29/07/2013

Top 10: Irishisms

Os irlandeses tem um modo único de se comunicar, a começar pelo sotaque que é diferente do que costumamos aprender nas aulas de inglês no Brasil, que seguem os padrões “Americano” ou “Inglês”, e também pela forte influência da língua original local – o Irlandês – também chamado de gaélico (Irish ou Gaelic em inglês).

Com uma história de mais de 5 mil anos a Irlanda já tinha sua própria língua quando os Normandos trouxeram o inglês durante o século XII, então é de se esperar que o  teve bastante influência no vocábulo do povo colonizador, resultando no que hoje é chamado de Hiberno-English.

Confira abaixo 10 expressões utilizadas pelos irlandeses que tem essa herança histórica:

 

Número 10:

park3Craic

Por quê? Palavra irlandesa que significa “diversão”, “novidade”, “conversas”, “fofoca”. Nenhum outro lugar do mundo utiliza a frase: “What’s the craic?” para perguntar “quais são as novidades. Conheça mais: http://www.vidanairlanda.com/2010/04/irishisms-craic.html

 

Número 9:

irishisms-filum-columFilum

Por quê? O encontro consonantal “lm” não exite em irlandês, assim a palavra “Film” ganha uma pronúncia diferenciada aqui na Terra dos Leprechauns. http://www.vidanairlanda.com/2011/08/irishisms-filum.html

 

Número 8:

storyStory

Por quê? Seguindo a linha do “Craic”, outra expressão muito escutada na Irlanda, em especial em Dublin é “What’s the story?”, que vem do irlandês “Cad É an Scéal?” que literalmente tem o significado de “Qual é história?”, mas significa “Quais são as novas?” http://www.vidanairlanda.com/2010/04/irishisms-story.html

 

Número 7:

YousYous

Por quê? O plural do pronome “You” (você) em inglês é também “You” (vocês), mas os irlandeses aproveitaram a herança cultural do gaélico e falam coloquialmente “Yous”, com “s” no final mesmo, para representar o plural. Veja mais aqui: http://www.vidanairlanda.com/2010/09/irishism-yous.html

 

Número 6:

seafrontAfter

Por quê? Um tempo verbal que deixa qualquer aluno brasileiro confuso é o Present Perfect, porque este tempo verbal não tem equivalente em português e nem em irlandês. Então eles encontraramuma palavra diferente para aproximar o significado do tempo verbal. Veja mais: http://www.vidanairlanda.com/2011/05/irishisms-after.html

 

Número 5:

_-dog_queue1With

Por quê? A conjunção “with” é utilizada de várias formas, mas os irlandeses aproveitam para utilizá-la para substituir a preposição “for”. E você achava que o Present Perfect era complicado… http://www.vidanairlanda.com/2011/03/irishisms-i-havent-seen-you-with-many-years.html

 

Número 4:

charreteMe

Por quê? Um dos usos mais comuns entre os falantes aqui da Irlanda, e de Dublin é a substituição do pronome possessivo “my” por “me”. A origem de tudo foi uma mudança na língua que ocorreu no século XVI, mas que não foi lá muito bem aceita, resultando nessa prática curiosa por aqui. Veja: http://www.vidanairlanda.com/2010/10/irishisms-me.html

 

Número 3:

ericTh

Por quê? A pronúncia do fonema [θ] “th” é uma das mais difíceis para quem não nasceu falando inglês, mas os irlandeses não se abatem e em especial em Dublin eles muitas vezes abrem mão dessa pronuncia complicada. Conheça mais: http://www.vidanairlanda.com/2011/07/irishism-th.html

 

Número 2:

EejitEejit

Por quê? Quantas vezes eu pensei que escutava “idiot” quando na verdade era “eejit”. A sonoridade das palavras é muito próxima, mas o significado tem diferença. Conheça essa sutileza aqui: http://www.vidanairlanda.com/2010/12/irishisms-eejit.html

 

Número 1:

the_humble_bean_dublin_irlanda_19Thanks a million

Por quê?  A expressão “Thanks a million” vem do irlandês “céad míle fáilte”, que significa algo como “Cem mil boas-vindas”, mas o mais interessante foi como descobrimos a existência desta expressão. Confira: http://www.vidanairlanda.com/2010/04/irishisms-thanks-a-million.html

 

Espero que tenham gostado e aprendido um pouco mais sobre como os irlandeses se comunicam por aqui.

 

Postado por: | Comments (4)

4 Comments »

  1. Eu achava super estranho ouvir os irishs falarem: “me pen”, “me car”, “me wallet”, “me money”, agora falo igual rsrs

    Comentário by Geraldo — 26/08/2013 @ 2:17 pm

  2. Olá Geraldo!

    Pois é estranho mesmo já que, de acordo com as normas gramaticais, esta versão está incorreta, mas como é o modo que as pessoas falam no dia-a-dia é muito mais cômodo usarmos assim né?

    Beijinhos

    Comentário by Tarsila — 11/05/2014 @ 10:00 am

  3. Oi, Tarsila! Descobri este blog hoje, por acaso, mas me interessei um bocado por falar esclusivamente da Irlanda, o país que mais tenho vontade de visitar, fazer intercâmbio no futuro e, – quem sabe?- talvez até morar. Me identifico muito com a cultura irlandesa, conhecendo várias histórias tanto reais quanto mitológicas (ah, e eu danço sapateado irlandês). Fiquei muito feliz em achar o teu blog, que me será muito útil para uma futura viagem!
    Mas, eu gostaria de saber: a pronúncia das palavras gaélicas é parecida com o jeito que se escreve? Me interesso muito por línguas.
    Bjs

    Comentário by Daniela Amon — 23/11/2013 @ 9:03 pm

  4. Olá Daniela!

    Obrigada pelo comentário e carinho.
    Vamos lá: Infelizmente a pronuncia das palavras gaélicas não tem nada a ver com o jeito que se escreve. Veja por exemplo o nome Caomhán, que se pronuncia algo como “Qüivón”, ou Sineád, que se pronuncia algo como “Chineid”. Eu também adoro línguas (sou formada em Letras e lingüista de alma) e para aprender o irlandês (gaélico) tem de estar muito empenhada pois até mesmo a estrutura das frases é diferente.

    Espero ter ajudado!

    Comentário by Tarsila — 15/05/2014 @ 4:38 pm

Leave a comment

Comentários que não contribuem para o tópico acima serão deletados.