricidade.html
    Há diversos assuntos importantes que já foram abordados no Vida Na Irlanda, você já deu uma olhadinha na página de dúvidas: http://www.vidanairlanda.com/duvidas
    às vezes uma simples pequisa na barra de buscas também é válida. 🙂

    Espero ter ajudado!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 22/07/2011 @ 12:04 pm

  12. Oi, pessoal! Espero que todos gostem da entrevista e para quem ainda não conhece a Irlanda e quer viajar para um lugar lindo, com pessoas gentis, estilos diferentes de vida, de moda, com flores nas sacadas das casas e dos prédios, mas onde faz muito frio, venha para a Irlanda!!!! Um lugar com a atmosfera rodeada pelos mistérios dos Leprechauns. Tarsila, obrigada por sua gentileza conosco. Grande abraço e sucesso em sua Vida na Irlanda!!!!

    Comentário by Fabi Trindade — 20/07/2011 @ 11:34 pm

  13. Olá Fabi!

    Muito obrigada pela oportunidade em entrevistá-la e pela simpatia. Foi um prazer conhecê-la e espero que você aproveite cada segundo da sua experiência aqui. 🙂

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 22/07/2011 @ 12:06 pm

  14. Oi Tarsila!!!
    Estamos em casa!
    Muito felizes pelo passeio e por ter te conhecido! Um apoio como tivemos não é pra qualquer um!
    Continue assim com sua simplicidade ajudando os aventureiros que querem descobrir a Irlanda! Pena que não exploramos Galway, Cork… mas fica aquela esperança de voltar um dia!
    Abraços e sucesso!

    Comentário by Eline Bettero — 26/07/2011 @ 1:50 am

  15. Olá Eline!

    Muito obrigada por todo o carinho, foi um prazer conhecê-los e fico feliz em saber que retornaram bem!
    Uma pena que não puderam explorar mais, mas quando quiserem, a Ilha Esmeralda está de braços abertos! 🙂

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 26/07/2011 @ 8:57 pm

  16. Olá Tarsila, adoro tudo que você publica.
    Recebi da agência Global Job Studie uma proposta com algumas escolas, entre elas: BCT Institute, Ned Training e outras que já foram publicadas aqui no item “estudando na Irlanda”.
    Gostaria que você publicasse alguma informação sobre a agência Global Job e sobre as escolas BCT Institute, Ned Training.
    Obrigada

    Comentário by Elaine Santos — 28/07/2011 @ 7:01 pm

  17. Olá Elaine!

    Muito obrigada pelo carinho e comentário.
    Já estou conseguindo entrevistas com pessoas destas escolas, fique antenada! 🙂
    Em relação à agência, recomendo que você peça à eles contatos de alunos que utilizaram o serviço para que eles possam dar a opinião sobre como é vir para cá via Global Job. Eu entrevistei um aluno que utilizou a Global Job, veja este post: http://www.vidanairlanda.com/2011/03/estudar-na-irlanda-eden-college.html

    Espero ter ajudado!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 29/07/2011 @ 9:02 am

  18. Hum…to com saudades!!

    Comentário by DANIELLE — 31/07/2011 @ 10:16 pm

  19. Olá Dani!

    Então volte! Tenho certeza de que será bem-recepcionada. 🙂

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 01/08/2011 @ 10:33 pm

  20. Olá Tarsila!
    Acabei agora de ler todas as entrevistas q vc postou!!! Elas estão me ajudando mto a escolher a escola q irei estudar!! Fiz uma listinha com as que mais gostei e o próximo passo agora é entrar no site de cada uma e ver os preços! Pois pretendo fechar diretamente com a escola….

    Obrigada por fazer esse blog!!! É maravilhoso!!!
    bjos!!

    Comentário by Marilia — 01/08/2011 @ 3:56 am

  21. Olá Marília!

    UAU! Todas?! Que legal! 🙂 Fico muito feliz em ter ajudado e espero que você consiga encontrar a instituição que oferece tudo que você procura!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 01/08/2011 @ 10:39 pm

  22. Oi Tarsila.,

    Gostei muio do post, mas minha pergunta é sobre outra coisa. Eu gostaria de saber sobre o tamanho de calças e sapatos ai. Eu e meu marido planejamos ir em julho do ano que vem, assim que ele terminar a faculdade. E queremos ficar o máximo que pudermos, então uma hora vou ter que comprar roupas. Mas tenho muita dificuldade mesmo aqui Brasil. Calças de marcar internacionais, que com certeza são conhecidas ai, não me servem e meu pé é pequeno até pro Brasil. Você poderia me dizer se é como aqui, se existem marcas com formatos diferentes e qual que numeração que inicam os sapatos?

    Muito obrigada!

    Comentário by Jéssica — 25/10/2011 @ 4:58 pm

  23. Olá Jéssica!

    Muito obrigada pelo comentário. 🙂
    Vamos lá: Em breve vem um post sobre este assunto, mas de qualquer jeito eu recomendo provar, seja lá o que for porque há variações até dentro da mesma loja dependendo do corte da roupa ou forma do calçado.

    Espero ter ajudado e fique antenada que o post vem logo logo!

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 04/11/2011 @ 9:21 pm

Leave a comment

Comentários que não contribuem para o tópico acima serão deletados.